Escolas de Ensino Médio do campo no Ceará: um panorama geral: um panorama geral

Autores

Palavras-chave:

Educação do campo, Ensino Médio, Política Educacional

Resumo

Este artigo objetiva apresentar resultado de pesquisa financiada pela FUNCAP que analisou a formação continuada em serviço oferecida aos professores das escolas de educação do campo no Ceará pela Secretaria de Educação e pelo Movimento dos Trabalhadores sem Terra, com vistas a compreender como os professores sintetizam essa relação em saberes docentes. Como parte integrante dos resultados dessa pesquisa, explora-se aqui um questionário submetido à gestão de quatro escolas das cinco escolas de Ensino Médio do Campo em área de assentamento da reforma agrária mais antigas do estado. Objetivava-se vislumbrar as condições de trabalho nas escolas pesquisadas para relacionar com os dados já coletados. O resultado foi a confirmação da precariedade do trabalho e da disparidade disso com a grandeza e a confiança da comunidade escolar no projeto de educação que está sendo construído. Trabalhando na contramão da educação burguesa, muitos desafios são postos às escolas do campo no Ceará.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karla Raphaella Costa Pereira, Universidade Estadual do Ceará, Universidade Federal do Ceará

Doutora e mestra em Educação, doutoranda em Letras, graduada em Pedagogia e Letras, especialista em Psicopedagogia, bolsista de pós-doutorado pela FUNCAP e líder do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana (GPOSSHE).

Frederico Jorge Ferreira Costa

Doutor e mestre em Educação com pós-doutorado em Filosofia, graduado em Direito, bolsista de produtividade em pesquisa e estímulo à interiorização pela FUNCAP e líder do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana (GPOSSHE).

Maria Aires de Lima, Universidade Estadual do Ceará

Mestra e doutoranda em Educação, graduada em pedagogia, bolsista CAPES, membro do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana (GPOSSHE).

Referências

CALDART, Roseli Salete. Sobre a especificidade da Educação do Campo e os desafios do momento atual. In: FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M. (org.). Teoria e educação no labirinto do capital. 4. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2016.

Ceará. Lei nº 16. 30 de maio de 2016. Dispõe sobre o Plano Estadual de Educação. Disponível em: http://www.mpce.mp.br/wp-content/uploads/2016/02/20170020-LEI-16025-2016.pdf. Acesso em: 30 jun. 2021.

CEARÁ. Portaria GAB nº 139, de 18 de dezembro de 2018. Estabelece as normas para a lotação de professores nas escolas públicas estaduais para o ano de 2019 e dá outras providências. Disponível em: https://crede08.seduc.ce.gov.br/images/Alan/Portaria%20de%20Lotao%202019%20-%20verso%20final_18_12_retificada.pdf. Acesso em: 30 jun. 2021.

CEARÁ. Resolução nº 426, de 27 de agosto de 2008. Regulamenta a Educação Básica na Escola do Campo no Ceará. Disponível em: https://www.cee.ce.gov.br/wp-content/uploads/sites/49/2011/08/RESOLUCaO-No-426-2008.pdf. Acesso em: 30 jun. 2021.

CORRÊA, J. L. C.; NEVES, M. O. Educação do Campo: narrativas que protagonizam práticas de resistência. Ensino Em Perspectivas, Fortaleza, v. 2, n. 2, p. 1–12, jun, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6055. Acesso em: 21 jul. 2021.

IANNI, Octavio. Origens Agrárias do Estado Brasileiro. São Paulo: Brasiliense, 2004.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política: Livro I: o processo de produção do capital. Tradução Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo, 2013.

YIN, Robert K. Pesquisa qualitativa do início ao fim. Tradução Daniel Bueno. Porto Alegre: Penso, 2016.

Publicado

2021-07-21

Como Citar

Pereira, K. R. C., Ferreira Costa, F. J., & Lima, M. A. de . (2021). Escolas de Ensino Médio do campo no Ceará: um panorama geral: um panorama geral. Ensino Em Perspectivas, 2(1), 1–11. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/5925

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)