Abordagem das competências socioemocionais no ensino remoto

Autores

Palavras-chave:

Ensino remoto, Competência socioemocional, Ensino fundamental

Resumo

Este artigo teve como objetivo investigar a abordagem das competências socioemocionais nas escolas da rede pública do município de Quixadá/CE. A pesquisa foi do tipo exploratória com abordagem qualitativa, na qual entrevistamos 3 professoras dos anos iniciais do ensino fundamental, utilizando como instrumento para coleta de dados entrevistas realizadas via google meet e telefone. As análises ajudaram a concluir que, as competências socioemocionais, recomendadas na BNCC, não têm sido abordadas, pelo fato das aulas estarem sendo realizadas remotamente. Segundo as informações recolhidas, os alunos estão apresentando problemas de cunho emocional, como a ansiedade, demonstrando mais ainda a necessidade de aulas com esse tipo de direcionamento. Contudo, ressaltamos a importância da formação dos docentes para ministrar aulas relacionadas a educação das emoções, pois no município, até agora, não tem estratégias nesse sentido. Por fim, ampliaremos, futuramente, nossa pesquisa, nas escolas da rede pública do município de Fortaleza/Ce.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline Martins Chaves

Graduada em Bacharelado em Direito (UNIFOR), Graduanda em Licenciatura Plena em Pedagogia (FECLESC/UECE).

Keila Andrade Haiashida, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduação em Pedagogia (UFC), Mestra em Educação (UFC), Doutora em Geografia (UECE). Professora adjunta da UECE.

Referências

ABED, Anita Lilian Zuppo. O desenvolvimento das habilidades socioemocionais como caminho para a aprendizagem e o sucesso escolar de alunos da educação básica, São Paulo, 2014. Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141569542016000100002&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 18 jun. 2021.

BRASIL, Ministério da Educação. Base nacional curricular comum, Brasília, 2018. Disponível em: emhttp://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 15 mai. 2021.

FONTE, Paty. Competências socioemocionais na escola: Wak Editora. 1 ed. Rio de Janeiro, 2019, 160 p.

FREIRE, Paulo; BETTO, Frei. Essa escola chamada Vida: Ática. 6 ed. Depoimentos ao repórter Ricardo Kotscho. São Paulo, 1988, 95 p.

IAS, Instituto Ayrton Senna, São Paulo. Competências socioemocionais para contextos de crise. São Paulo. Disponível em: <https://institutoayrtonsenna.org.br/pt-br/socioemocionais-para-crises.html?utm_source=site&utm_medium=hub-botao-2206#o-que-sao-competencias-socioemocionais. Acesso em: 24. jul. 2021.

MINAYO, M. C. de S; (Org). Pesquisa social: teoria, método e criatividade: Vozes. 21º ed. Petrópolis, RJ, 2002.

MORAN, J. Educação Híbrida: um conceito – chave para a educação hoje. In: BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. de M. (Org.). Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015, 270 p.

TEIXEIRA, Antônia Benedita. Habilidades socioemocionais na educação: Appris. 1 ed. Curitiba, 2020, 147p.

Publicado

2021-08-07

Como Citar

Chaves, C. M. ., & Haiashida, K. A. . (2021). Abordagem das competências socioemocionais no ensino remoto. Ensino Em Perspectivas, 2(3), 1–10. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6040

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)