LEONARDO DA VINCI E LUCA PACIOLI

um encontro à luz da Razão Áurea

Palavras-chave: Leonardo da Vinci, Luca Pacioli, Número de Ouro, História da Matemática

Resumo

Reconhecido como um dos maiores pintores da história, Leonardo da Vinci, assim como outras personalidades de seu tempo, buscou durante toda a sua vida ampliar seu conhecimento, sendo motivado por sua curiosidade e por seu espírito investigativo. Na tentativa de se tornar um homem universal, deixou várias contribuições nas mais diversas áreas, como a arquitetura, a engenharia e a anatomia. Sua proximidade com o frade italiano Luca Pacioli na corte de Milão o levou a ter uma visão diferenciada sobre a relação entre o homem, a Matemática e a natureza, principalmente no que se refere a um dos grandes mistérios envolvidos nessa terna: o Número de Ouro. O presente artigo é um recorte de uma pesquisa anterior, apresentada como trabalho de conclusão do curso de Licenciatura Plena em Matemática da UECE, em 2013, que visava identificar alguns feitos de Leonardo da Vinci sobre o Número de Ouro e suas contribuições no desenvolvimento das ciências. Tendo Bertato (2008), Lívio (2011) e Bagni e D’Amore (2012) como referências principais, através de uma pesquisa bibliográfica, apresentamos um pouco da relação entre Leonardo e a Matemática antes e depois do encontro com Luca Pacioli, influenciado por estudos referentes ao Número de Ouro. Tal encontro possibilitou ao artista um fortalecimento de seus conhecimentos em Matemática, acarretando contribuições significativas em seus diversos estudos. Assim, visamos com este artigo despertar a curiosidade daqueles que não o conhecem, bem como ampliar os estudos históricos para aqueles que buscam conhecer ainda mais sobre esta personalidade e suas contribuições para as ciências.

Publicado
2019-08-31