Abordagem quantitativa em pesquisas educacionais: perspectivas no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (2013-2016)

Autores

Palavras-chave:

Abordagem quantitativa., Pesquisa Educacional., Dissertações.

Resumo

O tema geral deste artigo é a abordagem quantitativa em um Programa de Pós-Graduação em Educação de referência nacional, com qualis CAPES nota 5. Objetiva mostrar um levantamento documental concernente ao uso da abordagem quantitativa nos trabalhos de conclusão do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE), tendo como recorte temporal o período de 2013 a 2016. A metodologia empregada foi a da análise bibliográfica e documental. Como documento, foram pesquisadas 106 dissertações, sendo 102 (97%) trabalhos qualitativos e 4 (3%) de abordagem quantitativa. Como resultado foi possível mensurar um panorama da abordagem quantitativa em pesquisas educacionais, em específico: o PPGE-UECE; e compreender, na inexpressividade numérica de produções de abordagem quantitativa no caso analisado, como as dissertações analisadas estruturam sua abordagem quantitativa de forma a legitimar sua importância e consistência nos métodos estatísticos e no Pragmatismo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Cristiane Ferreira Mendes, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará. Professora do Centro Universitário UNINTA.

Augusto Ridson Araújo Miranda, Universidade Estadual do Ceará

Doutorando, Mestre em Educação e Especialista em Metodologias do Ensino de História pela Universidade Estadual do Ceará (UECE).  Licenciado em História pela Universidade Federal do Ceará. Coordenador do GT de Ensino de História da ANPUH CE (2016-2018/2018-2020).  Professor efetivo da rede estadual pública cearense. Contribuiu com a escrita do texto, formatação.

Vitória Chérida Costa Freire, Universidade Estadual do Ceará

Doutoranda, Mestre em Educação e Licenciada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Referências

AGUIAR, Amanda Nobre de. Evasão no curso de licenciatura em Matemática a distância da UECE sob a perspectiva da analítica da aprendizagem. 2016. 116 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Estadual do Ceará-UECE, Fortaleza, 2016.

CERTEAU, Michel de. A escrita da História. 2 ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

CHAVES, João Bosco. Formação a distância de professores em matemática pela UAB/UECE: relação entre interação e desempenho à luz da analítica da aprendizagem. 2015. 120 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Estadual do Ceará-UECE, Fortaleza, 2015.

COSTA, Maria Aparecida Alves da. et. al. Caminhos da formação docente no Brasil: aspectos históricos, legais e pedagógicos. Revista Ensino em Perspectivas. Fortaleza, v. 1, n. 1, p. 1-16, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/4575/3759. Acesso em: 16 jan. 2020.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

FERREIRA, Carlos Augusto Lima. Pesquisa quantitativa e qualitativa: perspectivas para o campo da Educação. Revista Mosaico, Goiás, v. 8, n. 2, p. 173-182, jul./dez. 2015. Disponível em: http://revistas.pucgoias.edu.br/index.php/mosaico/article/view/4424. Acesso em: 16 jan. 2020.

FERREIRA, Adilson Rocha Ferreira; ATAIDE, Mayara Waleska Oliveira de; FRANCISCO, Deise Juliana. Tecnologias digitais no curso de Pedagogia da UFAL: o que pensam os docentes? Revista Ensino em Perspectivas. v. 1, n. 2, p.1-16, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/4570/3766. Acesso em: 16 jan. 2020.

GALVÃO, M. C. B. O levantamento bibliográfico e a pesquisa científica. In: FRANCO, L. J.; PASSOS, A. D. C. (Orgs.), Fundamentos de epidemiologia. 2 ed. São Paulo: Manole, 2010.

GATTI, Bernardete Angelina. Estudos quantitativos em educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 11-30, jan./abr. 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-97022004000100002&script=sci_abstract&tlng=es. Acesso em: 16 jan. 2020.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GUBA, Egon G.; LINCOLN, Yvonna. S. Competing paradigms in qualitative research. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. (Eds.). Handbook of qualitative research. Thousand Oaks/California: SAGE, 1994. p. 105-117.

GUERRA, Fabio Soares. Geografia escolar e o papel do professor no contexto contemporâneo. Revista Ensino em Perspectivas, Fortaleza, v. 1, n. 2, p.1-9, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/4530/3646 Acesso em: 16 jan. 2020.

JOHNSON, R. Burke; ONWUEGBUZIE, Anthony J. Mixed methods research: a research paradigm whose time has come. Educational Researcher, v. 33, v. 7, p. 14–26, 2004. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.3102/0013189X033007014. Acesso em: 16 jan. 2020.

MALHEIROS, Bruno Taranto. Metodologia da Pesquisa em Educação. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

PEREIRA, Elane Silva. Formação e prática do professor autor na EAD: Elaboração de Material Didático para o Curso de Pedagogia da UAB/UECE. 2013. 116 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Estadual do Ceará-UECE, Fortaleza, 2013.

SABÓIA, Wilson Nóbrega. Educação Física Escolar – Inovação e desafios em projetos e práticas pedagógicas de atividades de Futsal: Um estudo comparativo. 2016. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Estadual do Ceará-UECE, Fortaleza, 2016.

SAMPIERI, Roberto Hernandez; COLLADO, Carlos Fernández; LUCIO, María del Pilar Baptista. Metodologia de Pesquisa. 5 ed. Porto Alegre, RS: Editora Penso, 2013.

Publicado

2021-03-25

Como Citar

Mendes, M. C. F., Miranda, A. R. A., & Freire, V. C. C. (2021). Abordagem quantitativa em pesquisas educacionais: perspectivas no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (2013-2016). Ensino Em Perspectivas, 2(2), 1–19. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/5141