Estudo colaborativo e desenvolvimento de habilidades socioemocionais na Educação Infantil

Autores

Palavras-chave:

Estudo, Colaborativo, Habilidades, Socioemocionais

Resumo

O presente artigo visou desenvolver uma pesquisa teórica e prática sobre o estudo colaborativo, que foi realizado em uma escola de ensino privado, na etapa dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no município de Quixadá. O estudo abordou teorias acerca da prática em questão, elencando sua influência na ação pedagógica e no desenvolvimento dos alunos. O objetivo é de identificar as contribuições do estudo colaborativo, como uma forma de fazer um recorte dos principais conteúdos sobre o tema e ter contato com dados coletados na respectiva instituição. A metodologia centrou-se na revisão bibliografia e estudo de caso, com o uso de questionário. Nesse sentido, o referencial teórico abrange um conjunto literaturas especializadas, tais como: Catania (1999), Piaget (1971), Torres (2015), Rego (2012). Os resultados evidenciam que a abordagem colaborativa tem sido um meio efetivo e significativo, que gerou frutos positivos no aperfeiçoamento profissional e no processo cognitivo dos educandos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisca Tainá Costa Pinheiro, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Especialista em Neurociência e Aprendizagem pela Faculdade Única de Ipatinga (FUNIP).

Benjamim Machado de Oliveira Neto, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Graduando em Administração Pública pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Bacharel no curso de Direito pela Faculdade Católica Rainha do Sertão (UNICATÓLICA). Licenciado em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Referências

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 15 mai. 2019.

CATANIA, A. Aprendizagem: comportamento, linguagem e cognição. 4. ed. Porto

Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

JOHNSON, D. W.; JOHNSON, R. T.; HOLUBEC, E. J. El aprendizaje cooperativo enel aula. Buenos Aires: Editorial Paidós, 1999. Disponível em: https://issuu.com/tomasmonges/docs/johnson__d._w.__johnson__r._t.____h. Acesso em: 22 maio 2019.

NUNES, A. I. B. L.; SILVEIRA, R. N. Psicologia da Aprendizagem. 3. ed. Ceará: EdUECE, 2015.

PIAGET, J. A epistemologia genética. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1973.

REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. 23 ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

TORRES, P. L. Metodologias para a produção do conhecimento: da concepção à prática. 1. ed. Curitiba: SENAR-PR, 2015. Disponível em: http://www.agrinho.com.br/ebook/senar/livro1/files/MetodologiaProducaoConhecimento.pdf. Acesso em: 23 mai. 2019.

Publicado

2021-08-13

Como Citar

Pinheiro, F. T. C. ., & Oliveira Neto, B. M. de . (2021). Estudo colaborativo e desenvolvimento de habilidades socioemocionais na Educação Infantil. Ensino Em Perspectivas, 2(3), 1–13. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6059