Discutindo potencialidades de textos antigos para o ensino fundamental em Matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v9i26.8008

Palavras-chave:

História da Matemática, Textos antigos, Ensino de Matemática

Resumo

Neste artigo, apresentamos uma síntese da pesquisa que compõe nossa dissertação de mestrado, na qual discutimos as potencialidades de textos históricos de matemática para situações de ensino na Educação Básica. Para tanto, evidenciamos que os textos antigos são constituídos de potencialidades didáticas passíveis de serem exploradas no estudo de conteúdos matemáticos no Ensino Fundamental. Fundamentamos nossa pesquisa nas concepções de Miguel (1997), Mendes e Chaquiam (2016), Brandemberg e Mendes (2005), Brandemberg (2020), Brandemberg (2021), que abordaram temas semelhantes, bem como buscamos em Boyer (1974) e Eves (2011) um contexto matemático no qual os textos históricos considerados estavam inseridos. Identificamos textos antigos do Egito e da Babilônia que podem ser utilizados no ensino e na aprendizagem da matemática e, a título de exemplo, destacamos o papiro de Rhind, com o qual elaboramos uma atividade didática voltada para sala de aula. Certificamos que tais textos antigos possuem potencialidades que viabilizam o aluno desenvolver habilidades que contribuem na construção do conhecimento matemático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Sheila Figueiredo Pereira, Universidade Federasl do Pará - UFPA

Especialista em Ensino de Matemática no Ensino Médio UEPA (2020), mestranda em Educação Matemática -UFPA (2022), professora da Educação Básica.

João Cláudio Brandemberg, Universidade Federal do Pará

Possui graduação em licenciatura plena em Matemática pela Universidade Federal do Pará (1992), mestrado em Matemática pela Universidade Federal do Pará (1998) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009). Atualmente é Professor Associado IV da Faculdade de Matemática-ICEN-UFPA. Pesquisador em História da Matemática e Ensino de Matemática. Orientador de mestrado e doutorado – IEMCI-UFPA. Desde 2005, associado a SBHMat. Autor de livros com foco na história de conceitos matemáticos e suas aplicabilidades ao ensino de matemática. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Álgebra. Atuando principalmente nos seguintes temas: Educação, Pensamento matemático avançado, Imagem conceitual, História da Matemática, Ensino de Álgebra.

Referências

BOYER, Carl Benjamim. História da matemática. Trad. Elza F. Gomide. São Paulo: Edgard Blücher, 1974.

BRANDEMBERG, João Cláudio; MENDES, Iran Abreu. Problemas Históricos e Ensino de Matemática. Anais do III EPAEM: Encontro Paraense de Educação Matemática, Belém, 2005.

BRANDEMBERG, João Cláudio. Uma proposta para o uso da história no ensino da matemática: sobre a potencialidade didática de textos históricos e desenvolvimento de conceito. Revista Paradigma, p.266-284, 2020.

BRANDEMBERG, João Cláudio. Sobre textos históricos e o ensino de conteúdos matemáticos. Investigações científicas envolvendo a história da matemática sob o olhar da pluralidade, p.23- 34, 2021.

EVES, Howard. Introdução à história da matemática. Trad. Hygino H. Domingues.5ªed. Campinas: Unicamp, 2011.

MENDES, Iran Abreu; CHAQUIAM, Miguel. História nas aulas de matemática: fundamentos e sugestões didáticas para professores. SBHMat, Belém, 2016.

MIGUEL, Antônio. As Potencialidades Pedagógicas da História da Matemática em Questão: argumentos reforçadores e questionadores. Zetetiké, v. 5, n. 8, p.73-105. Campinas, 1997.

Downloads

Publicado

2022-05-06

Como Citar

PEREIRA, P. S. F.; BRANDEMBERG, J. C. Discutindo potencialidades de textos antigos para o ensino fundamental em Matemática. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 9, n. 26, p. 227–241, 2022. DOI: 10.30938/bocehm.v9i26.8008. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/8008. Acesso em: 11 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>