AS QUESTÕES ÉTNICO-RACIAIS NAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS E AS PRÁTICAS EDUCATIVAS NA FORMAÇÃO INICIAL DOCENTE

  • Lívia Maria Serafim Duarte Oliveira
  • Patrícia Cristina de Aragão
Palavras-chave: : Diferença racial. Histórias em quadrinhos. Prática docente. Formação docente.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discutir as questões étnico-raciais, no contexto da formação inicial docente, no ensino superior privado, a partir da utilização das histórias em quadrinhos. Optou-se por aplicar uma pesquisa no curso de licenciatura plena em Pedagogia da Universidade Estadual do Vale do Acaraú, com polo em Campina Grande – Paraíba, devido à sua influência em formar professores para educação básica. A abordagem metodológica desta pesquisa configura-se de caráter qualitativo, do tipo pesquisa-ação, articulada a uma pesquisa bibliográfica. A utilização das histórias em quadrinhos no ensino superior, no contexto de formação inicial, propicia discussões de temática racial aos professores e uma prática educativa articulada com a teoria, por sua característica interdisciplinar, pois está ancorada em diferentes campos do conhecimento, proporcionando a compreensão de abordagens temáticas que versem sobre o povo negro, motivando, assim, uma aprendizagem crítica adaptada às diferentes realidades educacionais.

Referências

CALAZANS, F. M. A. Histórias em quadrinhos na escola. 3. ed. São Paulo: Paulus, 2008.

CHARTIER, R. História cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel; Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990.

LUYTEN, S. M. B. (Org.). Histórias em quadrinhos: leitura crítica. 2. ed. São Paulo: Paulinas, 1985.

MÜLLER, T. M. P.; COELHO, W. N. B. A Lei nº 10.639/03 e a formação de professores: trajetórias e perspectivas. In: MÜLLER, T. M. P.; COELHO, W. N. B. (Org.). Relações étnico-raciais e diversidade. Niterói: UFF: Alternativa, 2013.p. 59-86.

SANSONE, L.; PINHO, O. R. (Org.). Raça: novas perspectivas antropológicas. 2. ed. Salvador: Associação Brasileira de Antropologia: UFBA, 2008.

SANTOS, R. E.; VERGUEIRO, W. A postura educativa de O Tico-Tico: uma análise da primeira revista brasileira de histórias em quadrinhos. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 13, n. 2, 2008.

SANTOS, R. E.; VERGUEIRO, W. Histórias em quadrinhos no processo de aprendizado: da teoria à prática. Revista Científica – ECCOS, São Paulo, n. 27, p. 81-95, 2012.

SILVA, T. T. Teoria cultural e educação: um vocábulo crítico. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

VERGUEIRO, W.; RAMOS, P. (Org.). Quadrinhos na educação: da rejeição à prática. São Paulo: Contexto, 2009.
Publicado
2018-09-05