Legislação e processos educativos: A constituição da escola primária no Piauí (1845 a 1889)

Palavras-chave: Escola primária. Processos educativos. Escola primária. Legislação.

Resumo

A análise da escola primária no Piauí demanda a compreensão do modo como foi formulado o debate em torno da organização e do funcionamento dessa instituição. Analisamos, tendo como fontes a legislação, os relatórios dos presidente da Província e jornais, as prescrições presentes na constituição da escola considerando a materialidade e a organização dessa escola, a definição e disposição das matérias escolares, os métodos de ensino propostos e os "ritmos escolares" (Carpentier, 2015). Orienta esse estudo o conceito de forma escolar elaborado por Vincent, Lahire e Thin (2001).  O trabalho tem o marco inicial em 1845 e final em 1889.   A análise aponta para a importância da legislação na compreensão do modo como foi apropriada a discussão sobre escola primária, como as ideias sobre ela circulavam e se materializavam em prescrições, constituindo a escola primária em seu funcionamento idealizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, J. C. S.; SOUZA, R. F.; PINTO, R.-M. N. A escola primária segundo as mensagens dos presidentes da república e dos governadores de São Paulo, Minas Gerais e Goiás entre 1930 e 1961: propósitos comuns e desafios. In: SOUZA, R. F.; PINHEIRO, A. C. F.; LOPES, A. P. C. (Org.). História da escola primária no Brasil: investigações em perspectiva comparada em âmbito nacional. Sergipe: Edise, 2015. p.47-101.

CARPENTIER, C. De qual doença sofre a escola francesa? Reformas e refundação em questão? In: CATANI, D.B.; GATTI JÚNIOR, D.(Org.). O que faz a escola?Elementos para a compreensão da vida escolar. Uberlândia: UFU, 2015. p. 71-106.

CASTANHA, A.P. O uso da legislação educacional como fonte: orientações a partir do marxismo. Revista Histedbr, Campinas, n. esp., p. 309-331, 2011.

GALLEGO, R.C. O que e como ensinar? A arquitetura de tempos, ritmos e rituais de ensinar e aprender nas escolas primárias paulistas (1846-1890). In: CATANI, D.B.; GATTI JÚNIOR, D.(Org.). O que a escola faz?Elementos para a compreensão da vida escolar. Uberlândia: UFU, 2015. p.251-289.

LUGLI, R. S. G.; GIGLIO, C. M. B. Quando o mapa produz o território: o conhecimento estatal sobre o ensino. In: CATANI, D. B.; GATTI JÚNIOR, D. (Org.). O que a escola faz?Elementos para a compreensão da vida escolar. Uberlândia: UFU, 2015. p. 291-316.

OLIVEIRA, M.C.M.; ABBEG, V.A.J.O. A educação entre alíneas e incisos: o “uso”da legislação nas produções acadêmicas. Revista Histedbr, Campinas, v. 9, p. 1-6, 2003.

PIAUÍ. Fala com que o exm. sr. presidente da Província do Piauí dr. Anselmo Francisco Peretti abriu a Assembleia Legislativa Provincial no dia 5 de julho de 1849. Oeiras: Tipografia Saquarema, 1849.

PIAUÍ. Fala com que o exm. sr. presidente da Província do Piauí dr. Antonio Francisco Pereira de Carvalho abriu a sessão ordinária da Assembleia Legislativa Provincial no dia 1º de julho de 1854. Maranhão: Tipografia do Observador de F. M. de Almeida, 1854.

PIAUÍ. Relatório à Assembleia Legislativa Provincial do Piauí pelo exm. snr. presidente da Província José Antonio Saraiva na sessão aberta em 1º de julho de 1852. Caxias: Tipografia Independente de Filinto Elysio da Costa, 1852.

PIAUÍ. Relatório apresentado à Assembleia Legislativa do Piauí em sua sessão extraordinária de 13 de abril de 1877 pelo exm. snr. dr. Graciliano de Paula Baptista, presidente da mesma Província. Teresina: Tipografia da Moderação, 1877.

PIAUÍ. Relatório apresentado à Assembleia Legislativa do Piauí no dia 1º de julho de 1864 pelo presidente da Província Franklin de Américo Menezeses Dória. São Luís: Tipografia B. de Matos, 1864.

PIAUÍ. Relatório apresentado à Assembleia Legislativa do Piauí no dia 12 de julho de 1865 pelo presidente da Província o exm. snr. dr. Franklinde Américo Menezes Dória. São Luís: Tipografia B. de Matos, 1865.

PIAUÍ. Relatório apresentado à Assembleia Legislativa do Piauí no dia 9 de setembro de 1867 pelo presidente da Província o exm. snr. dr. Adelino Antonio de Luna Freire.São Luís: Tipografia B. de Matos, 1867.

PIAUÍ. Relatório apresentado à Assembleia Legislativa do Piauí no dia 1º de junho de 1878 pelo presidente da Província dr. Sancho de Barros Pimentel. Maranhão: Tipografia da Paiz, 1878.

PIAUÍ. Relatório apresentado à Assembleia Legislativa Provincial do Piauí pelo presidente da Provínciao exm. snr. dr. Emigdio Adolpho Victorio da Costa ao instalar a 1ª sessão da 25ª legislatura em 7 de julho de 1884. Teresina: Tipografia Imprensa, 1884.

PIAUÍ. Relatório apresentado pelo presidente da Província do Piauí na abertura da Assembleia Legislativa Provincial no dia 11 de julho de 1846. Oeiras: Tipografia Provincial, 1846.

PIAUÍ. Relatório com que o 2º vice-presidente da Província dr. Antonio de Sampaio Almendra passou a administração da mesma ao exm. presidente dr. Franklin Américo de Menezes Dória no dia 28 de maio de 1864. S. l.: Tipografia Progressista, 1865.

PIAUÍ. Relatório com que o exm. snr. 1º vice-presidente da Província, tenente-coronel Odorico Brasilino D’Albuquerque, passou a administração da mesma ao exm. snr. presidente dr. Delfino Augusto Delfino D ́Albuquerque, no dia 28 de abril do corrente ano. Maranhão: Tipografia B. de Matos, 1875.

PIAUÍ. Relatório com que o exm. snr. 3º vice-presidente da Provínciado Piauí coronel Ernesto José Batista passou a administração da mesma ao exm. snr. 1º vice-presidente dr. José Mariano Lustosa do Amaral no dia 29 de julho de 1859. Maranhão: Tipografia B. de Matos, 1860.

PIAUÍ. Relatório com que o exm. snr. dr. Manoel do Rego Barros Souza Leão passou a administração da Província do Piauí ao exm. snr. quarto vice-presidente tenente-coronel José Amaro Rocha no dia 27 de fevereiro de 1872. Maranhão: País, 1872.

PIAUÍ. Relatório com que o exm. snr. dr. Polidoro Cezar Burlamaque presidente da Província do Piauí passou a administração ao exm. snr. dr. José Manoel de Freitas, segundo vice-presidente. Maranhão: Tipografia B. de Matos, 1868.

PIAUÍ. Relatório com que o exm. snr. presidente da Provínciado Piauí dr. Antonio Correado Couto passou a administração ao exm. vice-presidente comendador Ernesto José Baptistano no dia 27 de junho de 1859. Teresina: Tipografia Constitucional, 1859.

PIAUÍ. Relatório do presidente da Província do Piauí na abertura da Assembleia Legislativa Provincial no dia 1º de agosto de 1845. Oeiras: Tipografia Provincial, 1845.

PIAUÍ. Relatório do presidente do Piauhy o comendador Frederico D'Almeida e Albuquerque apresentado a respectiva Assembleia Legislativa Provincial na sessão ordinária de 1856. São Luís: Tipografia do Progresso, 1856.

PIAUÍ. Relatório lido perante a Assembleia Legislativa do Piauí no ato de sua instalação no dia 1ºde julho de 1871 pelo presidente da mesma,o exm. snr. dr. Manoel do Rego Barros Souza Leão. São Luís: Tipografia B. de Matos, 1871.

SOUZA, R. F.; PINHEIRO, A. C.; LOPES, A. P. C. História da escola primária no Brasil: investigações em perspectivas comparadas em âmbito nacional. Aracaju: Edise, 2015.

STAMATTO, M. I. S. A legislação como fonte para a história da educação. In: SOUZA, E. C.; VASCONCELOS, J. G.; CASTRO, C. A. (Org.). História da educação: memória, arquivos e cultura escolar. Rio de Janeiro: Salvador, 2012. p. 277-292.

VINCENT, G.; LAHIRE, B.; THIN, D. Sobre a história e a teoria da forma escolar.Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, p. 7-47, 2001.

Publicado
2019-01-09
Como Citar
LOPES, A. DE P. C. Legislação e processos educativos: A constituição da escola primária no Piauí (1845 a 1889). Educação & Formação, v. 4, n. 1, p. 50-65, 9 jan. 2019.