CARL FRIEDRICH GAUSS

CONTRIBUIÇÕES MATEMÁTICAS

  • Rannyelly Rodrigues de Oliveira UFRN
  • Maria Helena de Andrade
Palavras-chave: História da Matemática; Carl Friedrich Gauss; Aplicabilidade Matemática; Conceituação de Número; Complexificação.

Resumo

O presente trabalho tem o objetivo de relatar as principais contribuições matemáticas desenvolvidas pelo matemático e astrônomo alemão Carl Friedrich Gauss. Para isso, foi realizada uma descrição biográfica de Gauss baseada no dicionário de biografias científicas (2007) e na obra A Source Book in Mathematics (1929). Em complementaridade, foi feita uma revisão bibliográfica nos trabalhos de Giovanni e Bonjorno (2001), Hamilton (1844), Roque (2012), Souza e Garcia (2016). Destarte, a pesquisa bibliográfica foi adotada como metodologia de pesquisa assumindo um caráter descritivo. A priori, foi descrito o contexto histórico que influenciou a formação das concepções filosóficas, políticas e religiosas de Gauss que, de certa maneira, refletiram no seu padrão heurístico de pesquisador. O matemático vivenciou um período histórico marcado por movimentos revolucionários emergentes da Revolução Francesa, da Era Napoleônica e das revoluções democráticas na Alemanha. Todavia, ele manteve o conservadorismo observado, principalmente, em suas práticas de pesquisa, tal que não gostava de expor seus pensamentos e resultados obtidos que contrariavam a Matemática que, até então, era considerada como verdade absoluta, como é o caso da Geometria não-euclidiana. Posteriormente, foram relatadas as principais pesquisas matemáticas que Gauss desenvolveu relacionadas a cálculos de distâncias planetárias, à discussão algébrica do Teorema Binomial com expoentes racionais, da Média Aritmético-Geométrica, Teoria dos Números, Probabilidade e Teoria dos Erros. Foi destacado, também, a sua dedicação às investigações geodésicas referentes à triangulação de Hanôver, o que teve muita relevância para o desenvolvimento da ciência matemática. E, ficou reservada uma seção para abordar a Matemática Abstrata no que diz respeito à complexificação do conceito de número, onde foi apresentada a noção de números imaginários e negativos e sua compreensão como uma relação de quantidade. Nesse sentido, foram apresentados os conceitos de números complexos e hipercomplexos. Este último demarca os estudos de Gauss sobre a Álgebra não-comutativa através de seus cálculos quaterniônicos. Por fim, pode-se concluir que a História da Matemática pode ser escrita sob diferentes perspectivas teóricas geradas a partir dos diversos contextos históricos (épocas e culturas) designando, assim, a História da Matemática como inacabada. Nesse viés, conjectura-se que este trabalho sirva de fundamentação epistemológica para o desenvolvimento de uma historiografia em que evidencia o contexto de aplicabilidade matemática na ciência, como por exemplo, a algebrização de conceitos físicos. Ademais, espera-se oportunizar ao leitor o entendimento de que as ideologias políticas e filosóficas podem influenciar na formação do perfil de um pesquisador, assim como as diferentes concepções dos conceitos matemáticos podem contribuir para elaboração de outras matemáticas, como a Geometria não-euclidiana e Álgebra não-comutativa. Essas diferentes perspectivas são fundamentais para a constituição da Matemática Pura e Aplicada como um corpo teórico que proporciona o desenvolvimento de outras áreas da ciência, além de ter implicações significativas nas vivências sociais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. Metodologia Cientifica.6ª ed. São Paulo: Pearson. 2007.

GIOVANNI, J. R.; BONJORNO, J. R. Matemática: uma nova abordagem. Vol. 3. São Paulo: FTD, 2001, 415p.

HAMILTON, W. R. On the Connexion of Quaternions with Continued Fractions and Quadratic Equations. Proceedings of the Royal Irish Academy (1836-1869), v. 5, p. 219-222, (1850 – 1853).

MASCARENHAS, S. A. Metodologia Cientifica. São Paulo: Pearson, 2012. p. 128.

MOL, R. S. Introdução à História da Matemática. Belo Horizonte: CAED-UFMG, 2013, 140p.

PEREIRA, C. A.; et al. Dicionário de Biografias Científicas. Volume II. Org.: GILLISPIE, C. C.. Tradução: PEREIRA, C. A.; et al. Rio de Janeiro: Contraponto, 2007.

ROQUE, T. História da matemática: Uma visão crítica, desfazendo mitos e lendas. Rio de Janeiro: Zahar, 2012, 509p.

SMITH, D. E. A Source Book in Mathematics. New York: Dover Publications, Inc., 1929.

SOUZA, J.; GARCIA, J. #Contato Matemática: 3º ano. 1 ed. São Paulo: FTD, 2016, 320p.

Publicado
2020-07-12
Como Citar
OLIVEIRA, R.; ANDRADE, M. CARL FRIEDRICH GAUSS. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v. 7, n. 20, p. 427-439, 12 jul. 2020.