Percepções sobre as ações das redes públicas de ensino durante a pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25053/redufor.v6i3.5412

Palavras-chave:

Educação, Percepção, Professores, Pandemia, COVID-19

Resumo

O objetivo deste trabalho é captar a percepção dos profissionais de educação básica sobre as ações de suas redes de ensino durante a COVID-19. Dessa forma, através de uma análise quantitativa dos dados colhidos por uma pesquisa exploratória, observamos que, embora a percepção dos profissionais reconheça a efetiva participação de suas redes de ensino para que não ocorra interrupção das atividades com os alunos, um percentual relevante de professores interrompeu completamente suas atividades e os que continuaram atuando, realizaram atividades de maneira autônoma, sem direcionamento e sem ações coordenadas. Registramos que estudos futuros poderão evidenciar com mais clareza os danos que a situação aqui estudada causará em uma geração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jairo Campos dos Santos, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Doutor em Educação, na linha de Pesquisa Políticas e Instituições Educacionais - PPGE - UFRJ. Mestre em Gestão e Estratégia e Negócios - PPGEN - UFRRJ. Especialização em Gestão da Administração Pública - UCB - UNESCO. Especialização em Informática Educativa - UCB. Graduação em Matemática - UCB. Graduação em Administração - UniMSB. Analista de Planejamento e Orçamento da Secretaria Municipal de Fazenda do Rio de Janeiro - SMF - PCRJ.

Luiza Alves de Oliveira, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2011), mestra em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2004) e graduação em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ (1989). Atualmente, é Professora Adjunta da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ e docente do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGEduCIMAT) da UFRRJ.

Referências

ABREU, Enoque Teixeira; NOVAES, Maria Angélica; ZARRO, Maria Izadora Mendonça. Desafios na Formação de Professores para atuação na EAD. Revista Paidéi@. Unimes Virtual, Santos – SP, v12, nº 21, jan. 2020. Disponível em: <http://periodicos.unimesvirtual.com.br/index.php/paideia/>. Acesso em: 15 abr. 2020.

AZEVÊDO, Alessandro Augusto de. O que a Pandemia interpela a professores e professoras. Natal: Editora Feitoemcasa, 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer do Conselho Nacional de Educação/Conselho Pleno nº 05/2020, de 28 de abril de 2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ . Acesso em: 01 jun. 2020.

CAMPOS, Gastão W. S. O pesadelo macabro da Covid-19 no Brasil: entre negacionismos e desvarios. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 18, n. 3, set./dez. 2020. Disponível em: http://www.revista.epsjv.fiocruz.br/index.php?Area=Periodico. Acesso em: 10 jul. 2020.

CANI, Josiane Brunetti et al. Educação e COVID-19: a arte de reinventar a escola mediando a aprendizagem “prioritariamente” pelas TDIC. Revista IFES CIÊNCIA, Vitória-ES, v. 6, Edição Especial, n. 1, p. 23-29, junho 2020. Disponível em: https://ojs.ifes.edu.br/index.php/ric/issue/view/45. Acesso em: 26 jul. 2020.

DOXSEY Jaime Roy; DE RIZ, Joelma. Metodologia da pesquisa científica. ESAB – Escola Superior Aberta do Brasil, Apostila. 2002-2003. Disponível em: https://cafarufrj.files.wordpress.com/2009/05/metodologia_pesquisa_cientifica.pdf. Acesso em: 26 jul. 2020.

FILHO, Manuel Martins de Santana. Educação geográfica, docência e o contexto da pandemia COVID-19. Revista Tamoios, São Gonçalo (RJ), ano 16, n. 1, Especial COVID-19. pág. 3-15, maio 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/tamoios. Acesso em: 10 jul. 2020.

SILVA, Graciella Fabrício. Das ocupações de escolas ao governo Bolsonaro: desafios à educação pública no Brasil contemporâneo. In: Encontro de História da Anpuh-Rio, 19, Rio de Janeiro 2020. Anais...Rio de Janeiro, 2020. Disponível em: https://www.encontro2020.rj.anpuh.org/anais/trabalhos/trabalhosaprovados. Acesso em 12/04/2021.

KOHAN, Walter Omar. Formação inventiva de professores em tempos de pandemia: o que um louco lúcido nos convida a pensar e escrever? Mnemosine, Rio de Janeiro, v.16, nº1, p. 53-66 (2020). Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/mnemosine/. Acesso em 12 abr. 2020.

MACEDO, Yuri Miguel; ORNELLAS, J. L; BOMFIM, Helder Freitas do. COVID – 19 NO BRASIL: o que se espera para população subalternizada? Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade - Bom Jesus da Lapa, v. 2, p. 01-10, jan./dez. 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/encantar.v2.0001. Acesso em: 12 abr. 2021.

NASCIMENTO, Leandra Fernandes do; CAVALCANTE, Maria Marina Dias. Abordagem quantitativa na pesquisa em educação: investigações no cotidiano escolar. Revista Tempos e Espaços em Educação, São Cristóvão, Sergipe, v. 11, n. 25, p. 251-262, abr./jun. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.20952/revtee.v11i25.7075. Acesso em: 20 abr. 2020.

OLIVEIRA, Hudson do Vale de; SOUZA, Francimeire Sales de. Do conteúdo programático ao sistema de avaliação: reflexões educacionais em tempos de pandemia (COVID -19). Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, Roraima, ano II, vol. 2, n. 5, maio 2020. Disponível em: https://revista.ufrr.br/boca/issue/view/284. Acesso em: 20 jun. 2020.

RIO DE JANEIRO. Governo do Estado do Rio de Janeiro. Deliberação do Conselho Estadual de Educação nº 376, de 23 de março de 2020. Orienta as Instituições integrantes do Sistema Estadual de Ensino do estado do Rio de Janeiro sobre o desenvolvimento das atividades escolares não presenciais, em caráter de excepcionalidade e temporalidade, enquanto permanecerem as medidas de isolamento previstas pelas autoridades estaduais na prevenção e combate ao Coronavírus – COVID-19. Disponível em: http://www.cee.rj.gov.br/deliberacoes. Acesso em: 01 jun. 2020.

RIO DE JANEIRO. Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro. Deliberação do Conselho Municipal de Educação nº 39, de 02 de abril de 2020. Orienta as instituições do Sistema Municipal de Ensino do Rio de Janeiro sobre a realização de atividades escolares em regime especial domiciliar, em caráter excepcional, no período em que permanecerem em isolamento social fixado pelas autoridades municipais e pela comunidade médico-científica, em razão da necessidade de prevenção e combate ao COVID-19 - Coronavírus. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/web/sme/exibeconteudo?id=1122731. Acesso em: 01 jun. 2020.

Publicado

2021-07-17

Como Citar

SANTOS, J. C. dos; OLIVEIRA, L. A. de. Percepções sobre as ações das redes públicas de ensino durante a pandemia. Educ. Form., [S. l.], v. 6, n. 3, p. e5412, 2021. DOI: 10.25053/redufor.v6i3.5412. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/5412. Acesso em: 19 out. 2021.