A filosofia da tecnologia na formação de engenheiros

algumas ideias sobre a experiência de cuba

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25053/redufor.v4i12.1425

Palavras-chave:

Filosofía, Ingenierías, Formación

Resumo

A tecnologia está avançando rapidamente e impacta na maneira de abordar a relação entre o ser humano e o mundo, o significado de nossas vidas, o conhecimento da realidade e a governabilidade social. Assim, a tecnologia tornou-se um assunto que não apenas surge nos diferentes ramos da filosofia, mas suscita ainda um tratamento especializado nos limites do que é conhecido como Filosofia da Tecnologia. Há um grande consenso de que este assunto deve ser levado a sério por aqueles que têm a ver com o desenvolvimento tecnológico e suas aplicações, especialmente engenheiros, e aqueles envolvidos em sua formação e educação. O presente trabalho aborda a introdução de temas de Filosofia da Tecnologia nos cursos de Engenharia em Cuba, levando em conta sua demanda social, base epistemológica, assim como os cenários e estratégias de seu ensino e aprendizagem. Como base empírica, foram utilizados os currículos e planos de carreiras de engenharia, e realizou-se uma sistematização das experiências docentes dos autores como professores em cursos de engenharia. Concluímos que a experiência cubana nesta questão está relacionada ao seu contexto educacional e social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adolfo Ramos Lamar, Universidade Regional de Blumenau (FURB)

Pós-doutor em Educação pela Universidade de São Paulo.Professor da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau, Santa Catarina. Consultor ad-hoc de publicações periódicas e agências de fomento. É Pesquisador do Grupo Educogitans da FURB, Observatório de Estudos Comparativos em Educação (OIECE), Grupo Paideia e Grupo de Estudos e Pesquisas em Política e Avaliação Educacional da Faculdade de Educação da UNICAMP e pesquisador colaborador do Grupo de Pesquisa Comunidades Sustentáveis do Mestrado e Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da UESC.  

Eduardo Francisco Freyre Roach, Universidade Agrária de Havana

Professor Titular da Universidade Agrária de Havana (UNAH). Professor dois Mestrados em Ensino Superior, em Agroecologia, em Extensão Agrária e Doutores em Desenvolvimento Agrário e Rural. Ministrou cursos em universidades do Brasil, México, Equador e Bolívia.

Referências

ALBERT PINO, B.; CARMONA TAMAYO, E.; ROMEO MATOS, L. La ciencia en Cuba, una mirada a sus retos y proyecciones. Cubadebate. Disponible en: <http://www.cubadebate.cu/especiales/2018/12/28/la-ciencia-en-cuba-una-mirada-a-sus-retos-y-proyecciones/#.xqhsa1wzzpy>. Acceso el: 12 jun. 2019.

BACHELARD, G. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BACHELARD, G. O racionalismo aplicado. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

BARIFOUSE R. Ciências humanas são tão importantes quanto exatas e biológicas, diz professora de Harvard. BBC News Brasil, São Paulo, 30 abr. 2019. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/brasil-48070180>. Acesso em: 12 jun. 2019.

BUNGE, M. Nada grandioso se ha emprendido por encargo de mediocres. El Espectador, Bogotá, 28 mar. 2018.

CÁRDENAS BARRETO, J. L. Conflictos de la filosofía experimental en el siglo XVII. Praxis Filosófica, Cali, n. 41, p. 57-80, 2015.

CUPANI, A. La peculiaridad del conocimiento tecnológico. Scientiæ Studi, São Paulo, v. 4, n. 3, p. 356-371, 2006.

DÍAZ CABALLERO, J. R. Humanismo y tecnología. Revista Cubana de Ingeniería, La Habana, v. 1, n. 2, p. 61-64, 2010.

DÍAZ CABALLERO, J. R. La ciencia nacional. Revista Cubana de Ingeniería, La Habana, v. 7, n. 1, p. 54-62, 2016.

DÍAZ CABALLERO, J. R. (Coord.). Tecnología y sociedad. La Habana: Félix Varela, 2006.

DÍAZ CABALLERO, J. R.; BORRERO, I. S. Hacia dónde va la tecnología? Editorial Científico-Técnico, La Habana, 2011.

DÍAZ CABALLERO, J. R.; RUBIDO RODRÍGUEZ, E. Tecnología, sociedad y futuro. Revista Cubana de Ingeniería, La Habana, v. 1, n. 2, p. 61-68, 2011.

FEENBERG, A. O que é filosofia da tecnologia? In: NEDER, R. (Org.). A teoria crítica de Andrew Feenberg: racionalização democrática, poder e tecnologia. Brasília, DF: UnB, 2010. p. 39-51.

GATTI, B. A. Estudos quantitativos em educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 11-30, 2004.

GONZÁLEZ GARCÍA, M.; LÓPEZ CEREZO, J. A.; LUJÁN, J. L. Ciencia, tecnología y sociedad: una introducción al estudio social de la ciencia y la tecnología. Tecnos, Madrid, 1996.

GUTIÉRREZ, M. V. H.; ACHÓN, T. H. La formación de ingenieros desde el enfoque Ciencia, Tecnología y Sociedad. Referencia Pedagógica, La Habana, n. 1, p. 16-28, 2018.

ISNAD, G. D. The philosophy of technology and engineering. Journal of University Research, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 7-13, 2018.

KOERICH, M. S. et al. Tecnologias de cuidado em Saúde e Enfermagem e suas perspectivas filosóficas. Texto Contexto - Enfermagem, Florianópolis, v. 15, n. esp., p. 178-185, 2006.

KUHN, T. S. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1997.

LAMAR, A. R.; ROACH, E. F. F. La concepción de la ciencia y la técnica de Juan David García Bacca. In: SEMINARIO INTERNACIONAL SOBRE PENSAMIENTO LATINOAMERICANO, 1., 1987, La Habana. Resúmenes del Seminario. La Habana: Universidad de la Habana, 1987.

MEDINA, M. Tecnología y filosofía: más allá de los prejuicios epistemológicos y humanistas. Isegoria, [S.l.], v. 12, p. 180-197, 1995.

MITCHAM, C. La importancia de la filosofía para la ingeniería. In: LÓPEZ CEREZO, J. A. et al. (Ed.). Filosofía de la Tecnología. Madrid: Teorema, 2001. p. 31-53.

MITCHAM, C. ¿Qué es la Filosofía de la Tecnología? Barcelona: Anthropos, 1989.

MONTERO CABRERA, L. La ciencia y la tecnología en Cuba una década después. Temas, n. 93-94, p. 4-10, 2018.

MORAN SEMINARIO, H. M. Filosofía de la Tecnología, su devenir y tendencia fundamentales. Revista de la Facultad de Ciencias Económicas, Lima, v. 11, n. 29, p. 117-130, 2006.

NÚÑEZ JOVER, J. La ciencia y la tecnología como procesos sociales. La Habana: Félix Varela, 2001.

OLIVEIRA, E. R. A. A filosofia da ciência e a sua extensão à engenharia. Millenium: Revista do Instituto Superior Técnico, Viseu, n. 24, p. 101-124, 2001.

Publicado

2019-09-02

Como Citar

LAMAR, A. R.; ROACH, E. F. F. A filosofia da tecnologia na formação de engenheiros: algumas ideias sobre a experiência de cuba. Educ. Form., [S. l.], v. 4, n. 12, p. 3–20, 2019. DOI: 10.25053/redufor.v4i12.1425. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/1425. Acesso em: 19 set. 2021.