Relato de experiência de estágio no PIBID: reflexão crítica a partir dos sentimentos e observações

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v4.e48438

Palavras-chave:

Autoavaliação, Emoções, Formação acadêmica

Resumo

Este estudo emerge da experiência no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). O programa tem como princípio oportunizar ao graduando uma aproximação ao contexto escolar. Trata-se de um estudo de relato de experiência cujo objetivo é destacar a evolução dos sentimentos e observações do graduando no início e final do programa e relatar criticamente a experiência no estágio PIBID. O estudo foi construído através de relatórios, planos de aula, experiências e observações do graduando em Educação Física por 2 anos em uma escola pública. Identificou-se que o programa possibilitou o estabelecimento da relação professor-aluno ao e consequentemente uma evolução positiva dos sentimentos do graduando. Também, o PIBID aparenta ser um ótimo programa para a formação docente, porém a falta de capacitação para os estagiários pode levar a uma evasão nos cursos de licenciatura, principalmente pela falta de experiência e sentimento de insegurança e despreparo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edú Fiorin Schopf, Universidade Federal de Santa Catarina

Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina; Graduando em Bacharelado em Educação Física na Universidade Federal de Santa Catarina e Pós-Graduando em Fisiologia do Exercício pelo Centro Universitário de Tecnologia de Curitiba.

Referências

ALMEIDA Maria Isabel de.; PIMENTA Selma G. Estágios supervisionados na formação docente. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2015.

BELO, Priscila Alves de Paula; OLIVEIRA, Rayssa Melo de; SILVA, Renato Carneiro da. Reflexos da relação professor-aluno para a aprendizagem no contexto formal de ensino. Rev. Pemo, Fortaleza, v. 3, n. 2, e323880, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.47149/pemo.v3i2.3880. Acesso em: 26 set 2022. DOI: https://doi.org/10.47149/pemo.v3i2.3880

CAPES. PIBID. Brasília, 2020. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e-programas/educacao-basica/pibid. Acesso em: 16 mar. 2022.

DAMÁSIO, Antônio. O mistério da consciência: do corpo e das emoções ao conhecimento de si. Tradução de Laura Teixeira Motta. 1. ed. São Paulo: Companhia das letras; 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática docente. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. 6. ed. São Paulo: Olho d’Água, 1997.

GAUTHIER, Clermont. et al. Por uma Teoria da Pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. 3. ed. Ijui: Unijuí, 1998.

MARX, Karl.; ENGELS Friedrich. A ideologia alemã. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

PELLISSON, Sofia; BORUCHOVITCH, Evely. Estratégias de regulação emocional de estudantes universitários: uma revisão sistemática da literatura. Educ. Form., Fortaleza, v.7, n.1,e7152, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/e7152. Acesso em: 25 set. 2022. DOI: https://doi.org/10.25053/redufor.v7i1.7152

PICONEZ, Stela Conceição B. et al. A Prática de Ensino e o Estágio Supervisionado. 19. ed. Campinas-SP: Papirus; 1991.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência: diferentes concepções. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 3, n. 3 e 4, p. 5-24, 2005/2006.

POMPEU, Maria L.; ARCHANGELO, A. Medos no âmbito educacional. In: O DECLÍNIO DOS SABERES E O MERCADO DO GOZO, 8., 2010, São Paulo. Anais do VIII. Colóquio internacional do LEPSI. São Paulo: FE-USP, 2011. Disponível em: http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000032010000100047&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 mar. 2022.

REALI, Ana Maria Medeiros R. TANCREDI, Regina Maria Simões P. A importância do que se aprende na escola: a parceria escola-famílias em perspectiva. Paidéia (Ribeirão Preto), São Carlos, v. 15, n. 31, p. 239-247, out. 2005. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/250993303_A_importancia_do_que_se_aprende_na_escola_a_parceria_escola-familias_em_perspectiva. Acesso em: 6 abril. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-863X2005000200011

VEIGA, Laura da.; LEITE, Maria Ruth Siffert Diniz Teixeira, DUARTE, Vanda Catarina. Qualificação, competência técnica e inovação no ofício docente para a melhoria da qualidade do ensino fundamental. Revista de Administração Contemporânea, v. 9, n. 3, p. 143-167, jul./set. 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-65552005000300008

VERAS, Renata da S.; FERREIRA, Sandra Patrícia A. A afetividade na relação professor-aluno e suas implicações na aprendizagem, em contexto universitário. Educar em revista, Curitiba, n. 38, p. 219-235, set./dez. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/mFY9kNRcyMxMVzRKpwBCJLN/abstract/?lang=pt#. Acesso em: 27 mar. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-40602010000300015

VYGOTSKI, Lev Semyónovich. Obras Escogidas. Madrid: Visor; 1995.

Publicado

2022-10-30

Como Citar

SCHOPF, E. F. Relato de experiência de estágio no PIBID: reflexão crítica a partir dos sentimentos e observações. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 4, p. e48438, 2022. DOI: 10.47149/pemo.v4.e48438. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/8438. Acesso em: 24 jul. 2024.