Alguns saberes docentes adquiridos em uma discussão sobre a medição de profundidade com o báculo de Petrus Ramus

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v8i23.4877

Palavras-chave:

Formação inicial do professor de matemática, Prática docente, Vivência universitária, Báculo de Petrus Ramus

Resumo

O professor de Matemática, ao longo de seu ofício, necessita estar sempre se atualizando em relação a outros tipos de conhecimentos existentes, de forma a adquiri-los para algum auxílio em sala de aula. Um dos motivos, para isso, deve-se à exigência das instituições educacionais, requisitando, cada vez mais, profissionais qualificados e aptos a ensinar. Alguns desses saberes podem ser obtidos e mobilizados na universidade, em particular, a partir de vivências práticas, por meio de atividades extracurriculares. Nesse sentido, nosso intuito é relacionar alguns saberes docentes com os conhecimentos obtidos por professores em formação inicial, em um minicurso de extensão universitária, que explorou o procedimento de medição de profundidade com o báculo de Petrus Ramus, sob a perspectiva da historiografia atualizada. Tal abordagem teve um alicerce na interface entre história e ensino de Matemática, que nos orientou no tratamento didático de um documento histórico para a elaboração do minicurso. Assim, nossa experiência se configura como um estudo aplicado com caráter qualitativo-descritivo, que, por meio do levantamento de um questionário eletrônico, permitiu-nos ter uma noção acerca das contribuições do curso para os participantes. À vista disso, foram elencadas, pelos cursistas, algumas concepções sobre os conhecimentos que não se tinha antes da vivência, mas que foram adquiridos depois. Entre eles, os saberes relacionados à prática docente, relevantes para a formação de professores. Dessa forma, podemos concluir, com a experiência do minicurso, que a situação de medição pode articular múltiplos saberes de ordem prática, matemática, epistemológica, tornando o processo de ensino e aprendizagem mais integrado aos docentes.

Palavras-chave: Formação inicial do professor de Matemática; Prática docente; Vivência universitária; Báculo de Petrus Ramus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Hemerson Brito da Silva, Universidade Estadual do Ceará

Graduando de Licenciatura em Matemática na Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista de Iniciação Científica e Tecnológica da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Ana Carolina Costa Pereira, Universidade Estadual do Ceará

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual do Ceará (2001), mestrado em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010) e pós-doutorado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Ainda atua como docente Adjunta da Universidade Estadual do Ceará e líder do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM). Tem experiência na área de Educação Matemática, com ênfase em História de Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores de matemática e interface entre história e ensino de matemática. É uma pessoa feliz e fã de Sandy e Junior.

Antonia Naiara de Sousa Batista, Universidade Estadual do Ceará

Possui graduação em Licenciatura em Matemática (2016), pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) e mestrado (2018) pela Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PGECM), no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). É vice-líder do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM). Atualmente é professora substituta do Curso de Licenciatura em Matemática e Doutoranda da Pós-Graduação em Educação, ambos na Universidade Estadual do Ceará (UECE). Tem experiência na área da Educação Matemática e da História da Matemática, com ênfase, na formação de professores de matemática, articulação entre história e ensino de matemática, e instrumentos matemáticos.

Referências

CRESCENTI, Eliane Portalone. A formação inicial do professor de matemática: aprendizagem da Geometria e atuação docente. Praxis Educativa, Ponta Grossa (PR), v. 3, n. 1, p. 81-94, 21 jun. 2008. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/272859377_A_formacao_inicial_do_professor_de_Matematica_aprendizagem_da_Geometria_e_atuacao_docente>. Acesso em: 16 jan. 2021.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani César de. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Editora Feevale, 2013. 277 p. Disponível em: <https://www.feevale.br/institucional/editora-feevale/metodologia-do-trabalho-cientifico---2-edicao>. Acesso em: 16 jan. 2021.

PEREIRA, Ana Carolina Costa; SAITO, Fumikazu. A reconstrução do Báculo de Petrus Ramus na interface entre história e ensino de matemática. Revista Cocar, Belém, v. 13, n. 25, pp. 342-372, 2019. Disponível em: <https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/2164/1085>. Acesso em: 19 jan. 2021.

PEREIRA, Alessandra Knoll et al. A importância das atividades extracurriculares universitárias para o alcance dos objetivos profissionais dos alunos de administração da Universidade Federal de Santa Catarina. Revista Gestão Universitária na América Latina – GUAL, Florianópolis, Edição Especial, p. 163-194, 1 jun. 2011. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/gual/article/view/1983-4535.2011v4nespp163/21969>. Acesso em: 21 jan. 2021.

SÁ, Eliane Ferreira de et al. As aulas de graduação em uma universidade pública federal: planejamento, estratégias didáticas e engajamento dos estudantes. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 22, n. 70, p. 625-650, jul. 2017. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v22n70/1809-449X-rbedu-22-70-00625.pdf>. Acesso em: 18 jan. 2021.

SAITO, F. História da matemática e suas (re)construções contextuais. São Paulo: LF – Editorial, 2015. 259 p. (História da Matemática para Professores).

SILVA, Francisco Hemerson Brito da; PEREIRA, Ana Carolina Costa. Explorando as situações de medição de comprimento, altura e largura com o uso do báculo de Petrus Ramus. Revista Brasileira de História, Educação e Matemática – HIPÁTIA, São Paulo, v. 5, n.2, p. 398-409, dez. 2020a. Disponível em: <https://ojs.ifsp.edu.br/index.php/hipatia/article/view/1404/1102>. Acesso em: 18 jan. 2021.

SILVA, Francisco Hemerson Brito da; PEREIRA, Ana Carolina Costa. O báculo de Petrus Ramus e seu uso para medição de profundidade. Revista de Educação Matemática – REMAT-Sp, São Paulo, v. 17, p. 1-14, 2 set. 2020b. Anual. Sociedade Brasileira de Educação Matemática. Disponível em: <https://www.revistasbemsp.com.br/REMat-SP/article/view/371/214>. Acesso em: 18 jan. 2021.

SILVA, Francisco Hemerson Brito da; PEREIRA, Ana Carolina Costa. O legado de Petrus Ramus e o tratado Via regia ad geometriam. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática – BOCEHM, Fortaleza, v. 7, n. 20, p. 158-169, 11 jul. 2020c. Disponível em: <https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/3297/3027>. Acesso em: 18 jan. 2021.

TARDIF, Maurice; RAYMOND, Danielle. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Educação e Sociedade, [S.I], v. 21, n. 72, p. 209-244, dez. 2000. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/es/v21n73/4214>. Acesso em: 01 fev. 2021.

Downloads

Publicado

2021-06-17

Como Citar

SILVA, F. H. B. da; COSTA PEREIRA, A. C.; BATISTA, A. N. de S. Alguns saberes docentes adquiridos em uma discussão sobre a medição de profundidade com o báculo de Petrus Ramus. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 8, n. 23, p. 1219–1235, 2021. DOI: 10.30938/bocehm.v8i23.4877. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/4877. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

GT07 - Formação de Professores que ensinam Matemática

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>