A influência da formação continuada na prática docente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25053/edufor.v2i4.1961

Palavras-chave:

Formaçãocontinuada do professor, Prática pedagógica, Teoria da atividade

Resumo

O texto discute como a formação continuada pode ou não influenciar a prática pedagógica docente. Para tanto, analisa as entrevistas e observações em sala de aula realizadas com doze professoras participantes de um curso de formação continuada. Utiliza como categorias teóricas os conceitos de cotidiano e não cotidiano (Heller) e de sentido e significado (Leontiev). Conclui que a influência que qualquer evento de formação docente venha a exercer sobre a prática de professores depende, principalmente, dos mediadores que possam proporcionar-lhes possibilidades de ruptura com as formas de pensamento cotidiano, permitindo, portanto, a aproximação do seu sentido pessoal do significado social do trabalho docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRÉ, M. E. D. A. O papel da pesquisa na formação do professor. In: MIZUKAMI, M. G. N.; REALI, A. M. M. (Org.). Formação de professores: tendências atuais. São Carlos: UFSCar, 1996. p. 95-105.

DUARTE, N. A individualidade para-si: contribuição a uma teoria histórico-social da formação do indivíduo. Campinas: Autores Associados, 1996.

FORMOSINHO, J. (Coord.). Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Porto: Porto, 2009.

GRAMSCI, A. Concepção dialética da história. 7. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1987.

HELLER, A. O cotidiano e a história. 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

HELLER, A. Sociología de la vida cotidiana. Barcelona: Península, 1977.

LEONTIEV, A. N. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte, 1978.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. São Paulo: Abril Cultural, 1975.

MELLO, S. A. A obviedade como obstáculo ao desenvolvimento da consciência crítica do educador. 1996. 198 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 1996.

OLIVEIRA, B. A. O trabalho do educativo: reflexões sobre o paradigma e problemas do pensamento pedagógico brasileiro. Campinas: Autores Associados, 1996.

VÁSQUEZ, A. S. Filosofia da práxis. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

Downloads

Publicado

2017-01-02

Como Citar

MORORÓ, L. P. A influência da formação continuada na prática docente. Educ. Form., [S. l.], v. 2, n. 4, p. 36–51, 2017. DOI: 10.25053/edufor.v2i4.1961. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/122. Acesso em: 24 set. 2021.