Professores iniciantes na educação básica em tempos pandêmicos

Autores

Palavras-chave:

Professores iniciantes, Educação Básica, Tempos pandêmicos, Desafios da docência

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo evidenciar algumas dificuldades sentidas por professores iniciantes na Educação Básica, especificamente, na educação infantil e nos anos iniciais, considerando dois aspectos: o momento da inserção profissional e o momento pandêmico que vivenciamos, no Brasil, desde 2020. A questão norteadora é assim expressa: quais as dificuldades sentidas pelos docentes iniciantes atuantes na Educação Básica quando inseridos na docência e frente ao cenário da pandemia? O referencial teórico se apoia nos estudos de Garcia (1999), Huberman (1995), Nono (2011), Farias (2020), entre outros. A metodologia que alicerça essa pesquisa é de abordagem qualitativa, sustentada pela revisão de literatura e pela aplicação de um questionário eletrônico. Os resultados e discussões indicaram que os desafios encontrados pelos docentes participantes da pesquisa são inúmeros e distintos e foram intensificados pelo cenário pandêmico no qual nos encontramos desde 2020.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Carlos de Sousa, Rede Municipal de Ensino de Russas

Professor efetivo na Rede Municipal de Ensino de Russas. Mestrando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Especialista em Teoria, Metodologia e Prática de Ensino pelo IFCE. Membro do grupo de pesquisa Educação, Cultura Escolar e Sociedade (EDUCAS/CNPq).

Iure Coutre Gurgel, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Professor efetivo da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN. Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN. Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Membro do grupo de pesquisa Educação, Cultura Escolar e Sociedade (EDUCAS/CNPq).

Isabel Maria Sabino de Farias, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Professora associada da Universidade Estadual do Ceará, vinculada ao Centro de Educação e ao Programa de Pós-Graduação em Educação. É líder do grupo de pesquisa Educação, Cultura Escolar e Sociedade (EDUCAS/CNPq), realizando estudos sobre desenvolvimento profissional docente, inovação e docência. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2.

Referências

ALARCÃO, Isabel; ROLDÃO, Maria do Céu. Um passo importante no desenvolvimento profissional dos professores: o ano de indução. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 6, n. 11, p. 109-126, ago/dez, 2014. Disponível em: revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/108. Acesso em: 27 jun. 2021.

CHIZZOTTI, A. A pesquisa qualitativa em Ciências Humanas e Sociais: evolução e desafios. Revista Portuguesa de Educação, Braga, Portugal, v. 16, n. 2, p. 221-236, 2003. Disponível em: https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjvv7GOhPrxAhX2GLkGHSCkCXYQFjAAegQIBhAD&url=https%3A%2F%2Fwww.redalyc.org%2Fpdf%2F374%2F37416210.pdf&usg=AOvVaw1nxlEmKaJXyki2nOuCHbl3. Acesso em: 26 jun. 2021.

CRUZ, Giseli Barreto. da; FARIAS, Isabel Maria Sabino de; HOBOLD, Márcia de Souza. Indução profissional e o início do trabalho docente: debates e necessidades. Revista Eletrônica de Educação, v.14, 1-15, e4149114, jan./dez. 2020. Disponível em: https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&ved=2ahUKEwiHi9Ls_PnxAhVHCrkGHdnyBNkQFjAAegQIBhAD&url=http%3A%2F%2Fwww.reveduc.ufscar.br%2Findex.php%2Freveduc%2Farticle%2Fdownload%2F4149%2F1081&usg=AOvVaw0jpnm20QEtKNgLGvsVgIRq. Acesso em: 20 jun. 2021.

ESTEBAN, Maria Paz Sandin. Pesquisa Qualitativa em Educação: fundamentos e tradições. Porto Alegre: AMGH, 2010. 268p.

GARCIA, Carlos Marcelo. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2019. Disponível em: https://ayanrafael.files.wordpress.com/2011/08/gil-a-c-mc3a9todos-e-tc3a9cnicas-de-pesquisa-social.pdf. Acesso em: 23 jun. 2021.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, António (Org.). Vida de professores. Portugal: Porto Editora, 1995. p. 31-61.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). 34ª Ed. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 28ª. ed. Petrópolis: Vozes, 2015. 108p.

NONO, Maévil Anabel. Professores iniciantes: o papel da escola em sua formação. Porto Alegre: Mediação, 2011. 176p.

NÓVOA, António. Professores, imagens do futuro presente. Lisboa: EDUCA, 2009.

SCHÖN, Donald. Educando o profissional reflexivo. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

Publicado

2021-08-06

Como Citar

Sousa, A. C. de ., Gurgel, I. C. ., & Farias, I. M. S. de . (2021). Professores iniciantes na educação básica em tempos pandêmicos. Ensino Em Perspectivas, 2(3), 1–12. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6550