MOVIMENTO DA MATEMÁTICA MODERNA NO BRASIL

UMA RENOVAÇÃO DO ENSINO DE MATEMÁTICA NAS DÉCADAS DE 1960 A 1980

  • Elciane de Jesus Santos uesb/IFBAIANO
Palavras-chave: Movimento da Matemática Moderna. Currículo. Mídias jornalísticas.

Resumo

O ensino de matemática tem sofrido reformulações ao longo do tempo e com isso a necessidade de adequação às exigências de cada época são um dos fatores que contribuem para o novo olhar ao ensino da matemática. O Movimento da Matemática Moderna poderá ser caracterizado como forte mudança no ensino de matemática visto que os professores e demais profissionais da área educacional, sendo eles dos níveis básicos e das universidades, encontravam-se insatisfeitos com o modelo que vinha sendo adotado. Este trabalho é fruto de estudo desenvolvido como aluna especial de mestrado na UESB no campus Jequié na disciplina de História do Ensino da Matemática Escolar no Brasil e tem como objetivo abordar de forma sintetizada a reforma de ensino intitulada Movimento da Matemática Moderna e a participação das mídias na divulgação do movimento, assim como a influência desenvolvida nos leitores diante da propagação deste movimento. Será desenvolvido através de análise bibliográfica, tendo como aporte teórico Búrigo (1980), Valente (2008), Nakashima (2007), Dias (2008) e Soares (2001), além dos jornais o Diário da Noite, O Estado de São Paulo e Diário de Notícia. Obtendo como principal resultado a relevância dessas mídias na divulgação desse Movimento e a influência na reforma curricular do ensino que tinha objetivos pré-definidos como também obtinha interesses políticos, sociais e econômicos que atendesse as exigências da época.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BURIGO, E. Z. Movimento da Matemática Moderna no Brasil: estudo da ação e do pensamento e do pensamento de educadores nos anos 60. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação- Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 1985.

DIAS, A. L. M. O movimento da matemática moderna: uma rede internacional científico-pedagógica no período da Guerra Fria. In: ESOCITE, 7, 2008, Rio de Janeiro. Anais..., Rio de Janeiro: Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ, 2008.

DIAS, A. L. M. Uma história da educação matemática na Bahia. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 26. 2011, São Paulo. Anais... São Paulo: ANPUH, 2011. Disponível em: http://www.snh2011.anpuh.org/resources/anais/14/1300909600_ARQUIVO_ALMD.EducacaomatematicaBahia_revisado.pdf.

DOMINGUES, J. M. O movimento da matemática moderna no diário de notícias do rio de janeiro (1960-1968). Revista Kwanissa. São Luís, n. 3, p. 56-68, jan./jun, 2019.

GUIMARÃES, H. M. Por uma Matemática nova nas escolas secundárias – perspectivas e orientações curriculares da Matemática Moderna. In: MATOS, José Manuel; VALENTE, W. R. (org.). A Matemática Moderna nas escolas do Brasil e de Portugal: Primeiros Estudos. São Paulo: Editora Da Vinci, 2007.

MATOS. J. M.: VALENTE. W.R. (Org.). A matemática moderna nas escolas do Brasil e de Portugal: primeiros estudos. São Paulo: Da Vinci, 2007.

NAKASHIMA, M. O papel da imprensa no Movimento da Matemática Moderna. 2007. 205 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática da PUC-SP, São Paulo, 2007.

PINTO, N. B. Marcas históricas da Matemática moderna no Brasil. In: Revista Diálogo Educacional. Curitiba, v.5, n. 16, 2005.

SOARES, F. Movimento da Matemática Moderna no Brasil: avanço ou retrocesso? 2001. Dissertação (Mestrado em Matemática) – Departamento de Matemática Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática da PUC-RJ, Rio de Janeiro, 2001.

VALENTE, Wagner Rodrigues. Osvaldo Sangiorgi e o Movimento da Matemática Moderna no Brasil. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 8, n. 25, p. 583-613, set./dez. 2008.

Publicado
2020-07-12
Como Citar
SANTOS, E. MOVIMENTO DA MATEMÁTICA MODERNA NO BRASIL. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v. 7, n. 20, p. 370-379, 12 jul. 2020.