As principais direções da aplicação de inovações pedagógicas nos tempos modernos e o papel dos professores nesta atividade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25053/redufor.v6i3.5347

Palavras-chave:

Inovações pedagógicas na educação, Professores, Métodos ativos de aprendizagem

Resumo

O artigo explora a aplicação de inovações pedagógicas e o papel do professor nesta área. A pesquisa mostrou que a aplicação de inovações pedagógicas na educação é con­dicionada por um complexo de diferentes fatores. Para além de motivar os professores, são importantes as suas características etárias, a atitude perante as novas tecnologias pedagógicas e o nível de utilização, bem como a presença das competências necessárias, etc. A inequívoca falta de atitude em relação às inovações pedagógicas, bem como a fru­stração, passividade e atitude negativa dos professores em relação à inovação, também impedem a aplicação generalizada da inovação. A pesquisa mostrou que não há paradoxo sério na avaliação dos professores sobre métodos de ensino inovadores em níveis reais e previsíveis. Não há dúvida de que existe um intenso interesse na utilização de novos métodos na organização da formação, sendo que os aspectos positivos da inovação no ensino, na opinião dos professores, aumentam a atividade cognitiva, reduzem as emoções negativas e criam motivação duradoura nos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lachin Xalid Hasanova, Universidade Pedagógica do Estado do Azerbaijão

Doutor em Filosofia em Pedagogia, Professor Associado. Reitor da Faculdade de Artes e Educação Física da Universidade Pedagógica do Estado do Azerbaijão, Baku, Azerbaijão.

Referências

AKMHETOVA, G. K. System of Professional Development of Pedagogical Staff in the Republic of Kazakhstan: Update Strategy. Almaty: University of Kazakhstan, 2016.

AKSARIN, S. Investigation of the problems of innovative pedagogical activity in the modern vocational education system. Yugorsk State University Bulletin, v. 1, n. 36, p. 17-19, 2015.

BLASZKO, C. E.; CLARO, A. L. A.; UJIIE, N. T. The contribution of active methodologies to the pedagogical practice of university professors. Educação & Formação, Fortaleza, v. 6, n. 2, e3908, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/3908. Acesso em: 10 maio 2021.

BOTKIN, J. The innovators: rediscovering America's creative energy. New York: Harper & Row, 1984.

DARLING-HAMMOND, L. Constructing 21st-century teacher education. Journal of Teacher Education, v. 57, n. 3, p. 300-314, 2006.

DERCE OF THE PRESIDENT OF THE RESPUBLIC OF AZERBAIJAN. Nº 1023 dated August 16, 2016 (“Respublika” newspaper, August 17, 2016, nº 178, Collection of Legislation of the Republic of Azerbaijan, 2016, nº 8, Article 1384). Disponível em: http://aera.gov.az/en/legal-acts/president-order-executive-decree. Acesso em: 10 maio 2021.

DERIJAN, I.; VALCHEV, G. Spiritual and moral development of the child in Bulgaria. Traditions and modern projection. Burgas: BRU, 2012.

JUNGES, F. C.; KETZER, C. M.; OLIVEIRA, V. M. Continued teacher training: ressignificated knowledge and transformed teaching practices. Educação & Formação, Fortaleza, v. 3, n. 9, p. 88-101, 2018. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/858. Acesso em: 10 maio 2021.

KHASANBAEV, D.; TURAKULOV, K. Tolkovyy slovar po pedagogike. Tashkent: Fan va tekhnologiya, 2009.

KRASNOV, S. I. Norms of social design and simulation of innovation. Problems of design in the work of graduate students of OR RAO for 1994 – 1995. Disponível em: https://cyberleninka.ru/article/n/instrumentariy-institutsionalnogo-modelirovaniya. Acesso em: 10 maio 2021.

MIKAYILOVA, U.; KAZIMZADE, E. Teachers as reflective learners: teacher perception of professional development in the context of Azerbaijan’s Curriculum Reform. Voprosy Obrazovaniya, Moscow, v. 2, p. 125-140, 2016.

MYMAESHEVA, G. The virtue in the modern smart world. Bulletin KazNU, v. 44, n. 1, p. 152-156, 2015.

NAZAROV, A. Modern learning technologies. Textbook. Baku: ADPU, 2012.

SANTOS DÍAZ, I. C.; JUÁREZ CALVILLO, M.; TRIGO IBÁÑEZ, E. Motivation for the academic reading of future teachers. Educação & Formação, Fortaleza, v. 6, n. 1, e3535, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/3535. Acesso em: 10 maio 2021.

SHARPLES, M. et al. Innovative pedagogies of the future: an evidence-based selection Christothea Herodotou. Evidence-Based Pedagogies, v. 4, p. 113, 2019.

SILOVA, I.; STENIER-KHAMASI, G. How NGOs react: globalization and education reform in the Caucasus, Central Asia and Mongolia. West Hartford: Kumarian, 2008.

STEINER-HAMSEY, G. How NGOs react: globalization and education reform in the Caucasus, Central Asia and Mongolia. Kumarskaya, v. 31, n. 2, p. 25-36, 2018.

TAGUNOVA, I. A.; SELIVANOVA, N. L.; VALEEVA, R. A. The category of upbringing in Russian and western studies. Mathematics Education, v. 11, n. 1, p. 3-9, 2016.

UNESCO. Teaching and learning for a sustainable future. Unesco, 2010.

USCHER, J. Better teaching for teachers. APA, v. 42, n. 4, 2011. Disponível em: https://www.apa.org/monitor/2011/04/teaching. Acesso em: 10 maio 2021.

YUSIFBEKOVA, N. R. Trends and laws of innovative processes in education. New Researches in Pedagogical Science, v. 2, p. 6-9, 1991.

Publicado

2021-06-30

Como Citar

HASANOVA, L. X. As principais direções da aplicação de inovações pedagógicas nos tempos modernos e o papel dos professores nesta atividade. Educ. Form., [S. l.], v. 6, n. 3, p. e5347, 2021. DOI: 10.25053/redufor.v6i3.5347. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/5347. Acesso em: 19 out. 2021.