Aspectos matemáticos e materiais da fabricação do báculo de Petrus Ramus frente a concepção de licenciandos em Matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v9i26.8031

Palavras-chave:

Báculo de Petrus Ramus, Conhecimentos geométricos, Recursos materiais, Formação docente, Curso de extensão universitária

Resumo

A utilização de instrumentos matemáticos atrelados a textos históricos tem ganhado bastante espaço em estudos recentes, principalmente, no que se refere ao interesse de articular o ensino com a história de uma forma equilibrada, sem que uma se sobreponha ao objetivo da outra, mas que ambas possam dialogar entre si. Dessa forma, tomamos como elemento da história o tratado Via regia ad geometriam – The Way To Geometry, uma versão escrita e publicada em Londres, por William Bedwell, em 1636, tendo como autor Petrus Ramus (1515–1572). A partir dele, adentramos no texto que versa sobre as partes da construção e o uso de um báculo para o planejamento e a aplicação de um curso de extensão universitária, pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), na modalidade remota, devido à pandemia da Covid-19. Dentro desse contexto, nossa pesquisa visou, através da coleta de dados, a apresentar os elementos matemáticos e materiais mobilizados na fabricação dos báculos durante a prática formativa. Assim, para o delineamento deste escrito, fizemos uso das pesquisas qualitativa e descritiva, que vão ao encontro dos elementos planejados, aplicados e coletados dentro do curso. Partindo-se disso e em decorrência do que foi desenvolvido, conseguimos perceber, por meio da vivência universitária, que alguns conhecimentos geométricos foram visualizados pelos participantes no momento da reconstrução do báculo de Petrus Ramus, como também a variedade de materiais físicos utilizados para construí-lo, influenciando no modelo final produzido pelos discentes. Logo, consideramos que a vivência pôde contribuir para a formação dos participantes no concernente à abordagem teórica, geométrica e prática, ao permitir o contato deles com um recurso didático advindo da história da matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Hemerson Brito da Silva, Universidade Estadual do Ceará - UECE

É licenciado em Matemática (2021) pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). É membro do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM). Desenvolve projeto na área da Educação Matemática, com ênfase em História de Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: Fontes históricas, instrumentos matemáticos do século XVI, interface entre história e ensino de matemática e formação do professor de matemática.

Antonia Naiara de Sousa Batista, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Possui graduação em Licenciatura em Matemática (2016), pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) e mestrado (2018) pela Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PGECM), no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). É vice-líder do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM). Atualmente é professora substituta do Curso de Licenciatura em Matemática e Doutoranda da Pós-Graduação em Educação, ambos na Universidade Estadual do Ceará (UECE). Tem experiência na área da Educação Matemática e da História da Matemática, com ênfase, na formação de professores de matemática, articulação entre história e ensino de matemática, e instrumentos matemáticos.

Referências

ALVES, Verusca Batista; PEREIRA, Ana Carolina Costa. Logaritmo e proporcionalidade mobilizados em uma atividade com círculos de proporção (1633) na formação de professores de matemática. Revista Cocar (online), v. 15, p. 1-21, 2021.

ALVES, Verusca Batista; BATISTA, Antonia Naiara de Sousa. Uma breve discussão teórica acerca do uso de instrumentos matemáticos históricos no ensino da matemática. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática (BOCEHM), Fortaleza, v. 3, n. 8, p. 48–59, 2018.

BATISTA, Antonia Naiara de Sousa; PEREIRA, Ana Carolina Costa. A balhestilha (1603) como um instrumento matemático para o estudo de medidas na formação de professores de matemática. Acta Scientiarum. Education, Maringá, v. 43, p. 1-12, 23 nov. 2020.

GUTIERRE, Liliane dos Santos. História da matemática: atividades para a sala de aula. Natal: EDUFRN, 2011.

MENDES, Iran Abreu. Tendências metodológicas no Ensino de Matemática. Belém: UFPA, 2008.

PEREIRA, Ana Carolina Costa; SAITO, Fumikazu. A organização do saber geométrico em Via Regia ad Geometriam (1636) de Petrus Ramus: uma reflexão sobre a definição de ângulo reto e de perpendicular. REMATEC, Natal, v. 13, n. 27, pp.24-38, 2018.

PEREIRA, Ana Carolina Costa; SAITO, Fumikazu. A reconstrução do Báculo de Petrus Ramus na interface entre história e ensino de Matemática. Revista Cocar, Belém, v. 13, n. 25, pp. 342-372, 2019.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Rio Grande do Sul: Universidade Feevale, 2013. 277 p.

RAMUS, Petrus. Via regia ad geometriam: The way to geometry. Londres: Thomas Cotes, 1636. Tradução de: Willian Bedwell.

SAITO, Fumikazu; DIAS, Marisa da Silva. Interface entre história da matemática e ensino: Uma atividade desenvolvida com base num documento do século XVI. Ciência & Educação, São Paulo, v. 19, n. 1, p.89-111, 2013.

SAITO, Fumikazu. Algumas considerações historiográficas. In: SAITO, Fumikazu. História da matemática e suas (re)construções contextuais. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2015.

SAMPIERI, Roberto Hernandez; COLLADO, Carlos Fernández; LUCIO, María del Pilar Baptista. Metodologia de Pesquisa. 5. ed. Porto Alegre, RS: Editora Penso, 2013.

SILVA, Francisco Hemerson Brito da. Sobre os conhecimentos matemáticos a partir da reconstrução do báculo de Petrus Ramus (1515-1572) advindos de uma vivência dos licenciandos em Matemática da UECE. 2021. 110 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em 2021) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2021.

SILVA, Francisco Hemerson Brito da; PEREIRA, Ana Carolina Costa. Explorando as situações de medição de comprimento, altura e largura com o uso do báculo de Petrus Ramus. Revista Brasileira de História, Educação e Matemática (HIPÁTIA), São Paulo, v. 5, n.2, p. 398-409, dez. 2020.

SILVA, Isabelle Coelho da; PEREIRA, Ana Carolina Costa. Definições e critérios para uso de textos originais na articulação entre história e ensino de matemática. Boletim de Educação Matemática (BOLEMA). 2021, vol.35, n.69, pp.223-241, 2021.

Downloads

Publicado

2022-04-26

Como Citar

BRITO DA SILVA, F. H.; BATISTA, A. N. de S. . Aspectos matemáticos e materiais da fabricação do báculo de Petrus Ramus frente a concepção de licenciandos em Matemática. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 9, n. 26, p. 165–180, 2022. DOI: 10.30938/bocehm.v9i26.8031. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/8031. Acesso em: 10 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)