A importância da monitoria acadêmica no ensino superior

The importance of academic tutoring in higher education

Palavras-chave: Monitoria acadêmica, Ensino superior, Docência

Resumo

As Instituições de Ensino Superior (IES) têm tido a preocupação de organizar projetos educativos e pedagógicos, que desenvolvam uma aprendizagem ativa, construtiva, mediada e autorregulada. As matrizes curriculares são colocadas em prática ampliando o trabalho com diferentes propostas pedagógicas, investindo na ciência e na docência. Dentro desse contexto têm-se os programas de monitoria (FRISON,2016). A monitoria acadêmica define-se como um serviço de apoio pedagógico que visa oportunizar o desenvolvimento de habilidades técnicas e aprofundamento teórico, proporcionando o aperfeiçoamento acadêmico (HAAG,2009). É considerada uma modalidade de ensino aprendizagem que atende às necessidades de formação universitária porque envolve o graduando nas atividades de organização, planejamento e execução do trabalho docente. Os programas de monitoria são importantes no ensino superior de formação de professores por se constituir em mais uma oportunidade de aprendizagem do exercício docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Fiuza Gonçalves, Escola Superior de Ciências da Saúde

Graduanda em Medicina na Escola Superior de Ciências da Saúde do Distrito Federal (ESCS-DF). Atual diretora Científica da Associação Brasileira das Ligas Acadêmicas de Cirurgia capítulo DF. Bolsista PIC 2019-2020 e 2020-2021.

Alberto Magno Gonçalves, Universidade Federal de Goiás

Graduado em Odontologia pela UFG-GO, Especialista em Dentística pelo CRO-GO, Mestre em Dentística pela Faculdade de Odontologia de Bauru (USP) e Doutor em Dentística Restauradora pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Atualmente é Professor Titular da UFG-GO.

Beatriz Fiuza Fialho, Universidade Federal do Ceará

Graduanda em Engenharia Civil. Bolsista do PET de Engenharia Civil da UFC.

Ilda Machado Fiuza Gonçalves, Universidade Federal de Goiás

Graduada em Odontologia pela Universidade Federal do Ceará; Mestrado em Odontopediatria pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho – UNESP; Doutorado em Odontopediatria pela Universidade de São Paulo; Professora Titular da Faculdade de Odontologia - Universidade Federal de Goiás.

Referências

ABREU, F. A. M.; ASSIS, J. F. P.; MATOS, J. T. Monitoria pró- ativa: uma experiência didático-pedagógica do grupo de ensino de geologia introdutória da Faculdade de Geologia da federal do Pará, Belém. Terra e Didática. v.10, n.3, p.378-382, 2014.

ALBUEQUERQUE, G. S.; MENDES, R. R. S.; ROCHA, B. C.; CARNEIRO, M. C. Monitoria de técnica Operatória e Cirurgia Experimental e Sua Relevância na Formação Médica. Rev. Bras. de Educ. Med. v.36, n.4, p.564-569, 2012.

ANASTASIOU, L. G. C., ALVES, L. P. Estratégias de ensinagem. In ANASTASIOU L. G. C.; ALVES L. P. (Orgs.). Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. Joinville, SC: UNIVILLE, p. 67-100, 2006.

ARAÚJO, A.; SOARES, E. L. Identidade e relações étnico-raciais na formação escolar. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3628. Acesso em: 02 jan. 2019.

BATISTA, J. B.; FRISON, L. M. B. F. Monitoria e aprendizagem colaborativa eautorregulada. In VOOS, D.; Batista J. B. (Orgs.). Sphaera: sobre o ensino de matemáticae de ciências. Porto Alegre: Premier, p. 232-247, 2009.

BELTRAN, J. Concepto, desarrollo y tendencias actuales de la Psicología de lainstrucción. In: BELTRAN J.; GENOVARD E. C. (Eds.). Psicología de la instrucción: variablesy procesos básicos. Madrid: Síntesis/Psicología, p.19-86. 1996.

BORSATTO, A. Z; SILVA, P. D. D; ASSIS, F.; OLIVEIRA, N‑ECCO, ROCHA, P. R, LOPES, G. T. Processo de implantação e consolidação da monitoria acadêmica na UERJ e na Faculdade de Enfermagem (1985‑2000). Esc Anna Nery. v.10, n.2, p.187-194, 2006.

BRASIL. Decreto-Lei BR n° 5.540, de 28 de novembro de 1968. Fixa normas de organização e funcionamento do ensino superior e sua articulação com a escola média. Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivl_03/Leis/>5540.htm. Acesso em:10 jun. de 2012.

CARVALHO, S. O. Formação Docente e Práxis Pedagógica narrativa de uma professora. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3602. Acesso em: 02 jan. 2019.

CAXILE, C. R. Memória e representação: experiências e resistências numa manifestação cultural na cidade de Fortaleza. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3599. Acesso em: 02 jan. 2019.

COSTA, M. A.; SILVA, F. M.; SOUZA, D. Parceria entre escola e família na formação integral da criança. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3476. Acesso em: 02 jan. 2019.

FERREIRA NETO, J.; DA SILVA, R. Mestre Chitãozinho e a formação dos capoeiristas no Projeto ABC do João XXIII. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3518. Acesso em: 02 jan. 2019.

FRISON, L. M. B. Monitoria: uma modalidade de ensino que potencializa a aprendizagem colaborativa e autorregulada. Pró-Posições. v. 27, n.1, p.133-153, jan./abr., 2016.

GARCIA, L. T. S.; FILHO, L. G. S.; SILVA, M. V. G. Monitoria e avaliação formativa em nível universitário: desafios e conquistas. Perspectiva, Florianópolis. v. 31, n.3, p.973-1003, set./dez., 2013.

HAAG, G. S; KOLLING, V.; SILVA, E; MELO, S. C. B; PINHEIRO, M. Contribuições da Monitoria no Processo Ensino-Aprendizagem na Enfermagem. Rev. Bras. de Enf. v.61, n. 2, p.215-20, 2008.

MACIEL, J. A.; MACIEL, J.; MENDES, A.; SILVA, J. Dialogando sobre o tema jogos populares no ensino fundamental 1. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3506. Acesso em: 02 jan. 2019.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

MATOS, G. C. M; CARLOS, S. A Prática de monitora e construção de território. PSICO. v.41, n.4, p. 473-478, out./dez., 2010.

NERYS, F.; KOEPP, J.; COSTA, B.; BARON, M. Dificuldades na consulta clínica e nutricional de surdos no Brasil: revisão de literatura. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3605. Acesso em: 02 jan. 2019.

OSÓRIO, L. C. Psicologia grupal: uma nova disciplina para o advento de uma era. Porto Alegre: Artmed, 2003.

PESSÔA, J. M. Programa de monitoria como prática deformação do professor-contador: percepções e identidade. In: Anais [...] Simpósio brasileiro de política e administração da educação. Porto Alegre: ANPAE, 2007. Disponível: http://www.anpae.org.br/congressos_antigos/simposio2007/188.pdf Acesso em: 10 jan. 2012.

SANTOS, F.; GIASSON, F. Docência no Ensino Superior: formação, iniciação e desenvolvimento profissional docente. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3543. Acesso em: 02 jan. 2019.

SANTOS, G. M.; BATISTA, S. H. S. S. Monitoria acadêmica na formação em/para a saúde: desafios e possibilidades no âmbito de um currículum interprofissional em saúde. ABCS Heath Sci, v.40, n.3, p.203-207, 2015.

SILVA, J.; LIMA, I.; PARENTES, M. D.; SILVA, L. Trajetórias formativas de licenciandos em matemática: percepções sobre constituir-se professor. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3478. Acesso em: 02 jan. 2019.

SOUSA, F. G.; FERNANDES, F. R. Análise de conteúdo de “As três Marias” e a instrução feminina cearense: práticas educativas, vigilância e transgressão. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 1, n. 1, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3484. Acesso em: 02 jan. 2019.

TAVARES, J. Formação e inovação no Ensino Superior. Porto: Porto Editora, 2003.

Publicado
2020-09-14
Como Citar
GONÇALVES, M.; GONÇALVES, A. M.; FIALHO, B.; GONÇALVES, I. A importância da monitoria acadêmica no ensino superior. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 3, n. 1, p. e313757, 14 set. 2020.