Conhecimentos de natureza matemática mobilizados pelo uso do Octante Reflexivo de John Hadley (1682-1744)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v11i32.12436

Palavras-chave:

História da matemática, Instrumentos, Octante Reflexivo, John Hadley, conhecimentos geométricos

Resumo

Desde tempos antigos, a matemática desempenha um papel crucial no desenvolvimento da sociedade. Estudos da História da Matemática apontam que a Matemática em si não era uma área institucionalizada até o século XIX, e, antes disso era utilizada em áreas que identificamos como na navegação, astronomia, engenharias, entre outras. Durante os séculos XVII e XVIII não foi diferente, a matemática, por exemplo, aparece associada à construção e uso de instrumentos utilizados para atender necessidades sociais, como no caso do desenvolvimento da navegação. Nesta ótica, o presente trabalho tem o objetivo de evidenciar alguns dos conhecimentos, com enfoque nos de natureza matemática, mas também outros como físicos e geográficos, que são mobilizados durante o uso do Octante Reflexivo de John Hadley (1682-1744). Para isso, foi realizada uma pesquisa qualitativa com procedimentos bibliográfico e documental, para a busca e levantamento de fontes que trouxessem dados sobre o contexto da navegação entre o século XVII e XVIII e para a apreciação de documentos, escritos pelos irmãos Hadley, sobre a manipulação do Octante na navegação. Como resultado, apresentamos uma história dos irmãos Hadley fazendo a ligação com o desenvolvimento do Octante Reflexivo, bem como alguns conhecimentos que advém do uso do mesmo, a exemplo de: a utilização de conceitos geométricos, como ângulos suplementares e complementares e internos e externos a um triângulo, bem como as propriedades das reflexões de espelhos e localização de navegações em alto mar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Anna Beatriz de Andrade Gomes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Graduada em Matemática (2018-2021) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e com mestrado em andamento no Programa de Pós- Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em História da Matemática e Tecnologias de Informação e Comunicação. Atualmente, professora da rede privada de ensino, atuando no Anos Finais do Fundamental e no Ensino Médio.

Giselle Costa de Sousa, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Possui graduação em Matemática - licenciatura e bacharelado - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte . Além disso, Mestrado e Doutorado em Educação pela mesma instituição, na linha de pesquisa em Educação Matemática. Concluiu o curso de técnico em Estradas pela ETFRN, hoje IFRN. Atualmente é professora associada do Departamento de Matemática e vice coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática (PPGECM) da UFRN. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: Aliança entre História da Matemática e Tecnologias Digitais, História da Matemática, Tecnologias, GeoGebra, Cálculo, Lógica e George Boole. Atuou como professora convidada no Instituto de Formação Superior Presidente Kennedy - IFESP (RN). Foi professora da rede básica de ensino do município de Natal (RN), do município de São Gonçalo do Amarante (RN) e da rede privada de ensino de Natal. Foi coordenadora do PIBID de Matemática da UFRN/Natal. É docente orientadora da Residência Pedagógica de Matemática Natal/UFRN.

Referências

GIBBS, Graham. Análise de dados qualitativos. Porto Alegre, Artmed; 2009.

HADLEY, John. The Description of a new instrument for taking angles. Philosophical Transactions. The Royal Society. Vol. 37. p. 147-157. (1731). Disponível em: https://royalsocietypublishing.org/doi/10.1098/rstl.1731.0025 . Acesso em: 10 de set. de 2022.

HADLEY, John. An Account of Observations Made on Board the Chatham-Yacht, August 30th and 31st, and September 1st, 1732, in Pursuance of an Order Made by the Right Honourable the Lords Commissioners of the Admiralty, for the Trial of an Instrument for Taking Angles. Philosophical Transactions. The Royal Society. Vol. 37. p. 341-356. (1732). Disponível em: https://royalsocietypublishing.org/doi/10.1098/rstl.1731.0061

HADLEY, George. A description of a new instrument invented by John Hadley for taking the latitude or other altitudes at sea: with directions for its use with George Hadley. Londres: produzido pelo autor. 1734.

HALLIDAY, David; RESNICK, Robert. Fundamentos de Física: óptica e física moderna. São Paulo: Editora LTC. 2010.

HISTORY OF SCIENCE MUSEUM. Animate It – Octant. Youtube, 8 de janeiro de 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=iiCY94LMBVg. Acesso dia: 01 de agosto de 2023.

MACEDO, Neusa Dias de. Iniciação à pesquisa bibliográfica. São Paulo: Edições Loyola, 1995.

NORIE, John William. New and complete epitome of pratical navigation. Londres: produzido pelo autor. 1852.

RIGAUD, S.P. Biographical account of John Hadley, Esq. V.P.R.S., the inventor of the quadrant, and of his brothers George and Henry, Nautical Magazine 4. 1835.

SAITO, Fumikazu. História e Ensino de Matemática: Construindo Interfaces. In:

SALAZAR, Jesús Flores; GUERRA, Francisco Ugarte. Investigaciones en Educación

Matemática. Lima: PUCP, 2016. p. 253-291.

SAITO, Fumikazu. A pesquisa histórica e filosófica na educação matemática. Eventos Pedagógicos, 9(2), 604–618. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.30681/reps.v9i2.10087

SANTOS, Andressa Gomes dos; PEREIRA, Ana Carolina Costa. Gresham College e a matemática prática de Londres no século XVII. Revista Brasileira de História da Matemática, [S. l.], v. 22, n. 45, p. 67–81, 2022. DOI: 10.47976/RBHM2022v22n4567-81. Disponível em: https://rbhm.org.br/index.php/RBHM/article/view/384. Acesso em: 10 jan. 2024.

STIMSON, A.. The influence of the Royal Observatory at Greenwich upon the design of 17th and 18th century angle-measuring instruments at sea. In: Vistas Astronom. v. 20. p. 123-130 (1976).

THE ROYAL SOCIETY, Londres: 2023. Disponível em: https://royalsociety.org/about-us/mission-priorities/

Downloads

Publicado

2024-05-01

Como Citar

GOMES, A. B. de A.; SOUSA, G. C. de. Conhecimentos de natureza matemática mobilizados pelo uso do Octante Reflexivo de John Hadley (1682-1744). Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 11, n. 32, p. 1–16, 2024. DOI: 10.30938/bocehm.v11i32.12436. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/12436. Acesso em: 24 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)