Estágio supervisionado na educação infantil: reflexão para a formação docente

Autores

Palavras-chave:

Estágio Supervisionado, Educação Infantil, Formação Docente

Resumo

O estágio supervisionado é um componente obrigatório nos cursos de formação de professores e tem como um dos princípios promover a interação entre teoria e prática. O presente trabalho visa apresentar um relato de experiência sobre o estágio supervisionado realizado na Educação Infantil no curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Ceará (UECE). A pesquisa, de abordagem qualitativa do tipo estudo de caso, foi desenvolvida em uma turma do infantil V de uma instituição pública do município de Crateús-Ceará. Constatou-se que existe um distanciamento entre o que se estuda no curso de Pedagogia e o dia a dia da sala de aula na Educação Infantil, de modo que a prática sem teoria limita o profissional e inviabiliza um ensino significativo e amplo ao educando, tal como é inviável se ter somente conhecimento teórico, sem a vivência do chão da sala de aula da educação infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabel de Carvalho Paiva, Secretaria Municipal de Educação

Pedagoga pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora na Secretaria Municipal de Educação de Nova Russas-CE, atuando em turmas da Educação Infantil.

Jeriane da Silva Rabelo, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Doutora, mestra e pedagoga, todas as formações pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Rosa Gabrielle Sousa Matos, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará. Cursando especialização em Psicopedagogia Institucional e Ludopedagogia na Faculdade Única de Ipatinga.

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 05 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 11 jul. 2021.

BRASIL. Lei nº 9.394. Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) de 26 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm Acesso em: 09 jul. 2021.

BRASIL. Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 26 de set. 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm. Acesso em: 11 jul. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil / Secretaria de Educação Básica. – Brasília: MEC, SEB, 2010. Disponível em:

http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/diretrizescurriculares_2012.pdf. Acesso em: 07 jul. 2021.

BRASIL. Revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, Brasília, 2009. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/pceb020_09.pdf. Acesso em: 11 jul. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino

Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil. Parecer 20/09 e Resolução 05/09. Brasília, MEC, 2009.

BARBOSA; HORN. Organização do Espaço e do Tempo na Escola Infantil. In: CRAIDY, C. M.; KAERCHER, G. E. P. da S. (Orgs.). Educação infantil pra que te quero? Porto Alegre: Artmed Editora, 2007. p. 67-80.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa – 53. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016.

FREITAS, B. M.; FREITAS, M. C. de; CAVALCANTE, G. F. Elementos norteadores dos estágios supervisionados: o olhar docente. Ensino em Perspectivas, v. 1, n. 1, p. 1–13, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/4510. Acesso em: 12 ago. 2021.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 1994.

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Campos de experiências: efetivando

direitos e aprendizagens na educação infantil / Ministério da Educação. São Paulo: Fundação Santillana, 2018.

OLIVEIRA, G.C. Psicomotricidade: educação e reeducação num enfoque psicopedagógico. Petrópolis: Vozes, 1997.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

YIN. R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Publicado

2021-08-13

Como Citar

Paiva, I. de C. ., Rabelo, J. da S. ., & Matos, R. G. S. . (2021). Estágio supervisionado na educação infantil: reflexão para a formação docente. Ensino Em Perspectivas, 2(4), 1–11. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6681