As representações dos idosos do CRAS de Tabuleiro do Norte (CE) sobre as terminologias velho e idoso

Autores

Palavras-chave:

Velhice., Educação Física, Fenomenologia

Resumo

Este artigo tem como objetivo compreender as representações que os idosos possuem acerca das terminologias velho e idoso e o papel da Educação Física na construção dessas representações. Destaca-se que esta pesquisa é de natureza qualitativa, e para a coleta de dados foi realizada uma revisão bibliográfica e uma entrevista guiada com o público de 8 idosos do CRAS, ademais para a interpretação de dados utilizou-se o método fenomenológico. Deste modo, pôde ser constado que os significados atribuídos as palavras velho e idoso transcendem os limites meramente conceituais. Alguns dos entrevistados alegam que o termo velho se encaixa em pessoas acamadas, e consideram uma falta de respeito. Por sua vez, o termo idoso é associado a uma vida mais ativa. No que diz respeito à Educação Física, notamos que esta possui um papel importante na ressignificação do processo de envelhecimento, possibilitando uma visão mais sensível desta etapa da vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joselita da Silva Santiago, Escola Turma da Mônica

Pós-graduanda em Ensino de Educação Física Escolar pela Faculdade Venda Nova do Imigrante, Graduada em Licenciatura em Educação Física pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Professora na Escola Turma da Mônica.

Arliene Stephanie Menezes Pereira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Doutoranda em Educação. Mestra em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará-IFCE.

Kaline Lígia Estevam de Carvalho Pessoa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Mestra em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Especialista em Educação Física Escolar pelo Centro Universitário Internacional-UNINTER, Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará-IFCE.

Francisco Eraldo da Silva Maia, Universidade Norte do Paraná

Pós-Graduado em Ensino de Educação Física Escolar pela Faculdade Venda Nova do Imigrante. Pós-Graduado em Didática e Práticas de Ensino pela Faculdade de Quixeramobim (UNIQ). Tutor na da Universidade Norte do Paraná (Unopar).

Publicado

2021-01-01

Como Citar

Santiago, J. da S., Pereira, A. S. M., Pessoa, K. L. E. de C., & Maia, F. E. da S. (2021). As representações dos idosos do CRAS de Tabuleiro do Norte (CE) sobre as terminologias velho e idoso. Ensino Em Perspectivas, 2(1), 1–15. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/4578