Âmbitos da prescrição do ensino da avaliação: um estudo em três universidades Sul-Americanas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51281/impa.e021025

Palavras-chave:

Avaliação educacional, Âmbitos da avaliação, Formação de professores, Licenciaturas, Educação

Resumo

Este artigo objetiva analisar o modo como os cursos de formação de professores em Educação Física da Ufes (Brasil), da Udelar (Uruguai) e da UNLaM (Argentina) prescrevem o ensino da avaliação em seus planos de disciplinas. Caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa, do tipo exploratória, que assume a análise crítico-documental e o método comparativo como abordagem teórico-metodológica e tem como fontes os planos de disciplinas. As análises demonstram que são ofertadas 144 disciplinas nas três instituições: duas delas são específicas de avaliação e outras 13 mencionam o ensino desse tema. Além disso, grande parte das disciplinas trabalha com o conteúdo avaliação, pensando-o como produto final do âmbito do processo de ensino-aprendizagem, assumindo um viés de medidas na Argentina e no Uruguai, e uma abordagem pedagógica no Brasil. O estudo ressalta que, ainda de maneira tímida, os âmbitos da avaliação institucional e de sistemas trabalhados se configuram nos conteúdos das disciplinas. 

Biografia do Autor

Kézia Alves Moreira Dutra, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduanda em Educação Física pela UFES. Membra do Instituto de Pesquisa em Educação e Educação Física- Proteoria.

Jean Carlos Freitas Gama, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutorando em Educação Física pela UFES. Membro do Instituto de Pesquisa em Educação e Educação Física- Proteoria.

Wagner dos Santos, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutor em Educação pela UFES. Líder do Instituto de Pesquisa em Educação e Educação Física- Proteoria.

Referências

ARREDONDO, Santiago Castillo; DIAGO, Jesús Cabrerizo. Evaluación educativa de aprendizajes y competencias. Madrid: Pearson Educación, 2010. 487p.

BLOCH, Marc. Apologia da história ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. 161p.

BLOCH, Marc. Para uma história comparada das sociedades europeias. In: BLOCH, Marc. História e historiadores. Lisboa: Teorema, 1998. p. 119-150.

DIAS SOBRINHO, José.; BALZAN, Newton Cesar. Avaliação institucional: teoria e experiências. 2 ed. San Pablo: Cortez, 2000. 182p.

FROSSARD, Matheus Lima. Avaliação educacional em educação física: um mapa da produção acadêmica de 1930-2014. 2015. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2015. Disponível em: https://educacaofisica.ufes.br/pt-br/pos-graduacao/PPGEF/disserta%C3%A7%C3%B5es-defendidas?page=10 Acesso em 05 de fev. 2021.

FROSSARD, Matheus Lima; STIEG, Ronildo; SANTOS, Wagner dos. Prácticas evaluativas en tres cursos de educación física en Sudamérica. ALTERIDAD. Revista de Educación, v. 16, n. 2, p. 211-222, 2021. DOI: https://doi.org/10.17163/alt.v16n2.2021.04

FUZII, Fábio Tomio; SOUZA NETO, Samuel de. Formação de professores e avaliação: a educação física em destaque. São Paulo: cultura acadêmica, 2013. 201p.

GINZBURG, Carlo. Mitos, Emblemas, Sinais: Morfologia e história. 2 ed. São Paulo: companhia das letras, 2002. 288p.

JELDRES, Pamela Andrea Saavedra; CAMPOS ESPINOZA, Mónica. Chilean Pre-Service Teachers’ Perceptions Towards Benefits and Challenges of EFL Writing Portfolios. Profile Issues in Teachers Professional Development, v. 21, n. 2, p. 79-96, 2019. DOI: https://doi.org/10.15446/profile.v21n2.73116

MALDONADO-FUENTES, Ana Carolina. Mi participación cuenta: opiniones de estudiantes en formación inicial docente sobre el uso de one minute paper. Espacios en Blanco. Revista De Educación (Serie Indagaciones), 1(30), 81-98. 2019. DOI: https://doi.org/10.15446/profile.v21n2.73116

MATEOS, Joan Andrés. La evaluación educativa, su práctica y otras metáforas. 2000. Barcelona: Horsori. 278p.

PAULA, Sayonara Cunha de et al. Avaliação educacional: currículos de formação de professores em educação física na América Latina. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 42, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.rbce.2018.09.005

PAULA, Sayonara Cunha de et al. Ensino da avaliação nos cursos de educação física da América Latina. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 29, n. 72, p. 802-830, set./dez. 2018. DOI: https://doi.org/10.18222/eae.v29i72.5326

SACRISTÁN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: Artmed, 2000. 352p.

SANTOS, Wagner dos; PAULA, Sayonara Cunha de; STIEG, Ronildo. Avaliações institucionais e de sistemas na formação de professores em Educação Física na América Latina. Revista Espaço Pedagógico, v. 26, n. 1, p. 99 - 116, 13 dez. 2018. DOI: https://doi.org/10.5335/rep.v26i1.8353

SARNI, Mariana et al. La evaluación del aprendizaje en educación física: aportes surgidos. In: SANTOS, Wagner dos. (org.). Avaliação na educação física: diálogos com a formação inicial do Brasil, Colômbia, Uruguai e Espanha. Curitiba: Appris Editora, 2018. p. 271-288.

STIEG, Ronildo et al. Avaliação educacional nos cursos de licenciatura em educação física nas IES brasileiras: uma análise das disciplinas específicas. Currículo sem fronteiras, v. 18, n. 2, p. 639-667, 2018. Disponível em: https://www.curriculosemfronteiras.org/vol18iss2articles/stieg-etall.pdf Acesso em: 24 de ago. 2021.

Fontes Citadas

UNIVERSIDAD DE LA REPÚBLICA. Instituto Superior de Educación Física. Plano de enseñanza: Gimnasia Artística. Montevideo, 2017.

UNIVERSIDAD DE LA REPÚBLICA. Instituto Superior de Educación Física. Plano de enseñanza: Planificación, Metodología y Evaluación de la Educación Física. Montevideo, 2017.

UNIVERSIDAD NACIONAL DE LA MATANZA. Departamento de Humanidades y Ciencias Sociales. Plano de enseñanza: Estadística y Evaluación de las Actividades Físicas. Buenos Aires, 2017.

UNIVERSIDAD NACIONAL DE LA MATANZA. Departamento de Humanidades y Ciencias Sociales. Plano de enseñanza: Medicina Deportiva. Buenos Aires, 2017.

UNIVERSIDAD NACIONAL DE LA MATANZA. Departamento de Humanidades y Ciencias Sociales. Plano de enseñanza: Seminario de Tecnologia Deportiva. Buenos Aires, 2017.

UNIVERSIDAD NACIONAL DE LA MATANZA. Departamento de Humanidades y Ciencias Sociales. Plano de enseñanza: Softbol. Buenos Aires, 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Centro de Educação Física e Desportos. Plano de disciplina: Didática. Vitória, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Centro de Educação Física e Desportos. Plano de disciplina: Educação e Inclusão. Vitória, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Centro de Educação Física e Desportos. Plano de disciplina: Política e Organização da Educação Básica. Vitória, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Centro de Educação Física e Desportos. Plano de disciplina: Seminário Articulador de Conhecimentos III. Vitória, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Centro de Educação Física e Desportos. Plano de disciplina: Seminário Articulador de Conhecimentos IV. Vitória, 2014.

Publicado

2021-09-23

Como Citar

DUTRA, K. A. M.; GAMA, J. C. F.; SANTOS, W. dos. Âmbitos da prescrição do ensino da avaliação: um estudo em três universidades Sul-Americanas. Revista de Instrumentos, Modelos e Políticas em Avaliação Educacional, [S. l.], v. 2, n. 3, p. e021025, 2021. DOI: 10.51281/impa.e021025. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/impa/article/view/6842. Acesso em: 19 maio. 2022.