A racionalidade pedagógica nos processos de mediação à produção de sentidos e de aprendizagem aos saberes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25053/edufor.v2i6.2374

Palavras-chave:

Racionalidade pedagógica. Mediação pedagógica. Intersubjetividade. Aprendizagem.

Resumo

O estudo focaliza o saber ensinar como uma competência objeto de formação específica na instituição universitária: envolve a práxis de um sujeito mediador de aprendizagem cujo desempenho afeta tanto a sua própria identidade como a dos sujeitos aprendizes que dela participam. Situa o fenômeno da aprendizagem em contexto de relações intersubjetivas de comunicação dialógica sob o prisma da mediação movida por uma racionalidade produtora de sentidos e significados pela transformação pedagógica dos conteúdos de ensino. Dá-se ênfase à racionalidade da dinâmica que configura a relação intersubjetiva no trabalho docente, concebendo esta como racionalidade pedagógica que requer competência comunicativa e dialógica, fonte de reflexividade crítica e transformadora. A epistemologia da práxis subjacente à abordagem do estudo é geradora de processos de formação integral e permanente em perspectiva de emancipação profissional e cidadã.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADORNO, T. W. Educação e emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

BOUFLEUER, J. P. Correspondência. Ijuí: Unijuí, 2008.

CASAGRANDE, A. C. Ação comunicativa, intersubjetividade e aprendizagem: a escola enquanto comunidade comunicativa. 2008. 161 f. Dissertação (Mestrado em Educação nas Ciências) – Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2008.

FENSTERMACHER, G. D.; RICHARDSON, V. L’explicitation et la reconstruction des arguments pratiques dans l’enseignement. Cahiers de la Recherche en Éducation, v.1, n. 1, p. 157-181, 1994.

FREIRE, P. Pedagogia da tolerância. São Paulo: Unesp, 2005.

HABERMAS, J. Racionalidade e comunicação. Lisboa: 70, 2002.

MARTINAZZO, C. J. Pedagogia do entendimento intersubjetivo: razões e perspectivas para uma racionalidade comunicativa na pedagogia. Ijuí: Unijuí, 2005.

PIMENTA, S. G. Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 2002.

PRESTES, N. H. Educação e racionalidade: conexões e possibilidades de uma razão comunicativa na escola. Porto Alegre: PUC, 1996.

SACRISTÁN, J. G. Poderes instáveis em educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

SHULMAN, L. S. Knowledge and teaching: Foundations of new reform. Harvard Educational Review, Massachusetts, n. 51, p. 1-22, 1987.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

THERRIEN, J. Docência universitária e formação para o trabalho pedagógico: a gestão dos saberes na docência. Projeto de pesquisa. Fortaleza: UFC/CNPq, 2007.

THERRIEN, J. Os saberes da racionalidade pedagógica na sociedade contemporânea. Educativa, Goiânia, v. 9, n. 1, p. 67-81, 2006.

THERRIEN, J.; NÓBREGA-THERRIEN, S. M. Formação para além do ensino na docência universitária: reflexões ancoradas na formação cidadã. In: SALES, J. A. M.; FARIAS, I. M. S.; BARRETO, M. C. (Org.). Docência e formação de professores: novos olhares sobre temáticas contemporâneas. Fortaleza: UECE. 2010. p. 99-108.

THERRIEN, J.; SOUZA, A. Cultura docente e gestão pedagógica: a racionalidade prática dos saberes do saber-fazer. Tecnologia Educacional, Rio de Janeiro, v. 29, n. 150-151, p. 42-51, 2000.

Downloads

Publicado

2017-09-01

Como Citar

THERRIEN, J.; AZEVEDO, M. R. de C.; LACERDA, C. R. A racionalidade pedagógica nos processos de mediação à produção de sentidos e de aprendizagem aos saberes. Educ. Form., [S. l.], v. 2, n. 6, p. 186–199, 2017. DOI: 10.25053/edufor.v2i6.2374. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/166. Acesso em: 18 maio. 2022.