Ressignificando a prática docente

experiências em tempos de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v2i3.3917

Palavras-chave:

Prática Docente, Formação Continuada do Professor, Tecnologia Educacional, Pandemia

Resumo

O presente artigo trata-se de um estudo exploratório e descritivo, do tipo relato de experiência, com abordagem qualitativa, elaborado no contexto do ensino remoto em decorrência da pandemia do Covid-19, a partir de informações pontuadas por professores que atuam no 4° ano do Ensino Fundamental, da rede pública municipal de ensino do Crato- Ceará, objetivando promover reflexões acerca de limites, desafios e possibilidades mediante experiências indicadas por estes. Contemplando discussões acerca do uso de Tecnologias da Informação e Comunicações(TICs) na educação, formação continuada de professores, práticas docentes e políticas educacionais, o estudo está amparado nas contribuições de Imbernón (2009, 2016), Tardif (2014) bem como nas políticas públicas em educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Narjara Peixoto Xavier Bezerra, Universidade Regional do Cariri - Urca

Graduada em Pedagogia, Especialista em Gestão Educacional, Mestranda em educação pela Universidade Regional do Cariri, Professora efetiva da educação básica da rede pública municipal de ensino do Crato- CE.

Antonia Pereira Veloso, Universidade Regional do Cariri - Urca

Graduada em Pedagogia, Especialista em Gestão da Educação Pública- CAED-UFJF, Tecnologias em educação PUC-RIO, Educação Pobreza e Desigualdade Social-UFC. Mestranda  em Educação pela Universidade Regional do Cariri. Professora da Rede Básica Municipal de Nova Olinda-Ce.

Emerson Ribeiro, Universidade Regional do Cariri - Urca

Professor adjunto da Universidade Regional do Cariri. Formado em geografia pela Universidade de Sorocaba e Pedagogia pela Universidade do estado de Minas Gerais. Mestre e Doutor pela Universidade de São Paulo com pós-doutorado pela Universidade Federal da Paraiba.

Referências

BRASIL – Agência Brasil - Organização Mundial de Saúde declara pandemia do novo Coronavírus; publicado em 11/03/2020 - Por Agência Brasil- Brasília- Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-03/organizacao-mundial-da-saude-declara-pandemia-de-coronavirus Acesso: 22 de julho de 2020.

BRASIL. Decreto Nº 6.300, de 12 de dezembro de 2007. Dispõe sobre o Programa Nacional de Tecnologia Educacional -ProInfo. Diário Oficial da União Brasília, 12 de dezembro de 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Decreto/D6300.htm Acesso: 20 jun de 2020.

BRASIL. Decreto nº 9.204, de 23 de novembro de 2017. Institui o Programa de Inovação Educação Conectada e dá outras providências. Diário Oficial da União. Dez 2017. Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato20152018/2017/Decreto/D9204.htm Acesso: 22 jul 2020

BRASIL. Decreto Nº 9.319, de 21 de março de 2018. Institui o Sistema Nacional para a Transformação Digital e estabelece a estrutura de governança para a implantação da Estratégia Brasileira para a Transformação Digital. Disponível: http://www.planalto.gov.br/cciViL_03/_Ato2015-2018/2018/Decreto/D9319.htm Acesso: 22 julho de 2020

BRASIL. Ministério da educação e do desporto Portaria nº 522, de 9 de abril de 1997. Institui a criação do Programa Nacional de Informática na Educação – PROINFO. Diário Oficial da União de 11/04/1997 (nº 69, Seção 1, pág. 7.189). Em: http://www.lex.com.br/doc_348748_PORTARIA_N_522_DE_9_DE_ABRIL_DE_1997.aspx. Acesso em: 20 jun 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 188, de 3 de fevereiro de 2020. Declara Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV). Diário Oficial da União, Brasília. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-188-de-3-de-fevereiro-de-2020-241408388. Acesso em: 11 mai. 2020.

CEARÁ. Lei n° 14.026, de 17.12.07. Cria o programa alfabetização na idade certa -PAIC, de cooperação técnica e incentivo para melhoria dos indicadores de aprendizagem nos municípios cearenses e dá outras providências. Fortaleza, CE: Governo do Estado, 19 dez 2007. Disponível: https://belt.al.ce.gov.br/index.php/legislacao-do-ceara/organizacao-tematica/educacao/item/4310-lei-n-14-026-de-17-12-07-d-o-19-12-07 Acesso: 21 set. 2019.

FALSARELLA, Ana Maria. Formação continuada e prática de sala de aula: os efeitos da formação continuada na atuação do professor. Campinas, SP: Autores associados, 2004. (Coleção Formação de Professores).

GIL, Antônio Carlos, 1946- Como elaborar projetos de pesquisa. 4.ed. - São Paulo: Atlas, 2002

HABERMAS, J. Comentários à ética do discurso. São Paulo: Instituto Piaget, 1991.

IMBERNÓN, Francisco. Formação permanente do professorado. (Trad. Sandra Trabucco Valenzuela). São Paulo: Cortez, 2009.

IMBERNÒN, Francisco. Qualidade no ensino e formação do professorado: uma mudança necessária. (trad. Silvana Cobucci Leite) – São Paulo: Cortez, 2016.

JUNGES, F. C.; KETZER, C.; OLIVEIRA, V. M. Formação continuada de professores: Saberes ressignificados e práticas docentes transformadas. Educação & Formação, Fortaleza, v. 3, n. 3, p. 88-101, 2018. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/858 Acesso: 10 set 2020.

LEITE, Werlayne S. S. ; RIBEIRO, Carlos A. do N. . A inclusão das TICs na educação brasileira: problemas e desafios. Magis: Revista Internacional de Investigación en Educación, ISSN-e 2027-1182, Vol. 5, Nº. 10, 2012, págs. 173-187 Disponível: https://dialnet.unirioja.es/ejemplar/344265 Acesso: 30 junho 2020.

LOPES, T. M.; TORRES, M. N.; MENEZES, I. História da formação de professores no Ceará: da escola normal aos ambientes virtuais de aprendizagem. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 2, n. 3, p. e233724, 2020. Disponível: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3724 Acesso: 10 set 2020.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 8. ed. São Paulo: Hucitec, 2004.

MISKULIN, Rosana G. S. Concepções teórico-metodológicas sobre a introdução e a utilização de computadores no processo ensino/aprendizagem da geometria. Campinas: Tese de Doutorado, Faculdade de Educação da UNICAMP, em:http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/252870/1/Miskulin_RosanaGiarettaSguerra_D.pdf Acesso: 20 de julho 2020.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Conselho Nacional da Educação- CNE. Parecer 5/2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=145011-pcp005-20&category_slug=marco-2020-pdf&Itemid=30192. Acesso:11 jun.2020

Publicado

2021-01-03

Como Citar

BEZERRA, N. P. X.; VELOSO, A. P.; RIBEIRO, E. Ressignificando a prática docente: experiências em tempos de pandemia. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 323917, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v2i3.3917. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/3917. Acesso em: 18 maio. 2022.