A POESIA COMO CUIDADO DE SI

FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO

  • Elisandro Rodrigues
  • Márcio Luís Marangon
  • José Geraldo Soares Damico

Resumo

Articula-se neste artigo uma reflexão sobre a potência do pensamento e do cuidado de si, tendo por objetivo apresentar a poesia como instrumento de articulação, agenciada com experiências de trabalho no fazer educação em sala de aula. Escolhe-se, para ajudar neste processo, um suporte metodológico histórico-hermenêutico, com o qual se almeja dialogar e triangular autores e experiências pedagógicas. Para problematizar tal temática, divide-se o texto em três partes, sendo que na primeira se utilizará uma análise do papel da estética na Grécia antiga. Em um segundo momento, abordar-se-á o cuidado de si como alternativa para enfrentar as consequências dos modos de vida na sociedade contemporânea, e pressupostos de Foucault serão bases fundamentais para tais apontamentos. Por fim, há uma tentativa de montagem entre expressão poética e cuidado de si mediante experiências práticas desenvolvidas em zonas de aproximação entre a educação básica e a educação superior.

Publicado
2018-06-11