Modelo de um questionário para avaliar a competência em comunicação oral dos alunos nos cursos de formação de professores no Magistério

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25053/redufor.v6i1.3490

Palavras-chave:

Comunicação oral, Educação infantil, Educação primária, Treinamento de professor

Resumo

O Espaço Europeu de Ensino Superior contempla o desenvolvimento da competência comunicativa como uma questão fundamental nos planos de formação de professores. Portanto, faz-se necessário aprofundar o conhecimento das percepções que futuros professores têm sobre sua competência oral e sobre a formação recebida nesse aspecto ao longo do curso. Neste sentido, é apresentado o modelo e a validação de um questionário com 156 professores em formação. Os resultados confirmam a solidez da ferramenta e a exploração das avaliações dos alunos mostra a incidência de algumas variáveis, como sexo, experiência acadêmica ou profissional. Além disso, destaca-se a correlação negativa entre a avaliação da formação recebida e o curso, com uma avaliação insuficiente entre os alunos que estão concluindo o curso.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iris Orosia Campos Bandrés, Universidad de Zaragoza

Doutora em Educação pela Universidade de Saragoça. Professor da Área de Didática da Língua e Literatura e Diretora do Diploma de Especialização em Filologia Aragonesa da Universidade de Zaragoza. Membro do grupo de pesquisa de referência ECOLIJ (Educação Comunicativa e Literária na Sociedade da Informação. Literatura infantil e juvenil na construção de identidades). Linhas de pesquisa: ensino de idiomas, literatura infantil e juvenil, sociolinguística educacional, idiomas minoritários e multilinguismo.

María Jesús Colón Castillo, Universidade de Zaragoza

Professora da Área de Didática da Língua e Literatura da Faculdade de Educação da Universidade de Zaragoza. Membro do grupo de pesquisa de referência ECOLIJ (Educação Comunicativa e Literária na Sociedade da Informação. Literatura infantil e juvenil na construção de identidades). Linhas de pesquisa: treinamento de leitores, leitura em contextos rurais, álbum sem palavras e didática da língua.

Marta Sampériz Hernández, Universidade de Zaragoza

Pesquisadora do Departamento de Ensino de Letras e Letras da Universidade de Zaragoza. Membro do grupo de pesquisa de referência ECOLIJ. (Educação comunicativa e literária na sociedade da informação. Literatura infantil e juvenil na construção de identidades). Linhas de pesquisa: estudos teóricos do livro de não ficção e leitura no meio rural.

Referências

BALAGUER, M. C.; FUENTES, M.; PALAU, M. La competencia oral en la formación inicial de maestros y maestras. Opción, v. 31, n. 5, p. 130-146, 2015.

BANDURA, A. Teoría del aprendizaje social. Madrid: Espasa Calpe, 1984.

BRUNER, J. Actos de significado: más allá de la revolución cognitiva. Madrid: Alianza, 1991.

BRUNER, J. El habla del niño: aprendiendo a usar el lenguaje. Madrid: Paidós, 1986.

DEL MORAL, C. El debate como estrategia formal para mejorar la competencia comunicativa de los futuros maestros. In: AGUILAR, A. M.; PEÑA, B. (Coord.). Didáctica de la lengua y la literatura: buenas prácticas docentes. Madrid: Asociación Cultural y Científica Iberoamericana, 2017. p. 80-111.

DEL MORAL, C.; SENÍS, J. Diseño y evaluación de un proceso de formación en habilidades comunicativas para la docencia. Porta Linguarum: Revista internacional de didáctica de las lenguas extranjeras, v. extra, n. 2, p. 57-71, 2017.

DOMINGO, J. et al. Competencias comunicativas de maestros en formación. Profesorado: Revista de Currículum y Formación del Profesorado, Granada, v. 14, n. 2, p. 303-323, 2010. Disponible en: 10.5294/edu.2015.18.2.2. Acceso el: 9 jun. 2020.

DOMINGO, J.; GALLEGO, J. L.; RODRÍGUEZ, A. Percepción del profesorado sobre la competencia comunicativa en estudiantes de magisterio. Perfiles Educativos, México, DF, v. 142, p. 54-74, 2013.

GALLEGO, J. L.; RODRÍGUEZ, A. Competencias comunicativas de maestros de educación especial. Educación y Educadores, v. 18, n. 2, p. 209-225, 2015.

GALLEGO, J. L.; RODRÍGUEZ, A. Percepción del alumnado universitario de Educación Física sobre su competencia comunicativa. Movimiento, Buenos Aires, v. 20, n. 2, p. 425-444, 2014.

GALLEGO, J. L.; RODRÍGUEZ, A. Percepciones del profesorado sobre competencias comunicativas de futuros maestros de educación física. Revista Internacional de Medicina y Ciencias de la Actividad Física y el Deporte, Madrid, v. 18, n. 71, p. 479-492, 2018.

GRÀCIA, M. et al. La competencia comunicativa y lingüística en la formación inicial de maestros: un estudio piloto. Multidisciplinary Journal of School Education, v. 16, n. 2, p. 103-125, 2019. Disponible en: 10.14632/mjse.2019.16.103. Acceso el: 9 jun. 2020.

HERNÁNDEZ, R.; FERNÁNDEZ, C.; BAPTISTA, M. P. Metodología de la investigación. 6. ed. México, DF: McGraw Hill, 2014.

HERNÁNDEZ, R.; MENDOZA, C. P. Metodología de la investigación: las rutas cuantitativa, cualitativa y mixta. México, DF: McGraw Hill, 2018.

LOMAS, C.; OSORO, A.; TUSÓN, A. Ciencias del lenguaje, competencia comunicativa y enseñanza de la lengua. Barcelona: Paidós, 1993.

MATOS, D.; JARDILINO, J. R. L. Os conceitos de concepção, percepção, representação e crença no campo educacional: similaridades, diferenças e implicações para pesquisa. Educação & Formação, Fortaleza, v. 1, n. 3, p. 20-31, 2016.

MEZZAROBA, C.; CARRIQUIRIBORDE, N. Teoría y práctica: cuestiones imprescindibles a la práctica educativa. Educação & Formação, Fortaleza, v. 5, n. 15, p. 1-20, 2020.

OREJUDO, S.; FERNÁNDEZ-TURRADO, T.; BRIZ, E. Resultados de un programa para reducir el miedo y aumentar la autoeficacia para hablar en público en estudiantes universitarios de primer año. Estudios sobre Educación, v. 22, p. 199-217, 2012.

ROMERO, A. et al. Desarrollo de la competencia en comunicación lingüística en primer curso de los grados de educación infantil y educación primaria. Revista Internacional de Educación y Aprendizaje, La Rioja, v. 1, n. 2, p. 37-48, 2013.

ROSALES, C. Competencias específicas curriculares que ha de adquirir el estudiante del título de Grado de Maestro. Profesorado: Revista de Currículum y Formación del Profesorado, Granada, v. 17, n. 3, p. 73-90, 2013.

SÁNCHEZ, E.; SÁNCHEZ, F. Una mirada a la trayectoria histórica de la formación de maestros en España durante los siglos XIX y XX. Educação & Formação, Fortaleza, v. 4, n. 10, p. 18-49, 2019.

VYGOTSKY, L. S. El desarrollo de los procesos psicológicos superiores. 3. ed. Barcelona: Crítica, 2000.

Publicado

2021-01-04

Como Citar

CAMPOS BANDRÉS, I. O.; COLÓN CASTILLO, M. J.; SAMPÉRIZ HERNÁNDEZ, M. Modelo de um questionário para avaliar a competência em comunicação oral dos alunos nos cursos de formação de professores no Magistério. Educ. Form., [S. l.], v. 6, n. 1, p. e3490, 2021. DOI: 10.25053/redufor.v6i1.3490. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/3490. Acesso em: 19 maio. 2022.