“Ensinar as creanças é o sacerdócio que conduz ao bem”: educação, docência e escola no jornal O Educador (1921-1922)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25053/redufor.v6i1.1485

Palavras-chave:

Docência, Escola, Educação

Resumo

Sob a perspectiva da nova história cultural, objetivou-se analisar as concepções de educação, escola e docência veiculadas pelo Jornal o Educador (1921-1922), tomando-se como fonte: um relatório do diretor geral da instrução pública, dois artigos e dois textos informativos. Após análise, depreendeu-se que a escola das primeiras décadas do século XX foi considerada o primeiro espaço de formação do cidadão, ganhando ares de “templo da esperança e da fé”, cuja missão era propagar conhecimentos úteis à vida social e moldar a personalidade moral do educando à prática dos deveres. Neste contexto, o professor primário seria um missionário que, exercendo um ministério sagrado com afeição e dedicação, formava, além do intelecto, a alma e o coração dos seus alunos, tornando-os aptos a servirem à pátria, à família e à sociedade. Sendo assim, o foco da educação era  preparar o educando para caminhar ativamente e disciplinadamente rumo ao futuro de uma sociedade melhor.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lúcia da Silva Nunes, Universidade Federal da Paraíba

Possui graduação em Pedagogia (1984) e em Letras (1991) pela Universidade Federal da Paraíba, mestrado em Letras (1996) pela mesma universidade, e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005). Atualmente é professora Associado III e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Educação da UFPB. 

Charliton José dos Santos Machado, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Educação. Professor Titular da Universidade Federal da Paraíba/UFPB. Pesquisador CNPq – Nível 1D.

Débia Suênia da Silva Sousa, Universidade Federal de Campina Grande

Doutora em Educação. Professora Adjunta da Universidade Federal de Campina Grande. Vice-Diretora Centro de Formação de Professores - Campus de Cajazeiras.

Referências

AGALMA. Como educar. O Educador, Parahyba, v. 1, n. 3, p. 2, 14 nov. 1921.

BARBOSA, S. F. P. Pequeno dicionário de escritores e jornalistas da Paraíba do século XIX: de Antônio da Fonseca a Assis Chateaubriand. João Pessoa: UFPB, 2009. Disponível em: http://www.cchla.ufpb.br/jornaisefolhetins. Acesso em: 10 jul. 2019.

BASTOS, M. H. C. As revistas pedagógicas e a atualização do professor: a Revista do Ensino do Rio Grande do Sul (1951-1992). In: CATANI, D. B.; BASTOS, M. H. C. (Org.). Educação em revista: a imprensa periódica e a História da Educação. São Paulo: Escrituras, 2002. p. 47-75.

BEZERRA, A. Em prol da Instrucção. O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 1, 1º nov. 1921.

CARVALHO, M. M. C. A educação e política nos anos 20: a desilusão com a República e o entusiasmo pela educação. In: LORENZO, H. C.; COSTA, W. P. (Org.). A década de 1920 e as origens do Brasil moderno. São Paulo: Unesp, 1997. p. 115-132.

FALCÃO, J. O ideal da escola (Parte I). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 34, p. 2, 7 jun. 1922a.

FALCÃO, J. O ideal da escola (Parte II). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 33, p. 1, 13 jun. 1922b.

GONDRA, J. G.; SCHNEIDER, O. Prefácio. In: GONDRA, J. G.; SCHNEIDER, O. (Org.). Educação e instrução nas províncias na corte imperial (Brasil, 1822-1889). Vitória: UFES, 2011. p. 11-14.

NAGLE, J. Educação e sociedade na Primeira República. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

NÓVOA, A. A imprensa de educação e ensino: concepção e organização do repertório português. In: CATANI, D. B.; BASTOS, M. H. C. (Org.). Educação em revista: a imprensa periódica e a História da Educação. São Paulo: Escrituras, 2002. p. 11-31.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte I). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 2, 1º nov. 1921a.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte II). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 2, 7 nov. 1921b.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte III). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 2, 14 nov. 1921c.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte IV). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 1, 28 nov. 1921d.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte V). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 1, 5 dez. 1921e.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte VI). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 1, 12 dez. 1921f.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte VII). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 1, 19 dez. 1921g.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte VIII). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 1, 6 fev. 1922a.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte IX). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 2, 20 fev. 1922b.

PARAHYBA DO NORTE, Estado da. Relatório apresentado ao Sr. Dr. Solon Barbosa de Lucena, M. D. Presidente do Estado, pelo Director Geral da Instrucção Pública, Bacharel João Alcides Bezerra Cavalcanti, sobre os negócios do ensino em 1921. (Parte X). O Educador, Parahyba, v. 1, n. 1, p. 1, 2 mar. 1922c.

PASSOS, M. A mística e o mito da era de ouro do magistério: trabalho, profissão e vocação – um percurso histórico em Minas Gerais (1892-1977). In: PASSOS, M. (Org.). A mística da identidade docente: tradição, missão e profissionalização. Belo Horizonte: Fino Traço, 2011. p. 91-123.

PINHEIRO, A. C. F. Da era das cadeiras isoladas à era dos grupos escolares. Campinas: Autores Associados; São Paulo: Universidade São Francisco, 2002.

SANTOS, E. L.; NUNES, M. L. S. A educação da mulher na Parahyba do Norte na Primeira República. In: FERRONATO, C. et al. (Org.). Trilhas da pesquisa em História da Educação. João Pessoa: Universitária, 2012. p. 169-178.

SOCIEDADE DOS PROFESSORES PRIMÁRIOS. O Educador: Orgam do Professorado Primario, v. 1, n. 35, p. 2, Parahyba, 20 jun. 1922.

Publicado

2021-01-01

Como Citar

NUNES, M. L. da S.; MACHADO, C. J. dos S.; SOUSA, D. S. da S. “Ensinar as creanças é o sacerdócio que conduz ao bem”: educação, docência e escola no jornal O Educador (1921-1922). Educ. Form., [S. l.], v. 6, n. 1, p. e1485, 2021. DOI: 10.25053/redufor.v6i1.1485. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/1485. Acesso em: 26 jan. 2022.