Maria de Fatima da Silva Gomes e Maria Valrineide da Silva Lima: a educação em meio a migração pendular

Autores

Palavras-chave:

Educação, Migração pendular, História oral

Resumo

A migração pendular é um deslocamento diário para aqueles que precisam trabalhar ou estudar em um município diferente do que moram, o que nesse artigo foi discutido essa necessidade de que para muitos é a única forma viável de continuar os estudos. Para a metodologia utilizaremos a abordagem qualitativa, com o uso da técnica da História Oral, através da realização de entrevistas com as professoras Maria de Fátima da Silva Gomes e Maria Valrineide da Silva Lima. Utilizado como referencial teórico o autor Ferreira (2017), para uma maior compreensão do processo de migração pendular, e a autora Romanelli (1986) para compreensão sobre a história educacional da época em que as biografadas estudaram. Deste modo, por meio da análise das entrevistas e dos textos acadêmicos citados, podemos perceber a necessidade de algumas pessoas ou a maioria que moravam em cidades pequenas que não tinham todas as modalidades de ensino para dar continuidade aos estudos, ou distantes das escolas tendo que seguir um trajeto que se dá o movimento pendular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dayane Peixoto da Silva, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduanda do curso de Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista da Residência Pedagógica.

Letícia Simone da Silva Lopes, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduanda do curso de Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista da Residência Pedagógica. Participo do Projeto “Aprender Mais”.

Márcia Cristiane Ferreira Mendes, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará. Professora do Centro Universitário UNINTA.

Referências

CINTRA, A. et al. Movimento pendular da população na Região Sul, In: Observatório das metrópoles: Território Coesão Social e Governança Democrática; 2009.

FERREIRA, Ulisses Carlos Silva. Movimento Pendular, principais destinos e tempo de deslocamento para o trabalho na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. ENANPUR, v 2, n 2, p. 1-15, 2017.

FIALHO, L. M. F.; FREIRE, V. C. C. Educação formativa de uma líder política cearense: Maria Luiza Fontenele (1950-1965). Cadernos de História da Educação, v. 17, p. 343, 2018. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/43290 Acesso em: 29 abr. 2021.

FIALHO, L. M. F.; SÁ, E. C. V. Educadora Henriqueta Galeno: a biografia de uma literata e feminista (1887- 1964). História da Educação, v. 22, p. 169-188, 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/asphe/article/view/75182 Acesso em: 29 abr. 2021.

FIALHO, L. M. F.; CARVALHO, S. O. C. História e memória do percurso educativo de Célia Goiana. Série-Estudos, Campo Grande, v. 22, p. 137-157, 2017. Disponível em: http://www.serie-estudos.ucdb.br/index.php/serie-estudos/article/view/992 Acesso em: 28 abr. 2021.

FIALHO, L. M. F.; HERNÁNDEZ DÍAZ, J. M. Maria Zelma de Araújo Madeira: memórias de formação e resistências da docente universitária negra. Revista Diálogo Educacional, v. 20, p. 775-796, 2020. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/26441 Acesso em: 28 abr. 2021.

JORGE, F. A.; ARAÚJO, A. de M. Reflexões sobre a história do Pinóquio e os direitos das crianças. Ensino em Perspectivas, v. 1, n. 1, p. 1–6, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/4542. Acesso em: 11 ago. 2021.

MENDES, M. C. F.; COSTA, M. A. A.; BRANDENBURG, C.; FIALHO, L. M. F. Iolanda dos Santos Mendonça: a participação das mulheres em movimentos indígenas (1970-2000). Cambios y Permanencias, v. 11, p. 828-853, 2020. Disponível em: https://revistas.uis.edu.co/index.php/revistacyp/article/view/11094 Acesso em: 29 abr. 2021.

MENDES, M. C. F.; FIALHO, L. M. F.; MACHADO, C. J. S. Argentina Pereira Gomes: disseminação de -inovações- didáticas na educação primária na década de 1930. Revista Diálogo Educacional, v. 19, p. 527-550, 2019. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/viewFile/24959/23519. Acesso em: 28 abr. 2021.

GIL, DBA Organização da rotina na Educação Infantil: um olhar para o tempo, o espaço e o brincar. 2014. 44 f. Monografia (Especialização em trabalho pedagógico na Educação Infantil) - Universidade Estadual de Londrina, 2014.

SAVIANNI, Demerval. História das ideias pedagógicas no Brasil. 4. ed. Campinas, SP. Autores Associados, 2013. 473p.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil (1930/1973). 8. ed. Minas Gerais. Petrópolis, 2007. 261p.

Publicado

2021-08-15

Como Citar

Silva, D. P. da ., Lopes, L. S. da S. ., & Mendes, M. C. F. . (2021). Maria de Fatima da Silva Gomes e Maria Valrineide da Silva Lima: a educação em meio a migração pendular. Ensino Em Perspectivas, 2(3), 1–12. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6381