Pandemia e educação jurídica por aulas remotas em Sobral (Ceará, BR)

Autores

Palavras-chave:

Educação jurídica, Pandemia, Ensino remoto, Direito, Ceará

Resumo

Este artigo analisa, a partir de uma perspectiva discente, aspectos do ensino remoto nos cursos de Direito em IESs privadas situadas na cidade de Sobral, no estado do Ceará, decorrente da mudança na forma de ensino/aprendizagem durante a pandemia do Covid-19, em 2020. Faz-se uma pesquisa de natureza exploratória e descritiva, realizada na primeira metade de setembro de 2020, por meio da aplicação de questionário eletrônico (Google Forms) encaminhados a 60 estudantes das aludidas instituições sobralenses. Para melhor compreender esta nova realidade, abordam-se aqui itens do perfil sócio-econômico dos respondentes, analisam-se procedimentos adotados pelas IESs em que estudam, avalia-se o consequente desempenho acadêmico dos estudantes e identificam-se possíveis pontos críticos ocasionados pelas aulas síncronas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe dos Reis Barroso, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE). Mestre em Administração (International Business) pela DePaul University (Chicago, EUA, 1992). Professor e coordenador-adjunto do Curso de Direito no Centro Universitário 7 de Setembro (UNI7).

Tatiana Maria Ribeiro Silva, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE). Mestra em Saúde Pública pela (2015). Professora da Universidade Aberta do Brasil e da UECE.

Gabrielly de Oliveira Matos, Centro Universitário 7 de Setembro

Graduanda em Direito no Centro Universitário 7 de Setembro (UNI7), em Fortaleza (CE). Monitora de Direito das Sucessões (UNI7). Estagiária do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE).

Referências

CASTRO, E. L. de; SOUZA, L. N.; BARRETTO, R. F. Formação docente para novas práticas no ensino do direito. Ensino em Perspectivas, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 1–5, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6426. Acesso em: 10 ago. 2021.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 1999.

LÉVY, Pierre. O que é virtual? 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2011.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

PERRENOUD, Philippe. Dez novas competências para ensinar. Trad. Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

POSTIGO-ZUMARÁN, Julio Éfrain; ARIAS-CHÁVEZ, Dennis; RAMOS-QUISPE, Teresa. Percepção de interação em sala de aula virtual e nível de habilidades sociais em estudantes universitários. Educ. Form., Fortaleza, v. 6, n. 3, e5297, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/5297. Acesso em: 13 jul. 2021

SECCATTO, Ana Gláucia; SECCATTO, Cassia Patrícia. Pesquisa e autoria: experiências no ensino remoto. Rev. Pemo, Fortaleza, v. 3, n. 3, e335580, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.47149/pemo.v3i3.5580. Acesso em: 12 jul. 2021

VASCONCELOS, A. P. M. F.; ASTIGARRAGA, A. A. Prática Docente, Experiência Formadora, Ensino Remoto em Tempos de Covid-19. Ensino em Perspectivas, Fortaleza, v. 2, n. 1, p. 1-11, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/5972/5175. Acesso em: 11 ago. 2021.

Publicado

2021-08-15

Como Citar

Barroso, F. dos R. ., Silva, T. M. R. ., & Matos, G. de O. . (2021). Pandemia e educação jurídica por aulas remotas em Sobral (Ceará, BR). Ensino Em Perspectivas, 2(4), 1–12. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6695