PROCESSO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL E ESTADUAL DE FORMAÇÃO DOCENTE: PROPOSIÇÕES E RESISTÊNCIAS NO PARANÁ

Palavras-chave: políticas curriculares;, licenciaturas;, formação docente, Progrades

Resumo

Para tratar do processo de institucionalização da política de formação inicial e continuada de professores da Educação Básica e Superior, a partir da gestão e das políticas curriculares nas licenciaturas, o artigo problematiza sociologicamente as tensões e os marcos curriculares da trajetória histórico- contextual que configura o período de 1996 a 2018 no Brasil, perpassando pela análise de documentos educacionais referenciais que materializam expressões de currículo. Na sequência, debate proposições, tensões e resistências percebidas no processo de constituição da política estadual de formação docente no Paraná, tomando como recorte histórico-curricular a Resolução CNE/CP nº 02/2015, interfacetada pelas alternativas coletivas de gestão pedagógica apresentadas pelo Progrades (Fórum Permanente dos Pró-reitores de Graduação das IEES/PR). Como um dos resultados do estágio pós-doutoral, esta pesquisa qualitativa, de cunho bibliográfico e documental, parte das reflexões de currículo como campo de disputa, embasando-se nas contribuições de Pierre Bourdieu.

Biografia do Autor

Angela Maria de Sousa Lima, Universidade Estadual de Londrina

Pós-doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), na Linha de Pesquisa: Políticas e Gestão em Educação (2019). Doutora em Ciências Sociais (2009) pela Universidade Estadual de Campinas; Mestre em Sociologia Política pela Universidade Federal do Paraná (2002) e Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (1997).

Mário Luiz Neves Azevedo, Universidade Estadual de Maringá
Professor Titular da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da USP, com estágio de pesquisa, apoiado pela CAPES, no Institut National de Recherche Pédagogique (INRP-França). Pós-doutorado na Universidade de Bristol (UoB-Inglaterra). Pesquisador visitante na Universidade de Cambridge (Wolfson College - 2018/2019) com apoio da CAPES (Edital PVE nº 45/2017). Pesquisador do CNPq.  
Publicado
2019-08-02
Como Citar
Lima, A., & Azevedo, M. L. (2019). PROCESSO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL E ESTADUAL DE FORMAÇÃO DOCENTE: PROPOSIÇÕES E RESISTÊNCIAS NO PARANÁ. Educação & Formação, 4(12 set/dez). https://doi.org/10.25053/redufor.v4i12.1126