https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/issue/feed Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo 2023-01-09T18:02:54-03:00 Editora Cristine Brandenburg rev.pemo@uece.br Open Journal Systems <p>A revista “Práticas Educativas, Memórias e Oralidades” (<strong>Rev.Pemo</strong>) é um periódico interdisciplinar, na área de humanidades, editado pelo grupo de pesquisa de mesmo nome - PEMO, chancelado pelo CNPQ e vinculado ao Centro de Educação da Universidade Estadual do Ceará (CED/UECE). O seu objetivo é publicar artigos científicos e produtos (técnicos/tecnológicos) nacionais e internacionais na área das ciências humanas, de maneira interdisciplinar com o campo de ensino, que colaborem com a ampliação do conhecimento no que concerne à qualificação das práticas educativas e à valorização das memórias e oralidades de discentes e docentes da educação básica e superior. Valoriza o ensino e a educação ao publicizar o conhecimento na interface das diversas licenciaturas - Pedagogia, História, Letras, Geografia, Filosofia, Ciências Sociais, Artes Visuais e afins.</p> <h2><strong style="font-size: 14px;">O fluxo de artigos para Rev.Pemo está aberto para demanda espontanea, bem como para a proposição de dossiês. Todavia, com o mote de evitar endogenia, não estamos aceitando artigos de autores da Universidade Estadual do Ceará.</strong></h2> https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/4592 O ensino de ciências à luz da concepção de docentes pedagogos dos Sertões de Crateús - Ceará 2021-02-24T09:47:47-03:00 Jones Baroni Ferreira de Menezes jones.baroni@uece.br Edivânia Oliveira Zacarias edivania.zacarias@aluno.uece.br Maria Erica Rodrigues Lima erica.lima@aluno.uece.br Francisco Nunes de Sousa Moura nunes.moura@alu.ufc.br <p>O presente trabalho surge durante a disciplina de Ensino de Ciências em um curso de Pedagogia nos Sertões de Crateús. Nessa perspectiva, objetivou-se compreender como o Ensino de Ciências está sendo realizado pelos professores da rede municipal de cinco cidade desta região. A investigação caracteriza-se como exploratória e descritiva, de abordagem qualitativa. A coleta de dados deu-se por meio de um questionário aplicado à pedagogas em atividade docentes. Observamos que diante da atual realidade do ensino e suas condições precárias em relação aos quesitos de investimentos educacionais, é notório o desafio de propor diferentes estratégias e recursos didáticos que despertem o interesse e curiosidade dos alunos. Contudo, é relatado sobre a importância social das Ciências, mas que a formação inicial para atuar nesta área é incipiente, sendo ocorrida uma (auto)formação no percurso da prática docente. Assim, é relevante a ampliação da abordagem do conteúdo de ciências na formação inicial dos pedagogos, a fim de sanar tal lacuna. </p> 2022-01-04T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Jones Baroni Ferreira de Menezes, Edivânia Oliveira Zacarias, Maria Erica Rodrigues Lima, Francisco Nunes de Sousa Moura https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8670 Contribuições de Reggio Emilia para a Educação Infantil: a escuta como prática para a efetivação dos direitos das crianças 2023-01-09T17:52:59-03:00 Drielly Martins Tonela drimtonela@gmail.com Maria Aparecida Guedes Monção maguedes@unicamp.br <p>Este artigo tem por objetivo refletir acerca das contribuições da Pedagogia da Escuta da Educação Infantil de Reggio Emilia para a garantia dos direitos das crianças. Tais direitos têm sido uma construção histórica, política e social, que representa uma nova concepção de infância e de criança enquanto sujeitos de direitos. A escuta das crianças desponta como elemento fundamental para que estes direitos se efetivem. Nessa direção, optamos por uma pesquisa de cunho qualitativo, pautada na revisão bibliográfica de estudos referentes à abordagem de Reggio Emilia e dos direitos das crianças. Esta pesquisa revelou que a Pedagogia da Escuta colabora na autopercepção das crianças enquanto sujeitos de direitos e protagonistas de seus processos de ensino-aprendizagem, além de promover experiências de exercício de tais direitos e o rompimento do adultocentrismo.</p> 2022-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Drielly Martins Tonela, Maria Aparecida Guedes Monção (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9212 Grupo de estudos: perspectivas colaborativas ao desenvolvimento da prática educativa 2023-01-09T17:53:11-03:00 João Sandro de Sousa Paixão joao.paixao@aluno.uece.br José Erison Matias Oliveira erisonoliveira1515@gmail.com Francisco Mirtiel Frankson Moura Castro mirtielfrankson@gmail.com <p>Este estudo, realizado em 2022, pautou-se em torno da perspectiva de trabalho colaborativo, e como ela repercute na prática docente. Para isso, delineou-se como objetivo geral compreender que possibilidades as experiências colaborativas vivenciadas no Grupo de Estudos de Pesquisa em Educação Saberes e Aprendizagem da Docência (GEPESAD) promovem à prática educativa, tendo em vista, um caráter formador. Para fundamentação do estudo, foram trazidos aspectos da teoria dos seguintes autores: Fiorentini (2013), Gama; Fiorentini (2009), Perelli; Garcia (2013), Farias et al (2009), Oliveira; Passos (2017). Foi utilizado o questionário como instrumento de produção coleta de dados, aplicado com professores em exercício da docência, e são integrantes do grupo de estudos supracitado, concomitantemente. Os elementos evidenciados constituem a pesquisa uma abordagem qualitativa. A perspectiva colaborativa evidenciada no grupo de estudos GEPESAD, contribui para o aprimoramento de conhecimentos e mobiliza outras aprendizagens aos professores em exercício da docência.</p> 2022-11-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 João Sandro de Sousa Paixão, José Erison Matias Oliveira, Francisco Mirtiel Frankson Moura Castro https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7088 A percepção de um grupo de alunos sobre o contexto da educação remota 2021-10-14T15:10:34-03:00 Francisco Karisson Chagas Lima karissonlima@hotmail.com Josefa Lúcia Morais Silva luiguatu01@gmail.com <p>A proposta apresenta uma experiência de utilização das ferramentas de pesquisa acadêmica para realizar um estudo sobre a percepção dos alunos no aprendizado remoto: o que os alunos aprenderam? Se aprenderam? E como qualificam os aprendizados que estão tendo diante do contexto pandêmico? Para resolução das problemáticas apresentadas utilizamos a pesquisa quantitativa/qualitativa por meio de um formulário eletrônico com um universo representativo dos alunos que estão acompanhando as aulas de forma síncrona na instituição pesquisada. Para fundamentar os debates da pesquisa utilizamos o pensamento de autores como Amante, Cartoni e Costa sobre metodologias de ensino remoto e educação a distância. A partir das respostas foi possível refletir sobre as dificuldades de acesso que cada um enfrenta diante da realidade, e produzir conhecimento científico para debater o ensino-aprendizagem, bem como fortalecer a prática, conhecimento tecnológico, e como alunos e professores estão fazendo uso das habilidades e competências digitais.</p> 2022-01-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Francisco Karisson Chagas Lima, Josefa Lúcia Morais Silva https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8714 O direito à educação do preso no Brasil e seus aspectos legais 2023-01-09T17:52:53-03:00 Cássia Gercina de Sousa Jácome cassiagercina3@gmail.com Emanuela Rutila Monteiro Chaves emanuelarutila@uern.br <p>Este trabalho discorre sobre o direito à educação da população em situação de cárcere no Brasil e tem como objetivo geral analisar a legislação em torno desse direito. A presente investigação fundamenta-se na abordagem qualitativa, a partir de uma pesquisa de cunho bibliográfico e documental que parte do exame dos principais tratados internacionais e da legislação nacional que discorrem acerca do direito à educação desse segmento. É relevante frisar que apesar da educação ser caracterizada como um instrumento de ressocialização, ela não deve ser tratada apenas para este fim, mas sim como um direito necessário e concreto que deve ser garantido em especial para os segmentos historicamente marginalizados.</p> <p> </p> 2022-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cássia Gercina de Sousa Jácome, Emanuela Rutila Monteiro Chaves (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7232 A roda de conversa na Educação Infantil: um mapeamento bibliográfico 2021-11-13T15:14:34-03:00 Katia Lanuce Morais Noronha katialanuce@hotmail.com Maria Margarita Villegas margaritavillega@hotmail.com Marcelo Bezerra de Morais marcelobezerra@uern.br <p>O presente texto tem o propósito de apresentar um levantamento das produções sobre a “roda de conversa na educação infantil”. As buscas se deram nos portais de periódicos da Capes e SciELO (Scientific Electronic Library Online); nos bancos de dados de teses e dissertações da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), e no Catálogo de Teses e Dissertações da Capes. O aporte teórico se deu a partir do conceito do estado do conhecimento em Ferreira (2002) e Romanowski e Ens (2006). A metodologia foi a pesquisa do tipo estado do conhecimento que tem como finalidade levantar dados sobre o conhecimento produzido a respeito de determinado tema. Os resultados apontam um volume baixo de produções sobre a temática e, a necessidade da realização de pesquisas partindo do olhar e dos saberes dos educadores na realização da roda de conversa.</p> 2022-03-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Katia Lanuce Morais Noronha, Maria Margarita Villegas, Marcelo Bezerra de Morais https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9126 Narrativas docentes pós ensino remoto: desafios e ressignificações no Ensino Médio 2023-01-09T17:55:11-03:00 Ana Paula Moraes Santos Souza anatarrafas@gmail.com Cicera Sineide Dantas Rodrigues sineide.rodrigues@urca.br Dasdores de Souza Santos maria.dasdoressouza@urca.br <p>A pesquisa investigou, a partir de narrativas docentes, os desafios que professoras (es) do Ensino Médio têm enfrentado no período pós ensino remoto. O problema de pesquisa que se arquitetou foi: quais aspectos são destacados por professores do Ensino Médio em suas narrativas sobre a retomada das aulas presenciais, no pós ensino remoto? O objetivo geral buscou compreender as narrativas docentes sobre a retomada das aulas presenciais após o ensino remoto emergencial. A metodologia utilizada foi de natureza qualitativa, inspirada no método da pesquisa narrativa. A entrevista narrativa constituiu o instrumento de geração de dados, analisados por meio da Análise Textual Discursiva (ATD). O referencial teórico fundamentou-se nos estudos de Delory-Momberger (2012), Freire (2001), Tardif (2020), Imbernón (2009), Josso (2007), Chizzoti (2003), Galiazzi e Moraes (2014). O estudo permitiu concluir que é necessário abrir espaços para que professoras (es) falem sobre desafios e possibilidades que fazem parte do seu trabalho.</p> 2022-11-06T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Ana Paula Moraes Santos Souza, Cicera Sineide Dantas Rodrigues, Dasdores de Souza Santos https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7306 Estado, políticas públicas e a ideologia como base para a avaliação da Política de Educação Profissional 2022-01-11T10:00:34-03:00 Etiene Figueiredo Ferreira etiene.ferreira@ifrn.edu.br Márcio Adriano de Azevedo marcio.azevedo@ifrn.edu.br <p>O presente artigo é fruto de pesquisa acerca de avaliação política da política de educação profissional, com desdobramentos frente às questões do Estado, das políticas públicas e às questões ideológicas que permeiam as políticas no Brasil. A avaliação política da política como pesquisa científica ainda é recente no Brasil, tendo como marco referencial as pesquisas e os estudos de Souza (2013), de Figueiredo e Figueiredo (1986), e de Azevedo (2010). Assim, de natureza e abordagem qualitativas, para a realização da pesquisa adotou-se os procedimentos teórico-metodológicos da revisão bibliográfica e da análise documental. As avaliações das políticas de educação, portanto, são vistas de forma reducionistas e abordadas de maneira meramente técnicas, pois as políticas neoliberais vêm influenciando e induzindo as avaliações a possuírem esse caráter. Diante das reflexões apresentadas, pois, tem-se que a educação profissional no campo das políticas públicas é submetida a modelos avaliativos.</p> 2022-01-11T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Etiene Figueiredo Ferreira, Márcio Adriano de Azevedo https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9131 Bissexualidade na pesquisa: estudo de revisão sistemática da literatura 2023-01-09T17:54:57-03:00 Bianca Longhitano bianca.longhitano@unesp.br Ana Claudia Bortolozzi claudia.bortolozzi@unesp.br <p>A sexualidade é um fenômeno humano e complexo e sua compreensão pode variar de acordo com o contexto em que se manifesta. Esta pesquisa teve por objetivo estudar como a bissexualidade tem sido tratada por meio de uma revisão sistemática da literatura. As bases de dados foram Science, Psycinfo, Pubmed, Scopus, Scielo e Pepsic com o descritor de busca “bissexualidade”. Os critérios de inclusão foram possuir a palavra “bissexualidade” no título, publicações entre 2000 e 2019 e estarem em inglês ou português. Foram localizados 31 documentos,&nbsp; excluídos 4 e resultantes 27 para análise de conteúdo.&nbsp; Destes,&nbsp; 26 eram de&nbsp; língua inglesa, e apresentam dados referentes às vulnerabilidades específicas e relevantes deste grupo. A pesquisa apresenta que os dados sobre essa população são escassos, contribuindo para a invisibilidade do grupo.</p> 2022-11-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Bianca Longhitano, Ana Claudia Bortolozzi https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8178 Alunos(as) com necessidades educacionais especiais na Educação Física Escolar: relatos de experiências de um professor-pesquisador 2023-01-09T17:55:32-03:00 Symon Tiago Brandão de Souza symontiago@hotmail.com Arliene Stephanie Menezes Pereira stephanie_ce@hotmail.com Luciana Venâncio luciana_venancio@yahoo.com.br <p>A Lei 13.146/2015 institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (PcD) e menciona a educação como direito e garantido sistemas educacionais inclusivos. Na perspectiva da Educação Inclusiva não é o(a) aluno(a) que tem que se adaptar, mas cabe a escola promover o acesso ao conhecimento/aprendizado. Assim, objetivamos narrar um relato da experiência educativa de um professor-pesquisador com alunos(as) com Necessidades Educacionais Especiais. O interesse no estudo surgiu frente à história de vida do primeiro autor como docente e diante dos desafios com a educação na perspectiva inclusiva. A abordagem qualitativa nos permitiu tecer narrativas geradas na educação básica e analisadas com duas professoras-pesquisadoras, com o intuito de desvelar os enredos pertinentes à inclusão na experiência com a Educação Física. Dessa forma, concluiu-se provisoriamente que o processo de inclusão nas aulas de Educação Física vai além das necessidades dos(as) alunos(as) partindo de uma vivência afetiva e experiencial dos(as) professores(as).</p> 2022-09-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Symon Tiago Brandão de Souza, Arliene Stephanie Menezes Pereira, Luciana Venâncio https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9148 Projeto de vida, novo ensino médio e(m) discurso no Twitter 2023-01-09T17:53:36-03:00 Francisco Vieira da Silva francisco.vieiras@ufersa.edu.br Patrícia Diógenes de Melo Brunet patricia.melo@ifpb.edu.br Thâmara Soares de Moura thamarasoaresmoura@gmail.com <p>O artigo analisa posicionamentos discursivos sobre o projeto de vida no âmbito da Reforma do Novo Ensino Médio em postagens publicadas no <em>Twitter</em>. O aparato teórico que conduz o estudo repousa principalmente em Foucault (1995; 2009; 2010) acerca do discurso, do poder e da resistência. Sobre a metodologia, trata-se de um estudo descritivo-interpretativo de natureza qualitativa. As análises sinalizam que os discursos das postagens examinadas fazem circular estratégias de resistência que se contrapõem ao efeito de consenso do discurso oficial sobre as reformas curriculares efetuadas no esteio do ensino médio, principalmente no que toca aos interesses neoliberais subjacentes à efetivação de tais reformas.</p> 2022-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Francisco Vieira da Silva, Patrícia Diógenes de Melo Brunet, Thâmara Soares de Moura https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8438 Relato de experiência de estágio no PIBID: reflexão crítica a partir dos sentimentos e observações 2023-01-09T17:55:30-03:00 Edú Fiorin Schopf edu.f.schopf@gmail.com <p>Este estudo emerge da experiência no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). O programa tem como princípio oportunizar ao graduando uma aproximação ao contexto escolar. Trata-se de um estudo de relato de experiência cujo objetivo é destacar a evolução dos sentimentos e observações do graduando no início e final do programa e relatar criticamente a experiência no estágio PIBID. O estudo foi construído através de relatórios, planos de aula, experiências e observações do graduando em Educação Física por 2 anos em uma escola pública. Identificou-se que o programa possibilitou o estabelecimento da relação professor-aluno ao e consequentemente uma evolução positiva dos sentimentos do graduando. Também, o PIBID aparenta ser um ótimo programa para a formação docente, porém a falta de capacitação para os estagiários pode levar a uma evasão nos cursos de licenciatura, principalmente pela falta de experiência e sentimento de insegurança e despreparo.</p> 2022-10-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Edú Fiorin Schopf https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9166 As fronteiras caíram e você lá trabalhando : maternidade e pandemia 2023-01-09T17:53:26-03:00 Joselha Marculino de Lima joselha.marculino@estudante.ufcg.edu.br Daiane Pereira Soares daiane.pereira@estudante.ufcg.edu.br Juliana Silva Santana juliana.santana@uece.com <p>O presente estudo tem como objetivo conhecer os contextos de trabalho de mulheres, mães e docentes universitárias de Instituições Federais do Nordeste brasileiro, durante o período de isolamento social decorrente da pandemia da Covid-19. Para o desenvolvimento desta produção, nos apoiamos teoricamente nas perspectivas do feminismo decolonial e interseccional e na técnica de Entrevista Narrativa elaborada por Schutze, (2013). A coleta do material empírico ocorreu a partir das narrativas de quatro mulheres voluntárias que descreveram os desafios e dificuldades que atravessaram no desenvolvimento das suas atividades domésticas, laborais e nos cuidados parentais durante o isolamento social. Destarte, a pesquisa em tela conduziu ao entendimento da necessidade de se promover uma discussão que possibilite a reflexão acerca do lugar da mulher, mãe na sociedade, visto que estas foram duramente impactadas durante a pandemia pelas opressões de gênero, a partir da sobreposição laboral com as atividades acadêmicas, domésticas e maternais.&nbsp;</p> 2022-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Joselha Marculino de Lima, Daiane Pereira Soares, Juliana Silva Santana https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8656 O Processo de Aprendizagem e Desenvolvimento à Luz da Psicologia Histórico-Cultural: contribuições à formação docente 2023-01-09T17:53:01-03:00 Maria Luiza Barbosa Araújo marialuizabarbosa.ml@gmail.com Cristina Cardoso de Araújo cc.araujo@ufma.br Francione Charapa Alves francione.alves@ufca.edu.br Maria Márcia Melo de Castro Martins marcia.melo@uece.br <p>Este estudo objetiva analisar as teorias que perpassam o Projeto Pedagógico do Curso - PPC de Licenciatura em Ciências Biológicas de uma universidade pública do Ceará, com ênfase na Psicologia Histórico-Cultural. A investigação é de natureza qualitativa, e teve como método a pesquisa documental. Para a coleta de dados, utilizou-se PPC, que foi analisado por meio da técnica de Análise de Conteúdo. Os resultados obtidos mostram que o PCC é entrelaçado por uma diversidade de teorias da aprendizagem e do desenvolvimento, o que gera uma multiplicidade de metodologias e de práticas avaliativas. Tendo em vista que o PPC é um documento que deve contribuir com a elevação da qualidade do curso, assim como com a formação dos futuros professores, ressalta-se a necessidade de teorias críticas como a Psicologia Histórico-Cultural, para fundamentar as práticas docentes dos formadores de professores nos cursos de licenciatura, em particular, nas Ciências Biológicas.</p> 2022-12-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Maria Luiza Barbosa Araújo, Cristina Cardoso de Araújo, Francione Charapa Alves, Maria Márcia Melo de Castro Martins (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9172 Vida e morte no feminino: discursos na ordem do patriarcado 2023-01-09T17:53:24-03:00 Eliézer Reis Vicente eliezervicentte@gmail.com Ellen Risia de Siqueira Freitas risia.ellen@gmail.com <p>Os casos de feminicídios no Brasil são antigos e recorrentes e os discursos sociais que os circundam continuam sendo preocupantes, pois giram, ainda e atualmente, em torno da culpabilização da mulher (vítima). O objetivo desse trabalho é discutir como os discursos estão inseridos e mantidos nos sistemas de uma sociedade machista e patriarcal que fundamenta a culpabilização da mulher. O <em>corpus</em> desse trabalho é composto de comentários (enunciados) por internautas seguidores da página @anapolis.noticias_ na rede social <em>Instagram</em> que foram veiculados em duas notícias este ano. Para isso, recorremos aos postulados teóricos sobre discurso e poder do filósofo francês Michel Foucault.</p> 2022-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Eliézer Reis Vicente, Ellen Risia de Siqueira Freitas https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/6763 Produção científica sobre história em quadrinhos na Scielo (1997-2020): o que dizem as pesquisas 2021-10-25T15:21:10-03:00 Renata Costa Brito Moraes renata.brito@uft.edu.br Gustavo Cunha de Araújo gustavocaraujo@yahoo.com.br <p>A história em quadrinhos é uma linguagem que pode proporcionar aos educadores e educandos um recurso didático e pedagógico importante para auxiliá-los no desenvolvimento de práticas pedagógicas em sala de aula, enriquecendo a aprendizagem. A partir de uma pesquisa de abordagem qualitativa e de levantamento bibliográfico, realizada na Scielo Brasil, objetivou-se investigar o que diz a produção acadêmica a respeito das histórias em quadrinhos indexadas nessa base, no período compreendido entre 1997 a 2020. Foram encontrados 9 artigos científicos sobre as histórias em quadrinhos. Desse total, 2 trabalhos discutem aspectos relacionados à realidade; 4 se referem especificamente às metodologias de ensino, e 3 estão relacionados ao mercado editorial. A pesquisa identificou também que as principais contribuições das HQs analisadas dizem respeito aos benefícios dessa linguagem como recurso didático-pedagógico ou metodologia de ensino na educação, independente do nível de ensino (educação básica ou ensino superior) e da área de conhecimento.</p> 2022-01-04T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Renata Costa Brito Moraes, Gustavo Cunha de Araújo https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8677 O papel social da escola na construção da cultura de paz 2023-01-09T17:55:14-03:00 Magdala Costa Borba magdallaveiga@gmail.com Thayná da Silva Sales thaynasales94@gmail.com Givanildo da Silva givanildopedufal@gmail.com <p>A escola é um dos mais importantes espaços de promoção à cultura, à autonomia, à diversidade, à educação formal, composta por sujeitos e pelas relações estabelecidas entre eles. O objetivo da pesquisa foi analisar a concepção dos profissionais da educação sobre o papel social da escola na construção da cultura de paz, tendo, como ponto de partida, a discussão sobre as práticas de construção de cultura de paz no contexto escolar. A metodologia esteve pautada na abordagem qualitativa e na pesquisa exploratória. O instrumento de coleta de dados foi o questionário, por meio do <em>Google Forms</em>, contando com sete participantes. Os principais resultados apontaram que a escola exerce papel importante no processo de construção da cultura de paz, pois ela é a protagonista na formação intelectual, social, política e ética dos indivíduos, responsável por todos os elementos educativos presentes em seu contexto.</p> 2022-11-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Magdala Costa Borba, Thayná da Silva Sales, Givanildo da Silva https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7212 O letramento digital e o ensino remoto: a percepção dos estudantes sobre a aprendizagem 2022-01-10T10:06:50-03:00 Marcos Antonio de Oliveira professor_marcosantonio@hotmail.com Verônica Maria de Araújo Pontes pontes.veronica@ifrn.edu.br <p>Cada vez mais as instituições escolares fazem uso das tecnologias digitais. Nesse momento de pandemia, ocasionada pela disseminação da COVID-19, é imprescindível o uso da tecnologia a fim de dar continuidade ao ensino. Este artigo tem o objetivo de refletir acerca do letramento digital para o uso da plataforma Sigeduc durante o ensino remoto. Para embasar este trabalho, autores como Buzato (2006), Dudeney, Hockly e Pegrum (2016), Freitas (2010), Kleiman (1995), Soares (2002), Souza (2007) e Zacharias (2016) serão essenciais. Para isso, foi feita uma pesquisa pela plataforma Google Forms, com estudantes do Ensino Médio de uma escola pública estadual de Mossoró (RN). Esses estudantes têm acesso às atividades por meio do Sigeduc. O resultado da pesquisa mostra que muitos estudantes não adquiriram o letramento digital adequado para poderem participar das aulas remotas, pois não conseguem utilizar a plataforma de ensino.</p> <p> </p> <p> </p> 2022-01-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Marcos Antonio de Oliveira, Verônica Maria de Araújo Pontes https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8743 Censo Escolar (2011 - 2020): Relações de trabalho e o “desenegrecimento” dos docentes baianos 2023-01-09T17:52:47-03:00 Gabriel Hidalgo de Lucena delucenagabriel@gmail.com Victor Morgado Farias dos Santos victormorgado055@gmail.com Selma Venco svenco@unicamp.br <p>O presente artigo tem como objetivo debater a importância do Censo Escolar (INEP) na construção de políticas públicas. Visa-se, igualmente, problematizar a metodologia das relações étnico-raciais e das relações de trabalho expressas nos dados oficiais, focalizando, a Bahia, a nível meso, e o Brasil, a nível macro, de 2011 até 2020. A análise sustenta-se em pesquisa documental e coteja o Censo com outras fontes, como o IBGE. Assim, a precariedade e o racismo formam categorias analíticas privilegiadas na presente na análise.</p> 2022-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Gabriel Hidalgo de Lucena, Victor Morgado Farias dos Santos, Selma Venco (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7303 Políticas de currículo e signifiXação de qualidade: discursos e contextos de mobilização da BNCC 2021-11-15T22:45:43-03:00 Erika Roberta Silva de Lima erika_limma@hotmail.com Francisca Natália da Silva natalia.silva@ifrn.edu.br Kaiser Jackson Pereira de Sousa kaiser.sousa@ifrn.edu.br <p>O referencial teórico pós-crítico compreende que as representações podem ser processos provisórios, permeados por construções discursivas e contextuais. Objetivou-se analisar a signifiXação de qualidade nos contextos de mobilização da política curricular presente na Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio, adotando uma revisão bibliográfica, que dialoga com o referencial teórico do ciclo de política de Stephen Ball (1998), além de pesquisas e publicações de brasileiros que dialogam com a produção do conhecimento Ball e Mainardes (2011), Lopes (2010, 2012 e 2013) e Lopes e Macedo (2011 e 2021), somado ainda às consultas e análise de documentos como a Lei n.º 13.415/2017, a Base Nacional Comum Curricular e a Portaria MEC n.º 331/2018. Compreende-se que não se está falando sobre significações fixas, mas sobre processos provisórios de significação de qualidade. Assim, concomitantemente ao processo de significar a qualidade do currículo, construir-se-á a significação de um projeto de sociedade democrática a ser alcançado.</p> 2022-03-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Erika Roberta Silva de Lima, Francisca Natália da Silva, Kaiser Jackson Pereira de Sousa https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9129 Patrimônio Histórico Escolar: o Centro de Memória, Pesquisa e Documentação da Paulistinha 2023-01-09T17:55:02-03:00 Peterson Mendes Paulino peterson.paulino@unifesp.br Dilma Antunes Silva antunes.dilma@unifesp.br <p>Esse artigo tem como objetivo uma análise do acervo que irá compor o futuro Centro de Memória, Pesquisa e Documentação do Núcleo de Educação Infantil - Escola Paulistinha de Educação da Universidade Federal de São Paulo. Partindo da análise geral dos arquivos tanto digitais como físicos alocados na instituição, a pesquisa mostrou a diversidade de documentos, e uma primeira impressão do acervo institucional da Paulistinha, a partir de sua história conhecida, e suas transformações ao longo das últimas décadas que mudaram o cotidiano e as práticas educacionais da instituição. A pesquisa evidencia a importância da idealização e estabelecimento de centros de memória escolar, contribuindo para se pensar na história das instituições, como no processo de formação desses espaços como resguardo da história, da memória e identidade institucional.&nbsp;</p> 2022-11-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Peterson Mendes Paulino, Dilma Antunes Silva https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7336 Entre Imagens e Letras: a memória da redemocratização do Brasil, a partir das fotografias dos livros didáticos de história 2021-11-22T13:49:12-03:00 Risalva Ferreira Nunes de Medeiros risalvaferreiranunes@gmail.com Dulcilene Leite de Amorim Moraes lenaamori@gmail.com Paulo Augusto Tamanini professor@tamanini.com.br Ana Meyre de Morais ameyremorais@gmail.com <p>O Período que antecedeu a Redemocratização foi marcado por vários conflitos políticos e sociais, e o livro didático tornou-se um recurso importantíssimo para a instituição e disseminação de sua memória. Isto posto, este artigo objetiva analisar, a partir das memórias imagéticas, como a Redemocratização do Brasil foi se instituindo como acontecimento político e sociocultural do Brasil relevantes. Metodologicamente, analisa-se as fotografias dos Livros Didáticos de História do Ensino Médio, aprovados pelo PNLD 2018, que se ocupam do Período de Redemocratização. O aporte teórico que se serve este artigo auxilia na compreensão das fontes imagéticas como artefato de ensino e pesquisa. Como resultado, infere que as fontes imagéticas acerca do Período de Redemocratização, que circulam nos livros didáticos de História, instituem uma Memória política no país.</p> 2022-03-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Risalva Ferreira Nunes de Medeiros, Dulcilene Leite de Amorim Moraes, Paulo Augusto Tamanini, Ana Meyre de Morais https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9146 Discursos e atravessamentos nas práticas avaliativas no cotidiano dos professores 2023-01-09T17:53:45-03:00 Lucinalva Andrade Ataíde de Almeida lucinalva.almeida@ufpe.br Hellida Beatriz de Lima Marinho hellida.marinho@ufpe.br Stephanie Kristina Barbosa da Silva stephanie.kristina@ufpe.br <p>Este artigo se insere no campo de discussões sobre as práticas avaliativas e objetivou analisar as construções discursivas que tecem as práticas avaliativas de professores do agreste pernambucano. Utilizamos como aporte teórico autores como Marinho, Leite e Fernandes (2014), Lopes (2018) e Costa e Silva (2021), para a compreensão da avaliação enquanto um espaço de negociação de significações, não possuindo um sentido fixo, mas precário e provisório. A análise dos dados foi realizada a partir da perspectiva teórico-metodológica da Teoria do Discurso de Laclau e Mouffe (2015). Assim, a partir dos discursos das professoras, identificamos que as práticas avaliativas possuem uma flutuação de sentidos e são atravessadas pelas construções discursivas das políticas de avaliação externa, da formação docente, das bases nacionais comuns e da regulação do trabalho docente.</p> 2022-11-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Lucinalva Andrade Ataíde de Almeida, Hellida Beatriz de Lima Marinho, Stephanie Kristina Barbosa da Silva https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8396 A formação de professores à luz das leis de diretrizes e bases da educação de 1961 e 1996 2023-01-09T17:55:39-03:00 Rachel Rachelley Matos Monteiro rachelrachelley@gmail.com Carlos Ian Bezerra de Melo carlosian.melo@uece.br Antonio Germano Magalhães Junior germano.junior@uece.br Ana Paula Lima Barbosa ana.barbosa@aridesa.com.br <p>A formação de professores vem ampliando as discussões no cenário educativo, principalmente a partir das reformas educacionais do final do século XX, e atraindo olhares de especialista e legisladores, que veem na preparação docente caminhos para determinados fins educativos. Este artigo tem por objetivo, assim, compreender a historicidade da formação de professores no Brasil, com destaque às implicações das Lei de Diretrizes e Base da Educação (LDB) de 1961 e 1996. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e documental, cujos objetos de estudo são esses instrumentos legais, no contexto da história da formação docente e da educação brasileira. Como apontamentos, após a análise proposta, evidenciou-se que a historicidade da formação docente no Brasil atravessa interesses particulares de grupos, refletidos nas legislações que amparam o sistema educacional brasileiro, e é, ainda, marcado pelas questões sociais pertinente às épocas, que reverberam na constituição da profissão docente, em sua identidade, formação e status social.</p> 2022-09-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Rachel Rachelley Matos Monteiro, Carlos Ian Bezerra de Melo, Antonio Germano Magalhães Junior , Ana Paula Lima Barbosa https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9163 Docência no ensino superior: entre a experiência e o experimento 2023-01-09T17:53:31-03:00 Ana Paula dos Santos Reinaldo Verde ana.psrv@ufmal.br Elcimar Simão Martins elcimar@unilab.edu.br <p>Este artigo é resultado de pesquisa de tese concluída que teve por objetivo geral compreender os limites e as possibilidades do diálogo entre os saberes experienciais, a formação e o trabalho dos/as professores/as do curso de História da Universidade Federal do Maranhão diante das tensões e contradições apresentadas pela realidade do ensino superior. A metodologia da pesquisa funda-se na abordagem qualitativa crítica, a partir do materialismo histórico dialético. Para tanto utilizou-se a História Oral temática. O referencial teórico está assentado nas categorias saberes experienciais, trabalho e formação docente. A pesquisa desvelou por meio da categoria dimensão experiencial que, os docentes acionam suas referências e experiências, na tentativa de estabelecer diálogos com as situações de ensino realizadas individual ou coletivamente, uma vez que não existe espaços instituídos para a reflexão dos saberes da prática à luz dos conhecimentos teóricos.</p> 2022-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Ana Paula dos Santos Reinaldo Verde, Elcimar Simão Martins https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8599 Elementos de semântica discursiva para o trato da literatura na infância e na adolescência 2023-01-09T17:54:43-03:00 Roger Rômulo Monteiro de Medeiros roger.sim14@gmail.com <p>O trabalho com a literatura com crianças e adolescente demanda do professor procedimentos de transposição do sentido para fazer o texto mais apreciável e inteligível a seu público. A fim de discorrer sobre esse tema, convocam-se os ensinamentos da semiótica do discurso, que encontra em Greimas seu principal expoente, sobretudo no que concerne ao tópico da semântica discursiva. Propõe-se, neste artigo, o conceito de isotopia como um balizador desse processo e como auxiliar teórico para pensar a prática didática de professores e mediadores leitura. Desse modo, a atividade desses profissionais deve se atentar para os percursos temáticos e figurativos que empreendem ao explicar os sentidos dos textos-objetos de sua prática.</p> 2022-11-17T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Roger Rômulo Monteiro de Medeiros https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9169 Representações de gênero e raça na cultura cinematográfica do filme E O Vento Levou (1939) 2023-01-09T17:53:18-03:00 Shirley Targino Silva targinoshirley@gmail.com Isabela Nathália Nunes tristaoisabela@gmail.com <p>Este trabalho está aportado nos estudos de observação da arte cinematográfica como uma “pedagogia cultural” adquirindo assim um significado específico o qual insere-se no ato de educar globalmente com a aspiração de uma narrativa que fale a todos. O objetivo deste trabalho é compreender como são representadas as distintas relações dos sujeitos a respeito de gênero e raça na cultura cinematográfica do filme E o vento levou (1939). Através da análise etnográfica é possível observar dinâmicas de gênero, sexualidade, raça, desvendando as tramas de discursos específicos representantes das estruturas de poder. Abordagem a qual capta os contextos de textos e imagens apresentadas pela mídia “revelando espaços sociais da televisão” (RIAL, 2005). Destarte, através dos personagens de um filme podemos observar relações de gênero, raça, poder, cultura e distribuições sociais que identificam o lugar do homem e da mulher em uma determinada sociedade.</p> 2022-11-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Shirley Targino Silva, Isabela Nathália Nunes https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/4825 Instrumento de avaliação do conhecimento cognitivo sobre os jogos e brincadeiras populares 2021-03-15T19:14:44-03:00 Elane da Silva Santos santoselane13@gmail.com Jeania Lima Oliveira jeania.lima@uece.br Antônio Ricardo Catunda de Oliveira ricardo.catunda@uece.br José Airton de Freitas Pontes Junior jose.airton@uece.br <p>A avaliação educacional pode ser planejada dentro dos objetivos educacionais estabelecidos previamente pelo professor. A ação avaliativa combina técnicas, procedimentos e instrumentos fidedignos para a captação de informações acerca do desenvolvimento da aprendizagem discente. O objetivo desta pesquisa foi validar itens para avaliação cognitiva dos conteúdos dos jogos e brincadeiras populares para o 9º ano do Ensino Fundamental. O estudo caracterizou-se como descritivo de abordagem quali-quantitativa. Utilizou-se do Índice de Validade de Conteúdo (IVC) para mensurar o nível de concordância do grupo de juízes em relação a aspectos definidos do instrumento e de seus itens. O instrumento proposto para validação inicialmente possuía 13 itens e após a avaliação do grupo de sete juízes foram excluídas 3 questões. O instrumento de 10 itens relacionados aos conteúdos dos jogos e brincadeiras populares possui evidência de validade de conteúdo.</p> 2022-01-04T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Elane da Silva Santos, Jeania Lima Oliveira, Antônio Ricardo Catunda de Oliveira, José Airton de Freitas Pontes Junior https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8673 Contribuição da extensão UERN vai à escola na formação leitora do graduando(a) do curso de pedagogia: experiência com o eixo formação do leitor 2023-01-09T17:55:21-03:00 Maria Itayane Alves dos Santos ytaiane1@gmail.com Monalu Albuquerque Dias monachave99@gmail.com Silvia Helena de Sá Leitão Morais Freire silviahpedagogia@gmail.com <p>O projeto de extensão UERN vai à escola: formação e resistência coletiva, desenvolve várias atividades que objetivam contribuir com a formação acadêmica dos graduandos do curso de pedagogia, no tocante à literatura, e, portanto, é de máxima importância para a formação do leitor. O presente trabalho parte da atuação das autoras da equipe que vivenciou durante o Ensino Remoto Emergencial uma formação literária de ponta, no qual, foram realizadas leituras coletivas de obras de vários autores, oficinas e ciclos formativos, ampliando o conhecimento através da leitura de literatura. O objetivo deste foi analisar na perspectiva das experiências vividas, a importância da participação e o crescimento dentro da profissão docente dos membros do grupo extensionista que participou do eixo Formação do Leitor. Como resultado alcançamos a ampliação no repertório de leitura dos membros, tendo em vista a produção de trabalhos acadêmicos contínuos fruto das formações oferecidas pelo Eixo.</p> 2022-11-03T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Maria Itayane Alves dos Santos, Monalu Albuquerque Dias, Silvia Helena de Sá Leitão Morais Freire https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9281 Iniciação à pesquisa em contexto de formação inicial de professores: apontamentos sobre uma experiência 2023-01-09T17:53:09-03:00 Isabel Maria Sabino de Farias isabel.sabino@gmail.com Lyanna Lourdes Lima Leal lyanna.leal@aluno.uece.br Samily Oliveira Maia samily.oliveira@aluno.uece.br <p>O trabalho aborda a iniciação à pesquisa no contexto da graduação. Tem como objetivo principal apresentar o “Projeto Adote um Pesquisador Iniciante – PAPI'', que surgiu da necessidade de auxiliar, complementarmente, alunos da Pedagogia da UECE na elaboração de seu primeiro projeto de pesquisa. Uma ação de formação mobilizada pelo questionamento: pesquisadores iniciados podem favorecer a aprendizagem de licenciandos na inserção no mundo da pesquisa durante a formação inicial? A análise, em termos metodológicos, assume feição qualitativa, com produção de dados mediada por questionário eletrônico junto aos discentes participantes da experiência no semestre 2022.1. Evidencia-se que a execução do PAPI promove situação de benefício mútuo: uma experiência positiva para discentes, pois receberam aconselhamento e instruções acerca da produção de seu primeiro projeto de pesquisa; uma experiência formadora para os pesquisadores mentores, pois proporcionou experiência com a prática da orientação acadêmica.</p> 2022-11-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Isabel Maria Sabino de Farias, Lyanna Lourdes Lima Leal, Samily Oliveira Maia https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7104 A educação da criança no Século XIII: reflexões acerca da importância da formação cristã na perspectiva de Ramon Lull 2023-01-09T17:55:50-03:00 Cláudia Sena Lioti claudinha.csl@hotmail.com Márcia Marlene Stentzler mmstentzler@gmail.com <p>Neste artigo, temos como proposta apresentar uma reflexão sobre as concepções presentes na educação das crianças no século XIII. Partimos de uma revisão bibliográfica, em que buscamos apresentar argumentos com base em escritos já consolidados sobre a crença na importância de uma educação na qual o princípio norteador foi a fé cristã, mas que deu valor semelhante à aprendizagem da ciência e das artes liberais para a formação humana. Nosso estudo terá por base Ramon Lull e sua obra <em>Doctrina Pueril</em> (1274-1276). Tal ensaio foi escrito e direcionado ao seu próprio filho (Domingos) e apresenta preceitos acerca de como se deve educar a infância, tendo em vista a formação de um sujeito com fé e virtudes necessárias para a vida social. As reflexões apresentadas no artigo evidenciam a importância que se dava, desde a Idade Média, para uma formação que desenvolvesse a humanidade de cada indivíduo, embora, o contexto da época aponte para uma educação com íntimas ligações com a religiosidade.</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cláudia Sena Lioti, Márcia Marlene Stentzler https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8730 Os desafios da pesquisa acadêmica sobre a Educação Domiciliar no Brasil 2023-01-09T17:52:51-03:00 Luciane Muniz Ribeiro Barbosa lumuniz@unicamp.br Giulia Maria Bumba g235759@dac.unicamp.br Isabela Mallis Martinho de Araujo i236927@dac.unicamp.br Patrícia Machado Jardim p242753@dac.unicamp.br <p>O presente artigo tem como objetivo analisar os principais desafios da pesquisa acadêmica sobre a educação domiciliar no Brasil na atualidade. Por meio de abordagem qualitativa de pesquisa, os elementos elencados para análise derivam tanto da pesquisa bibliográfica sobre o tema, como do acompanhamento das ações em prol da regulamentação da prática da educação domiciliar no país. Destacam-se como resultados predominantes: o uso reiterado do senso comum e generalizações em relação à educação domiciliar; a reação contrária da comunidade acadêmica sobre o tema que se encontra associado a projetos conservadores do atual governo federal; a necessidade de ampliação do diálogo e enfrentamento da polarização em torno de um movimento que se revela complexo; e a urgência da ampliação de pesquisas acadêmicas sobre a educação domiciliar visando ao fortalecimento dos argumentos em defesa da educação pública.</p> 2022-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Luciane Muniz Ribeiro Barbosa, Giulia Maria Bumba, Isabela Mallis Martinho de Araujo, Patrícia Machado Jardim (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7235 O Colégio de Dão José: a educação feminina católica no nordeste oitocentista 2022-01-08T11:38:33-03:00 Genilson de Azevedo Farias genilson.farias2021@gmail.com Olivia Morais de Medeiros Neta olivia.neta@ufrn.br <p>A partir de meados do século XIX o Brasil começou a receber nas suas principais cidades muitas escolas europeias. Uma grande parte delas era destinada ao ensino de meninas abastadas. Entre estas escolas, destacamos o Colégio de São José que tinha origem italiana sendo vinculado à ordem das irmãs doroteias que chegou a cidade do Recife, em 1886, se instalando no bairro da Soledade. Foi no âmbito desta instituição que a escritora potiguar Magdalena Antunes (1880-1959) estudou nos seus anos de juventude, entre os anos de 1891 a 1896. Em seus anos de maturidade ela escreveu uma obra de cunho memorialístico e autobiográfico intitulada “<strong>Oiteiro</strong>: memórias de uma Sinhá-moça” (2003) onde, entre outros detalhes de sua vida de menina filha de senhores de engenho, Magdalena trouxe para as páginas de seu livro registros do momento em que ficou internada como aluna no referido colégio. O Colégio de São José evidenciava um padrão de educação feminina idealizado pela sociedade patriarcal de então, todavia, por outra via, ele possibilitava às meninas e moças abastadas o acesso ao aprendizado formal numa época em que o analfabetismo no Brasil era bastante forte, sobretudo entre as mulheres. Dessa forma, a partir de uma perspectiva metodológica interdisciplinar de análise bibliográfica e documental o nosso trabalho tem por objetivo trazer alguns aspectos da história desta instituição de ensino tomando por fonte o livro de memórias acima citado em diálogo com outras fontes igualmente importantes tais como: os livros de matrícula (1866-1919) e os Estatutos do Colégio.</p> 2022-05-01T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Genilson de Azevedo Farias, Olivia Morais de Medeiros Neta https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9127 Parentalidade versus produtividade acadêmica: estudo sobre mães docentes de universidades 2023-01-09T17:55:08-03:00 Kássia Mota de Sousa kassia.mota@professor.ufcg.edu.br Larissa Lira da Silva lira92162@gmail.com Kethley Horranna Bezerra Rolim kethley02@gmail.com <p>O presente artigo propõe uma reflexão sobre a aparente oposição entre a parentalidade e a produtividade das mulheres na academia, considerando que mães têm a sua produção acadêmica atravessada por essa realidade de cuidados parentais que incidem em uma relativa diminuição da produtividade acadêmica. Ao nos debruçarmos especificamente sobre a produção acadêmica de mulheres mães professoras de Instituições Federais de Ensino Superior do Nordeste, durante o período da pandemia da COVID-19, aferimos uma relevante diminuição de sua produção, e inferimos que essa diminuição se relaciona diretamente com o contexto dos cuidados parentais e da sobrecarga de trabalho doméstico que caracteriza esse grupo. Trata-se de uma pesquisa ancorada na perspectiva da interseccionalidade que busca questionar o modelo misógino da Universidade brasileira que naturaliza as condições adversas de trabalho das mulheres, desconsiderando o machismo que atravessa as práticas sociais em diferentes instâncias de nossa sociedade, definindo lugares sociais distintos às mulheres.</p> 2022-11-06T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Kássia Mota de Sousa, Larissa Lira da Silva, Kethley Horranna Bezerra Rolim https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7308 Formação de professores de química na modalidade Educação à Distância: um estado da arte 2021-11-16T00:19:31-03:00 Antônio de Andrade Queiroz antoniodeandradequeiroz@gmail.com Leonardo Alcântara Alves leonardo.alcantara@ifrn.edu.br <p>Como fator de busca para compreender a formação docente, mais especificamente de Química, na modalidade EaD, este texto apresenta os passos da construção de um Estado da Arte na pesquisa educacional, tendo como objetivo produzir um mapeamento das produções que abordam temas que mais se aproximam do objeto de estudo, a Formação de Professores de Química na modalidade. Para isso, utilizamos dos repositórios disponibilizados pela Capes, <em>Scielo,</em> <em>Google Scholar</em> e BDTD que nos oferecessem o embasamento teórico necessário para construir essa ferramenta e compreender o caminho que ora tracejamos. Por meio de nossa análise dos textos foi possível observar um campo majoritário de pesquisas de natureza básica, com a abordagem qualitativa e do tipo exploratória, discutindo inúmeros temas sobre os processos de formação. Cabe destacar que os temas encontrados indicam a relevância do uso dos pressupostos necessários no tocante à formação docente, de modo a contribuir com o desenvolvimento da área. </p> 2022-03-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Antônio de Andrade Queiroz, Leonardo Alcântara Alves https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9143 O ensino de música: estudos de um projeto de extensão 2023-01-09T17:54:55-03:00 Aline Dallazem aline.dallazem@gmail.com <p>Neste artigo, relatamos os estudos oriundos de um projeto de extensão voltado para a prática de Canto Coral, ocorrido no curso de Licenciatura em Música em uma universidade comunitária catarinense, no período de 2019 a 2022. O projeto sofreu os impactos da pandemia, precisando cancelar suas atividades práticas, nos anos de 2020 e 2021, no entanto, as atividades de estudo e pesquisa continuaram, dando origem a este artigo. Temos como principal objetivo discutir e re(conhecer) as diferentes trajetórias do ensino de música, o qual pode ocorrer por meio de instituições formais e não-formais de educação, refletindo sobre o acesso a este ensino, os profissionais responsáveis pelo mesmo e o currículo que tem sido desenvolvido para a área.</p> 2022-11-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Aline Dallazem https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8254 Memorial Formativo e as Narrativas de uma Discente no Curso de Pedagogia 2023-01-09T17:55:42-03:00 Cristina Lemos Souza cris.lem.cc@hotmail.com Cristine Brandenburg crisfisio13@gmail.com Helena de Lima Marinho Rodrigues Araújo helena.marinho@uece.br <p>Este artigo tem como objetivo, descrever a trajetória educacional, identificando e refletindo sobre os percursos e construções da discente “Cristina Lemos Souza”, em sua formação no curso de Pedagogia. Por meio da autobiografia, em forma de memorial, apresenta vivências e disciplinas que muito contribuiu para a formação da pedagoga, bem como a realização dos estágios, que fortaleceram as suas experiências e ampliaram os saberes técnicos necessários para a prática pedagógica. Por intermédio do diálogo com autores que fundamentaram a escrita do trabalho, como Freire (1996), Nóvoa (1999), Pimenta (2004), Libâneo (1994) e Souza (2006), s reflete sobre o sentido e ressignificado da atuação na educação. Destacando, ainda, o compromisso perene com a formação para a permanente construção e consolidação da identidade como profissional da Pedagogia. Finaliza-se apresentando as impressões, experiências e objetivos alcançados durante essa trajetória de formação e sobre os caminhos que pretende trilhar como docente e profissional em educação.</p> 2022-09-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cristina Lemos Souza , Cristine Brandenburg, Helena de Lima Marinho Rodrigues Araújo https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9156 A igualdade de Oportunidades dentro da Escola Regular: a inclusão dos alunos com deficiências 2023-01-09T18:02:54-03:00 Ana Abadia dos Santos Mendonça ana_abadia@yahoo.com.br <p>O artigo traz um tema bastante discutido no meio educacional: a inclusão de alunos com deficiências na escola regular. Sendo a educação um direito de todos, a escola não poderia deixar de lado, estudantes da educação especial. O direito é garantido por leis nacionais e internacionais. Assim, o texto traz uma pesquisa bibliográfica que elucida os seguintes objetivos: identificar e conceituar a inclusão escolar, os seus estudantes e discutir as oportunidades que são dadas aos alunos com deficiências ao pertencerem a escola escolar e seu desenvolvimento no processo ensino-aprendizagem. Nas discussões ficou evidente que todo estudante com deficiência além de ter seu direito de frequentar uma escola regular, também tem o direito de aprender como os alunos representativos da normalidade.</p> 2021-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Ana Abadia dos Santos Mendonça https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9167 Gênero, interseccionalidade e ensino de história 2023-01-09T17:53:21-03:00 Elenice de Paula paulaelenice@yahoo.com Jorge Luiz Zaluski jorgezaluski@hotmail.com <p>Este texto investigou sobre as reverberações da Base Nacional Curricular Comum (BNCC) no Plano Nacional do Livro Didático (PLND) para o ensino de história. Foi investigado sobre os impactos da reformulação curricular para os assuntos voltados aos estudos de gênero, relações étnico-raciais e população indígena. Para isso, foram utilizados como referenciais teórico metodológicos os estudos da interseccionalidade, Crenshaw (2009), currículo, de Sacristán (2013), Gabriel (2019), Monteiro &amp; Penna (2011), e, de consciência histórica de Jörn Rüsen (2011). Diante da pertinência dos assuntos apontados, percebeu-se que, a partir da BNCC, existiu uma fragmentação dos conteúdos, em especial das temáticas que abordam os estudos de gênero, relações étnico-raciais e população indígena.</p> 2022-11-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Elenice de Paula, Jorge Luiz Zaluski https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8669 Um olhar crítico sobre a BNC-Formação: entre caminhos e descaminhos 2023-01-09T17:55:27-03:00 Jociene Araújo Lima jociene.araujo@aluno.uece.br Cleidileny Ingrid Oliveira da Silva cleidileny.oliiveira@gmail.com Brena Kécia Andrade de Oliveira brena.andrade@ufpr.br Meyre Ester Barbosa de Oliveira meyreoliveira@uern.br <p>A presente pesquisa possui como objetivo analisar as proposições endereçadas para a formação de professores nos últimos anos com foco em promover uma discussão sobre a BNC-Formação instituída em 2019. Para isso, recorremos a pesquisa qualitativa de cunho bibliográfico e documental devido aos procedimentos realizados para composição do estudo. Assim, mobilizamos autores como Ball (2012), Gatti (2010) e Pereira (2021) para nos auxiliar na efetivação das discussões. Como resultados, ressaltamos a estreita relação da BNC-Formação com os documentos curriculares anteriores postos na educação, assim como a constante tentativa de responsabilização e controle da prática docente.</p> 2022-10-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Jociene Araújo Lima , Cleidileny Ingrid Oliveira da Silva, Brena Kécia Andrade de Oliveira, Meyre Ester Barbosa de Oliveira https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9192 Mulheres migrantes do sul global no contexto pandêmico em Portugal 2023-01-09T17:53:13-03:00 Renata Maria Franco Ribeiro renatafrancounilab@gmail.com <p>Este relato faz parte das notas de campo da minha pesquisa do curso de mestrado em antropologia nos anos de 2020 e 2021 na freguesia Vale da Amoreira no Concelho de Moita (Portugal). Propomos analisar os percursos e cotidianos das mulheres guineenses a partir da agencia e redes com reflexo no <em>habitus&nbsp; feminino </em>que mobiliza as redes sociais, atuando num quadro de microliberdades e microressistências no cerne da emancipação e cidadania, no contexto pandemia da Covid-19. Destaco que estas mulheres possuem percursos migratórios distintos e oriundas de sociedades com códigos culturais de pertenças, sociabilidades diversas. Traremos as experiências de duas partícipes. A pesquisa se deu no campo das migrações e transnacionalismo dialogando com epistemologias decoloniais e feministas. Constatou-se a participação e engajamentos das mulheres guineenses no enfrentamento aos constrangimentos na migração e em tempos de crise pandémica no estado português.</p> 2022-11-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Renata Maria Franco Ribeiro https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3918 “A mulher vai mandar”: a presença feminina na imprensa paraibana entre 1960-1964 2020-10-13T08:20:30-03:00 Piêtra Germana Carvalho de Andrade Porpino pietraporpino@gmail.com Charliton José dos Santos Machado charlitonlara@yahoo.com.br <p>O presente artigo aborda os discursos e representações em torno das mulheres no jornal oficial A União entre os anos de 1960 e 1964. O objetivo deste trabalho é discutir a presença feminina no periódico, enfatizando as publicações que contestam o paradigma tradicional e hegemônico de “mulher ideal” da época. Para conduzir esta análise, foi utilizado como aporte teórico as contribuições da História Cultural, os debates sobre gênero e as discussões a respeito do uso dos impressos como fonte. A temática se mostra pertinente diante da necessidade de contextualizar historicamente as representações gênero e colocar em evidência formas de resistência de sujeitos históricos sub-representados pela história tradicional. Os resultados evidenciam os avanços na situação da mulher em relação às décadas passadas: os escritos de mulheres discutem sobre temas considerados “assuntos de homem”, publicações questionam a inferiorização do sexo feminino e figuras femininas importantes aparecem com certa frequência, sobretudo as educadoras.</p> 2022-01-04T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Piêtra Germana Carvalho de Andrade Porpino, Charliton José dos Santos Machado https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/6793 Cenas em cena: uma sequência didática para narrativas literárias contadas através do gênero textual dramático 2021-08-29T17:02:00-03:00 Maisa Carla Melo Mendes maisa.m.melo@hotmail.com Isabel Ribeiro do Valle Teixeira isabel.teixeira@ifsuldeminas.edu.br <p>O presente trabalho buscou desenvolver uma ferramenta pedagógica, por meio de uma sequência didática, com a finalidade de inovar as aulas de Literatura dos 3ºs anos dos cursos Técnicos em Eletrotécnica e Informática, integrados ao Ensino Médio do IFSULDEMINAS, <em>campus </em>Poços de Caldas (MG). Busca-se apresentar uma alternativa aos professores e professoras de Literatura permitindo-lhes aprofundar as narrativas literárias, no intuito de despertar um maior interesse e protagonismo dos educandos, através de uma abordagem diferenciada ao (re)conhecer os gêneros: narrativo (literário) e dramático (teatral), assim como ler, escrever e (re) contar histórias, motivando-os dentro dos seus processos de construção da aprendizagem. O desenvolvimento desta proposta prática se deu com alunos dos terceiros anos dos cursos integrados em Eletrotécnica e Informática, no segundo semestre de 2020, dentro da disciplina de Língua Portuguesa e Literatura. A atividade consistiu em uma sequência didática, dividida em módulos de estudos sequenciais, adaptados para as aulas remotas (pandemia COVID-19), com representação de uma releitura Estruturalista, elaborada e planejada pelos alunos de um texto de partida (narrativo) para um texto de chegada (dramático). Todo o projeto está compilado (ao final) em outro produto educacional, uma cartilha que detalha uma prática pedagógica de inclusão literária que pretende servir de alternativa a professores que trabalham com o tema – culminância desta pesquisa.</p> 2022-01-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Maisa Carla Melo Mendes, Isabel Ribeiro do Valle Teixeira https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8689 Fanfictions no ciberespaço: novos modos de ler e formar leitores 2023-01-09T17:52:56-03:00 Taynná Danyelly Lemos de Oliveira taynnaoliveira97@gmail.com Emanuela Carla de Medeiros Queiros emanuelamedeiros@uern.br <p>O artigo em questão é resultado do trabalho de conclusão de curso na área da Pedagogia com ênfase na formação do leitor. Apresenta um recorte da pesquisa com foco na análise do processo de formação de leitores no ciberespaço por meio de<em> fanfics</em>, uma vez que esse tipo de escrita/leitura tem ganhado notoriedade entre os leitores quando se trata de novas formas de ler literatura. Parte-se do pressuposto de que a formação de leitores é uma atividade contínua e que a expansão do conceito de formação e de leitura para além da escola e dos livros impressos já é uma realidade. O objeto é analisar o processo de formação leitora no ciberespaço por meio das <em>fanfics</em>. Esta pesquisa qualitativa é tecida a partir das vozes dos jovens leitores em seus ambientes virtuais de leitura. Os resultados identificam leitores ávidos e participativos, os quais fazem dessa modalidade de leitura uma ponte para a leitura do texto literário, ampliando a formação de leitores de literatura no cenário digital.</p> 2022-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Taynná Danyelly Lemos de Oliveira , Emanuela Carla de Medeiros Queiros (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7231 Reflexões sobre o gênero masculino na dança escolar: um breve estado do conhecimento 2021-11-13T15:05:37-03:00 Dorgival Bezerra da Silva dorgsilva@hotmail.com María Margarita Villegas margaritavillega@hotmail.com <p>Esta pesquisa do tipo estado do conhecimento (ROMANOWSKI &amp; ENS, 2006; FERREIRA, 2002), foi realizada com a finalidade de mapear estudos acadêmicos que discutem acerca do gênero masculino na dança e as suas relações com o ensino na escola pública, partindo do espaço ocupado pela dança no contexto escolar e os embates que estão relacionados às questões de gênero na escola. O estudo foi desenvolvido com dados primários obtidos através de teses e dissertações da BDTD, estas defendidas entre 2009 e 2019. Nos resultados, aspectos como: a desigualdade hierárquica dos papéis sociais entre sujeitos masculinos e femininos; e, a escola como reprodutora das desigualdades de gênero no âmbito das práticas corporais, leva-nos a percepção de uma fragilidade acerca dos tópicos sobre gênero, sexualidade e suas ramificações no cenário escolar, acentuando a necessidade de se fomentar essas discussões no contexto da efetivação pedagógica.</p> 2022-01-11T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Dorgival Bezerra da Silva, María Margarita Villegas https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8747 Gestão escolar democrática e vulnerabilidade social 2023-01-09T17:50:07-03:00 Maria Eduarda de Oliveira Bezerra Medeiros mariaeduardadeoliveirabm@gmail.com Arilene Maria Soares de Medeiros arilenemaria.medeiros@gmail.com <p>O artigo em tela surgiu a partir de uma pesquisa desenvolvida no Mestrado em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação (POSEDUC) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Objetivou-se perceber a produção científica existente sobre gestão escolar democrática e vulnerabilidade social em um recorte temporal de dez anos (2012-2021).O levantamento bibliográfico foi realizado em cinco bases científicas: Revista Brasileira de Política e Administração da Educação (RBPAE), Revista Educação &amp; Formação, Revista Práticas Educativas, Memórias e Oralidades (Rev.Pemo),Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) e Portal de Periódicos CAPES. Foram selecionados cinco artigos para compor a amostra do Estado da Questão, tendo como resultado produções científicas situadas em três revistas: <em>Revista Temas em Educação</em>, <em>Revista Saúde &amp; Ciência Coletiva</em> e <em>Revista de Ciências Sociais Política &amp; Trabalho</em>.Buscou-se evidenciar as temáticas debatidas, bem como os percursos metodológicos mais utilizados. Os resultados apontam para a incipiente produção voltada para a discussão acerca da gestão escolar democrática em territórios vulneráveis. No geral, os aspectos metodológicos possuem como abordagem central a pesquisa qualitativa, em que foram realizados estudo de caso, revisão de literatura, análise documental e análise de dados socioeconômicos. No tocante às análises realizadas pelos autores, é possível perceber que o contexto social vulnerável exige uma gestão escolar democrática e participativa, engajada com justiça social.</p> 2022-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Maria Eduarda de Oliveira Bezerra Medeiros, Arilene Maria Soares de Medeiros (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7304 Serviço de Psicologia Escolar na rede municipal de educação de Fortaleza (CE): primeiros resultados 2022-01-10T19:58:22-03:00 Edgar Nogueira Lima edgarnlima@gmail.com Iasmin Costa Marinho iasmincosta@uern.br <p>Apresentamos os primeiros resultados do processo de implantação do Serviço de Psicologia Escolar na rede municipal de educação de Fortaleza (CE). A experiência iniciada em 2020, visa o cumprimento da Lei federal nº 13.935/2019 que dispõe sobre a prestação de serviços de psicologia escolar e assistência social na rede pública de educação básica. Enquanto percurso metodológico de análise, utilizou-se a pesquisa documental e bibliográfica, recorrendo às bases de implantação do SPE na rede, bem como, dados de acompanhamento divulgados pela Secretaria Municipal de Educação. Gestores escolares encontraram, nos atendimentos, oportunidade de escuta sensível às suas demandas emocionais e profissionais; ampliou-se a articulação da rede municipal com outras instituições; criou-se documentação pedagógica de acompanhamento e monitoramento do SPE. A implantação desse serviço caracteriza-se como uma política pública de psicologia escolar, de caráter inovador.</p> 2022-01-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Edgar Nogueira Lima, Iasmin Costa Marinho https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9130 Saberes dos professores regulares e especializados: legislação, medicalização e relações com a família na inclusão escolar 2023-01-09T17:55:00-03:00 Cristina Miyuki Hashizume cristina.mhashizume@gmail.com Claudia de Matos Pereira claudia.pereira2@metodista.br <p>O presente trabalho trata como tema central o desafio do processo de inclusão educacional. Este estudo busca analisar a percepção de docentes de Apoio Educacional Especializado e coordenação a respeito das práticas de inclusão na escola, levando-se em consideração o especialismo, o saber docente, o direito ao uso da sala de recursos no contexto da escola pública de um município na Grande SP. O método utilizado para realização da pesquisa de campo foi a pesquisa qualitativa, tendo como instrumento entrevistas semiestruturadas com a coordenação e professores AEE que atuam no ensino fundamental de uma escola pública municipal. A análise do material coletado em campo será feita a partir da análise de conteúdo, cotejando materiais do campo e do referencial teórico adotado pelos autores. Os resultados parciais indicam que o processo de inclusão escolar ainda é considerado difícil para os professores e coordenadores. Há necessidade de se discutir a escola democrática, o direito à educação, ações e políticas afirmativas em relação ao estudante PcD, além de temas como o diagnóstico das crianças, também a sistematização das políticas públicas e o envolvimento das famílias no processo de inclusão.</p> 2022-11-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cristina Miyuki Hashizume, Claudia de Matos Pereira https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9147 Ser pessoa e a disciplina “construtivismo, aprendizagem e competência comunicativa” 2023-01-09T18:01:27-03:00 Fábio Rodrigo Fernandes Araújo fherodoto@gmail.com Rosalvo Nobre Carneiro rosalvonobre@uern.br <p>A aprendizagem é uma construção pessoal mediada intersubjetivamente. Relata-se a experiência como cursista da disciplina <em>Construtivismo, aprendizagem e competência comunicativa</em> num Programa de Pós-Graduação em Ensino. Para tanto, discutiu-se a bibliografia disciplinar (OLIVEIRA, 2003; HABERMAS, 1990; FREITAG, 2005; ILLERIS, 2013; MORETTO, 2013; GROSSI, 2009) e descreveu-se a metodologia empregada por seu professor. Além disso, insere a análise de nossas aprendizagens com base no instrumento de autoavaliação. A construção da competência comunicativa pelo construtivismo resultou em perspectivas provisórias sobre a aprendizagem: 1) o educando e o professor devem assumir papéis de falantes e ouvintes, evitando-se o de observadores; 2) na aprendizagem deve-se incluir a dimensão da personalidade. Diante disso, a aprendizagem insere a compreensão do Eu como um ser em formação no meio da intersubjetividade, das experiências que ele vivência em sua interação com o Outro.</p> 2022-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Fábio Rodrigo Fernandes Araújo, Rosalvo Nobre Carneiro https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8404 Línguas estrangeiras modernas e o Reino Unido: o caso do País de Gales 2023-01-09T17:55:47-03:00 Carlos Sanz Mingo mingocs@cardiff.ac.uk <p>Os resultados do referendo do Brexit, ocorrido no Reino Unido em 23 de junho de 2016, tiveram impactos que vão além do âmbito político. Também tiveram repercussões pedagógicas na já problemática situação do estudo das línguas estrangeiras modernas. Além disso, também pôde haver afetado a maneira como as pessoas entendem a importância e os benefícios de se estudar e falar outros idiomas. Existem vários fatores que influenciam o número de pessoas que estudam línguas estrangeiras, e estes vão desde o tradicional até o gerencial. Este artigo visa fornecer alguns <em>insights</em> e possíveis soluções para o terrível panorama das línguas estrangeiras modernas dentro das limitações existentes.</p> 2022-07-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Carlos Sanz Mingo https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9165 Formação e desenvolvimento profissional: constituição de saberes docentes no ensino superior 2023-01-09T17:53:29-03:00 Renata Rosa Russo Pinheiro Costa Ribeiro renata.russo@uece.br <p>Este artigo tem como objetivo analisar a formação e a constituição dos saberes docentes no Ensino Superior. Os saberes docentes se constituem ao longo da trajetória profissional mediada pela ressignificação de natureza social, cultural, política e educacional. Trata-se de uma pesquisa exploratória e interpretativa, fundamentada na abordagem qualitativa. Como aportes teóricos estudos de Tardif (2010), Anastasiou (2002), Ghauther et al (2015), Almeida (2012), Roldão (2007). Os sujeitos da pesquisa são professores do curso de uma instituição pública de ensino superior. Para coleta e análise dos dados a pesquisa documental foi realizada no marco temporal de 2014 a 2018. Os resultados apontam que a formação de professores é considerada como uma ação contínua, progressiva, materializada no exercício da docência. Conclui-se que a constituição dos saberes docentes no ensino superior se articula com o desenvolvimento profissional entendido como uma atitude permanente que integra diferentes experiências com sentidos e significados para prática docente.</p> 2022-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Renata Rosa Russo Pinheiro Costa Ribeiro https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8636 Pesquisadores na graduação: Iniciação Científica no contexto das políticas de ação afirmativa no Ensino Superior 2023-01-09T17:53:04-03:00 Yasmin da Silva Barros sbarrosyasmin@gmail.com Ruy de Deus e Mello Neto ruydedeus@ufc.br <p>O presente artigo objetiva analisar o perfil de bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do curso de Pedagogia da Universidade Federal do Ceará (UFC), observando os padrões que possam indicar caminhos investigativos futuros sobre potenciais dificuldades que o público ingressante após a lei de cotas pode enfrentar para a inserção e permanência na carreira científica. A metodologia empregada consiste em uma análise descritiva dos dados oriundos de três fontes: 1) pesquisa de perfil realizada pela Faculdade de Educação da UFC; 2) currículo lattes dos bolsistas; 3) e dados dos Encontros Universitários da UFC. Ao todo foram estudados 61 bolsistas, dentro do recorte temporal de ingresso na graduação entre 2017.1 a 2020.1. Adota-se como referencial teórico a praxiologia de Pierre Bourdieu. Os resultados apontam um perfil com menor representação de: estudantes trabalhadores; estudantes do curso noturno; ingressantes por cota e transferência; e discentes das menores faixas de renda.</p> 2022-12-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Yasmin da Silva Barros , Ruy de Deus e Mello Neto (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9171 Indisciplina Escolar Pós-Pandemia Covid-19 na Educação do Ceará 2023-01-09T17:53:15-03:00 Gabriela Pereira Souza profgaby@hotmail.com Sandro César Silveira Jucá sandrojuca@ifce.edu.br Solonildo Almeida da Silva solonildo@ifce.edu.br <p>Este trabalho tem como propósito apresentar, sob a ótica do docente, os fatores que contribuem para a indisciplina escolar no retorno das atividades escolares presenciais depois do isolamento social pós-pandemia Covid-19. É pertinente que a indisciplina em sala de aula seja fator complicador para que ocorra o ensino e a aprendizagem, e que o ensino remoto descaracterizou no contexto de aprendizagem a ideia da sala de aula formal, da participação em grupo, e outras atividades da práxis escolar. A pesquisa foi realizada por meio de questionários eletrônicos, com professores da rede pública estadual do Ceará. O desafio principal para os professores, no contexto atual da educação, é desenvolver competências socioemocionais dos alunos, motivando-se e refazendo seu fazer pedagógico.</p> 2022-11-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Gabriela Pereira Souza, Sandro César Silveira Jucá, Solonildo Almeida da Silva https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/6722 O que as pesquisas científicas discutem sobre a interface entre local de habitação e crimes contra os profissionais da Segurança Pública 2021-10-25T15:18:08-03:00 Aldinei Borges de Almeida oficialaldinei@gmail.com Rafael Flexa Pimentel rafaelpimentel220@gmail.com Valena Cristina Corrêa Nascimento valenanascimento@gmail.com <p>Este artigo visa abordar a temática “O que as pesquisas científicas discutem sobre a interface entre local de habitação e crimes contra os profissionais da segurança pública”, o qual busca analisar as produções científicas publicadas na base de dados on line, tais como Biblioteca Eletrônica Científica (SCIELO), Portal Periódicos CAPES, Biblioteca Digital Brasileira de Tese e Dissertações (BDTD), na base da Revista Práticas Educativas, Memórias e Oralidades entre outras, sobre os seguintes descritores: urbanização, habitação, segurança pública e políticas públicas. Tal pesquisa de natureza básica, de acordo com seus procedimentos pautou-se em uma revisão bibliográfica dos documentos encontrados nessas plataformas, com uma abordagem qualitativa, e com objetivos descritivos das características do objeto que está sendo estudado, buscando proporcionar uma nova visão sobre essa realidade já existente. Assim, mesmo com carência de material relacionado à temática, foi possível considerar que existe influência da relação habitação e crimes contra profissionais da segurança pública, principalmente pelo processo histórico de ocupação das cidades.</p> 2022-01-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Aldinei Borges de Almeida, Rafael Flexa Pimentel, Valena Cristina Corrêa Nascimento https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8675 Experiências, saberes e fazeres produzidos pelas mulheres do campo em São Rafael/RN, Brasil 2023-01-09T17:55:18-03:00 José Erimar dos Santos jose.erimar@ufersa.edu.br Valmaria Lemos da Costa Santos valmarialemos@uern.br Samira Fontes Carneiro samiracarneiro@uern.br Patrícia Maraísa de Souza patricia.maraisa@gmail.com <p>Objetivamos contribuir com o desvelamento das desigualdades existentes entre homens e mulheres. Para tanto, foi realizado levantamento bibliográfico sobre a Geografia de Gênero e Movimentos Sociais, principais categorias de análise dessa pesquisa. Dentre os autores principais destacam-se Monk e García-Ramon (1987), Francisco (2011), Ferrante (1982), Seager e Olson (1986), Karsten e Meertens (1991-1992), Calió (1992) e Gonh (2000). Em seguida, conduzidos pela ênfase na investigação das experiências do cotidiano das Mulheres Produtoras do Desterro realizamos entrevistas, observações diretas, análises e discussões à luz da Teoria das Representações Sociais. Constatamos que a atividade artesanato com o talo e a palha da carnaúba, realizada pelas Mulheres Produtoras do Desterro constitui-se de um conhecimento produzido por essas mulheres, contribuindo para a alteração do arranjo social existente no Lugar, dando a essas mulheres autonomia e empoderamento. Isso evidencia que papéis sociais foram definidos, saberes foram gerados e práticas sociais produzidas, principalmente os sistemas de ações ligados ao agir do ser mulher nessa comunidade interiorana do Nordeste brasileiro mediante a organização coletiva denominada Associação Comunitária das Mulheres Produtoras do Desterro.</p> 2022-11-03T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 José Erimar dos Santos, Valmaria Lemos da Costa Santos, Samira Fontes Carneiro, Patrícia Maraísa de Souza https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9282 O lugar da educação inclusiva na formação continuada: ações no contexto brasileiro 2023-01-09T17:53:07-03:00 Vívian Almada Dutra Salmito vivian.salmito@aluno.uece.br Rafaela de Oliveira Falcão Freitas rafaela.falcao@aluno.uece.br Giovana Maria Belém Falcão giovana.falcao@uece.br <p>Este escrito teve por objetivo investigar ações que vêm sendo desenvolvidas na promoção da educação inclusiva na formação continuada em municípios brasileiros, compreendendo que as discussões acerca desse tema são relevantes e despertam inquietações nos professores. Apoiando-se numa perspectiva qualitativa, realizou-se pesquisa bibliográfica, tomando por base de dados a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Por meio da análise interpretativa, investigou-se 12 trabalhos, sendo 05 teses e 07 dissertações, publicados no interstício de 2017 e 2021. Os resultados apontam a prevalência de ações conjuntas entre professores e demais profissionais da educação para a construção de proposta inclusiva e a necessidade do fortalecimento da formação continuada, de modo a contemplar estratégias de melhoria das práticas pedagógicas e situações cotidianas do contexto inclusivo.</p> 2022-11-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Vívian Almada Dutra Salmito, Rafaela de Oliveira Falcão Freitas, Giovana Maria Belém Falcão https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7118 Um estudo sobre a curricularização da Educação Matemática na UFRN (1978 - 2003) 2021-10-19T10:08:41-03:00 Luís Fernando Mesquita de Lima luis.fernando.2624@gmail.com Rayssa Marques Marinho rayssamarkkes@hotmail.com Marta Figueredo dos Anjos martafigueredo@yahoo.com.br <p>Este trabalho tem como objetivo discutir o processo de consolidação do componente Ensino, do campo da Educação Matemática, na UFRN, por meio do estudo do processo de curricularização do referido campo, no curso de Licenciatura em Matemática dessa instituição, considerando o recorte temporal de 1978 a 2003. Quanto ao desenvolvimento das investigações, assumimos como aporte teórico os pressupostos da História Cultural, em particular, Burke (2005) e Le Goff (1990). Para tanto, o movimento analítico ocorreu mediante a articulação entre os documentos escritos (projetos de cursos, anais de eventos) e documentos orais (entrevistas). Após triangulação dos dados obtidos, entendemos que as discussões sobre o ensino de Matemática no âmbito dessa universidade, associadas a ocorrência de eventos acadêmicos de Educação Matemática no estado do RN, entre outros fatores, culminaram para a consolidação do Ensino na UFRN.</p> 2022-03-19T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Luís Fernando Mesquita de Lima, Rayssa Marques Marinho, Marta Figueredo dos Anjos https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8740 Políticas de valorização docente na rede pública de educação municipal de Angicos/RN 2023-01-09T17:52:49-03:00 Fádyla Késsia Rocha de Araújo Alves fadyla.araujo@ufersa.edu.br Letronne Melo dos Santos letronne.melo@alunos.ufersa.edu.br <p>O artigo possui o objetivo de apresentar alguns dos resultados da pesquisa intitulada “Políticas de valorização docente na rede pública de educação municipal de Angicos/RN”. Considerou-se o cumprimento das metas do PNE que tratam dessas políticas, o Plano Municipal de Educação e a estrutura da carreira e da remuneração dos docentes da educação básica pública organizada no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da rede. Utilizou-se revisão da literatura, pesquisa documental e análise de dados da política de valorização docente solicitados ao Sindicato dos Servidores Públicos de Angicos (SINDSPAN). Identificou-se as nuances da implementação do PCCR no Município e elementos de contradição, no que se refere ao papel do sindicato. Sentimos falta das pautas locais da categoria docente do município. O processo de implementação do PNE e do PME também vem sendo marcado por dificuldades e condições materiais que os inviabilizam.</p> 2022-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Fádyla Késsia Rocha de Araújo Alves, Letronne Melo dos Santos (Autor) https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7300 Ser ou se fazer tutor(a): a gestão dentro do Programa de Educação Tutorial (PET/UERN/UFERSA) 2021-11-15T22:12:38-03:00 Antonio Anderson Brito do Nascimento andersonb.nascimentto@gmail.com José Gerardo Bastos da Costa Júnior gerardo.junior@ifrn.edu.br Aleksandra Nogueira de Oliveira Fernandes aleksandra.nogueira@ifrn.edu.br Flávia Spinelli Braga flaviauern@gmail.com <p>O presente artigo analisa a gestão dos tutores(as) dentro dos Programas de Educação Tutorial (PET), na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), como algo pronto/acabado ou processual. A metodologia é de cunho quanti-qualitativo, exploratório, fazendo uso da revisão bibliográfica, documental e entrevistas com tutores(as). Para fundamentação teórica, utilizamos Tosta et al. (2003); Müller (2003); Freire (1996); Brasil (2006), dentre outros. A pesquisa nos direcionou a perceber que o tutor PET se constrói de forma empática contemplando não apenas os aspectos acadêmicos, técnicos, mas o lado humanista, não de forma invasiva nas questões pessoais, mas devido ao estreitamento das relações construídas dentro do programa, existe uma sensibilidade no cuidar e de se importar com o outro. Nessas vivências, há momentos que são partilhados saberes, conhecimentos e experiências de ensino aprendizagem, desenvolvimento de laços formativos e fraternos.</p> 2022-01-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Antonio Anderson Brito do Nascimento, José Gerardo Bastos da Costa Júnior, Aleksandra Nobrega Nogueira de Oliveira Fernandes, Flávia Spinelli Braga https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9128 Maria Lucilda Nunes Barbosa: memórias de sua trajetória formativa e docência 2023-01-09T17:55:05-03:00 Raynara Maciel da Costa raynara.maciel@aluno.uece.br Maria Aparecida Alves da Costa mariapedagoga99@gmail.com Scarlett O’hara Costa Carvalho scarlettoharacc@gmail.com <p>O presente trabalho tem como objetivo biografar a professora aposentada Maria Lucilda Nunes Barbosa, doravante, Maria Lucilda. O estudo ancora-se na corrente historiográfica da História Oral e metodologicamente na História Oral, em que apoiou-se na memória e na oralidade da docente. A partir da entrevista obtida, é abordado acerca da formação pedagógica na perspectiva do Projeto Logos e sobre o Telensino enquanto processo formativo dentro de uma determinada época. Maria Lucilda foi uma das seis filhas de uma família numerosa sendo ao todo doze irmãos na cidade de Maranguape-Ce. Por dificuldades financeiras transferiu-se de escola privada para pública, onde terminou seus estudos e depois formou-se pela instituição mediante a metodologia do Projeto Logos e iniciou sua carreira na docência, tendo destaque no Telensino. Sua trajetória e prática são relatadas de forma a valorizar a impressão de sujeitos na constituição da história local.</p> 2022-11-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Raynara Maciel da Costa, Maria Aparecida Alves da Costa, Scarlett O’hara Costa Carvalho https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7313 A concepção de formação humana nos Cadernos de Formação do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE) 2021-11-16T22:33:58-03:00 João Kaio Cavalcante de Morais kaio-ca-valcante@hotmail.com Lúcia de Fátima Monteiro lucia.fmm@hotmail.com Ana Lúcia Sarmento Henrique ana.henrique@ifrn.edu.br <p>O objetivo do artigo é analisar qual a concepção de formação humana está presente nos Cadernos de Formação do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE). Para isso, recorremos a esse material para observar quais as principais orientações do modelo pedagógico da Escola da Escolha. A técnica utilizada para trabalhar com os dados foi a Análise Textual Discursiva (ATD) (MORAES; GALIAZZI, 2006) e o método que norteou a pesquisa foi o materialismo histórico-dialético. Os achados mostram que o ICE busca contribuir com a formação de estudantes flexíveis para uma sociedade em constante transformação. Na aparência, os cadernos defendem uma formação humana centrada na excelência acadêmica e no desenvolvimento de competências socioemocionais. Entretanto, na essência, a defesa se alinha ao perfil ideal de trabalhador exigido pelo capitalismo na atualidade. Logo, o papel da escola, para esse Instituto, é formar sujeitos produtivos, flexíveis e que saibam trabalhar em equipe.</p> 2022-03-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 João Kaio Cavalcante de Morais, Lúcia de Fátima Monteiro, Ana Lúcia Sarmento Henrique https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9145 Educação para a proteção civil: políticas e práticas em Portugal 2023-01-09T17:54:52-03:00 Gregório Magno de Vasconcelos de Freitas gmagno@staff.uma.pt Jesus Maria Angélica Fernandes Sousa angi@staff.uma.pt Liliana Maria Gonçalves Rodrigues de Góis lilianagr@staff.uma.pt <p>Vivemos numa sociedade em constante mudança e incerteza, que se tornou mais complexa e, inevitavelmente, mais exposta aos riscos que reforçam a sensação de vulnerabilidade e exacerbam o sentimento de insegurança dos cidadãos. A segurança, entendida como um direito fundamental de cidadania, deverá ser um debate prioritário, nomeadamente na definição de políticas de proteção civil, sustentadas e participadas, atendendo à basilar importância que assume no desenvolvimento económico e social do país. Assim, é fundamental a promoção de uma cultura de segurança e bem-estar e de responsabilidade, individual e coletiva, onde a educação, o currículo e a investigação devem assumir papéis basilares na construção de uma cidadania participativa. Neste artigo, recorrendo ao método hermenêutico para interpretar e à dialógica para refletir, iremos analisar, à luz da visão ideológica da educação e do currículo, as políticas de educação para a proteção civil e o papel que a escola deve assumir neste contexto.</p> 2022-11-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Gregório Magno de Vasconcelos de Freitas, Jesus Maria Angélica Fernandes Sousa , Liliana Maria Gonçalves Rodrigues de Góis https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8299 Ensino e aprendizagem de inglês para crianças: análise discursiva de propagandas de escolas de idiomas 2023-01-09T17:55:35-03:00 Dayane Valéria de Sousa Rodrigues dayanesousa322@gmail.com Francisco Vieira da Silva francisco.vieiras@ufersa.edu.br <p>No presente trabalho objetiva-se investigar as estratégias discursivas que são mobilizadas por escolas de idiomas para enunciar acerca do ensino e aprendizagem de inglês para crianças. Como respaldo para o desenvolvimento deste estudo, amparamo-nos as investigações de Foucault (2008a; 2008b), Garcia (2011) e Vasconcelos e Siqueira (2021). Quanto à metodologia, trata-se de um estudo descritivo-interpretativo de natureza qualitativa. <em>O corpus</em> compreende materialidades discursivas que estão contidas em sites de duas escolas de idiomas: <em>Wizard by Pearson e Fisk</em>. A análise das propagandas permitem averiguar a existência de estratégias discursivas que defendem um aprendizado mais significativo no período da infância, concebida como uma fase cheia de descobertas e entusiasmos, e, por isso, afirmam que o ensino precisa pautar-se na diversão e interação, estimulando um aprendizado do inglês com mais facilidade. </p> 2022-09-13T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Dayane Valéria de Sousa Rodrigues , Francisco Vieira da Silva https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9162 Caixa Matemática Problematizadora como recurso didático-pedagógico-brincante 2023-01-09T17:53:34-03:00 Sandra Alves de Oliveira saoliveira@uneb.br Jane Maria Braga Silva janebraga.jf@gmail.com Neila Maria de Almeida Tomé neilatome2013@gmail.com <p>O encontro formativo e dialógico entre as autoras deste artigo, no ano de 2019, a partir da partilha das contribuições da Caixa Matemática na formação e na prática docente, possibilitou-lhes reinventá-la criativamente como Caixa Matemática Problematizadora. O objetivo deste texto é discutir as perspectivas teórico-metodológicas da dinamização da Caixa Matemática Problematizadora como recurso didático-pedagógico-brincante nos encontros formativos presenciais e <em>online</em>. Nas narrativas produzidas no segundo semestre de 2020, estudantes de cursos de especialização destacam nas experiências compartilhadas com esse recurso metodológico, momentos interativos, dinâmicos e de aprendizagem matemática. Além disso, ressaltam a curiosidade e o desejo de aprender com entusiasmo e motivação os conceitos e conteúdos matemáticos entrelaçados na Caixa. Experimentar a Caixa Matemática Problematizadora na formação e na prática docente contribui para os processos de ensino-aprendizagem de matemática, numa perspectiva dialógica e interativa, que propicia desenvolver diferentes estratégias na resolução de problematizações criadas nas tessituras dos recursos compartilhados.</p> 2022-11-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Sandra Alves de Oliveira, Jane Maria Braga Silva, Neila Maria de Almeida Tomé https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8574 Accountability na educação básica: novos modos de regulação e controle de resultados 2023-01-09T17:55:24-03:00 Bruno Layson Ferreira Leão bruno.leao.098@ufrn.edu.br Allan Solano Souza asolanosouza@gmail.com <p>Este artigo tem como objetivo analisar as políticas de accountability enquanto estratégia para a regulação da Educação Básica, que reforçam controle e monitoramento dos resultados educacionais. Para o seu alcance realizou-se uma revisão bibliográfica segundo as principais referências teóricas que estudam essa problemática (AFONSO, 2009a; 2009b; BONAMIMO; SOUSA, 2012; SOUZA, 2016; SCHNEIDER; NARDI, 2015; CERDEIRA, 2018; FRANCO; CALDERÓN, 2017). Como resultados, foram identificadas as iniciativas de responsabilização dos profissionais da gestão escolar e professores. Conclui-se que é possível ir além das dicotomias existentes entre regulação e controle de resultados como inerentes a avaliação, e com isso tecer a crítica as políticas que vislumbram o esvaziamento do trabalho pedagógico face a proposição de ações para ampliação do desempenho das instituições escolares nos exames e posicionamento nos <em>rankings</em> nacionais.</p> 2022-11-03T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Bruno Layson Ferreira Leão, Allan Solano Souza https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/9168 Reflexão da Iniciação científica na pesquisa com crianças na educação infantil 2023-01-09T17:53:19-03:00 Camila Alves dos Santos camialvesantos@gmail.com Andrea Abreu Astigarraga astigarragaandrea@yahoo.com <p>Este artigo objetiva apresentar, de forma descritiva-reflexiva, os momentos da pesquisa realizada com crianças em um Centro de Educação Infantil – CEI, no interior do estado do Ceará (CE), e o progresso das pesquisadoras de iniciação científica. Para isso, analisamos as fotografias e os vídeos da primeira fase dessa investigação, entre 2020 e 2021. Nesse sentido, Passeggi (2016), Costa e Astigarraga (2021), Bruner (1997), entre outros, compõem o embasamento teórico que fundamenta essas reflexões. Por fim, pôde-se chegar à conclusão de que as crianças têm muito a nos dizer e a inspiração lúdica de um boneco Alien-entrevistador, baseada em pesquisas de Passeggi; Lani-Bayle (<em>et al</em>, 2018), contribuiu muito para propor práticas pedagógicas e uma nova metodologia de pesquisa.</p> 2022-11-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Camila Alves dos Santos, Andrea Abreu Astigarraga https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8479 Um projeto integrado baseado na competência lingüística: ciclo da água e uso de recursos 2023-01-09T17:55:45-03:00 Salvador Gutiérrez Molero salvadorgutierrezmolero@gmail.com Hugo Heredia Ponce hugo.heredia@uca.es <p style="font-weight: 400;">Este artigo apresenta um projeto integrado que foi implementado em outubro e novembro de 2021 na escola Manuel de Falla em Jerez de la Frontera (Cádiz, Espanha), especificamente no 3º ano da Escola Primária. O objetivo aqui é que os alunos, a partir de uma perspectiva globalizante e tomando a competência lingüística como uma questão transversal, adquiram conhecimentos didáticos sobre o ciclo da água e o uso dos recursos, respeitando ao mesmo tempo o meio ambiente. Para este fim, foi elaborada uma proposta didática seguindo os tipos de projetos integrados estabelecidos por Zabala (2000). Portanto, os alunos construirão seus conhecimentos pesquisando, sendo protagonistas no processo de ensino-aprendizagem, utilizando as TIC...</p> 2022-07-25T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Salvador Gutiérrez Molero, Hugo Heredia Ponce https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7943 Ensino do género Tese (TFG) em Engenheira Civil - Minas: Recursos para escrita académica em Espanhol 2022-02-23T14:49:58-03:00 Enrique Sologuren Insúa enrique.sologuren@uchile.cl Carmen Gloria Núñez carmen.nunez@uchile.cl Nelson Becerra nelson.becerra@uc.cl <p>O projeto de graduação final representa um desafio para os estudantes que estão na fase final de seus estudos universitários, pois é um gênero que promove a integração de conhecimentos e habilidades disciplinares complexas necessárias para o desempenho profissional adequado. Os objetivos desta pesquisa aplicada são: analisar o gênero TFG e projetar recursos didáticos informados por este gênero. A estrutura teórica é baseada na pedagogia de gênero e a metodologia é qualitativa. Os resultados caracterizam um tipo de gênero que mobiliza conhecimentos e habilidades de escrita acadêmica em diferentes dimensões discursivas, processuais, linguísticas e normativas que constituem um desafio para a aprendizagem na disciplina. Com base no acima exposto, um conjunto de recursos didáticos foi projetado para enfrentar esses desafios na sala de aula de engenharia e para conseguir o credenciamento do conhecimento e a construção da identidade profissional.</p> 2022-04-04T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Enrique Sologuren Insúa, Carmen Gloria Núñez, Nelson Becerra