Liber Abaci: contexto, competências, habilidades e potencialidades

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v9i26.7969

Palavras-chave:

Historiografia medieval, Aritmética, Liber Abaci, Potencialidades

Resumo

No presente trabalho, temos como objeto de investigação o Liber Abaci e os elementos historiográficos que o circundam, esse livro foi escrito por Leonardo de Pisa (1180 – 1250) em 1202 ao retornar de suas viagens pelo norte da África. Assim, objetivamos apresentar alguns elementos historiográficos da construção do Liber Abaci, com vistas a compreender o contexto histórico de construção do livro e de suas potencialidades para o ensino de conteúdos matemáticos. A fim de alcançar esse objetivo, fizemos uma revisão bibliográfica, na qual, encontramos autores, que serviram de base para a construção da malha histórica em que se encontrava o livro, estes são, Potro (2004, 2009, 2012), Garbi (2007), Vasconcelos (1925), Brito (2007), Franco Júnior (2001), Saito (2015) e Schramm (2001) e para a investigação das potencialidades nos apropriamos de uma edição de 1857 do Liber Abaci. Dividimos, dessa forma, este artigo, em três seções: elementos historiográficos, sobre a aritmética no texto e potencialidades de uso no ensino de matemática. Percebemos com a investigação que o livro possuía potencialidades para o século XIII e ainda possui para o século XXI para o ensino de conteúdos matemáticos do campo da aritmética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José dos Santos Guimarães Filho, Universidade Federal do Estado do Pará - UFPA

Participa do Grupo de Estudos e Pesquisa em História e Ensino da Matemática - GEHEM do Instituto de Educação Matemática Científica. Doutorando em Educação em Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Pará. Graduado em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade do Estado do Pará. Mestre em Educação em Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Pará.

João Cláudio Brandemberg, Universidade Federal do Pará - UFPA

Professor Associado IV da Universidade Federal do Pará, Revisor do periódico Boletim Cearense de Educação e História da Matemática - BOCEHM e Revisor de periódico REAMEC - Revista da Rede Amazônica em Educação em Ciências e Matemática. Graduado em licenciatura plena em Matemática pela Universidade Federal do Pará, mestre em Matemática pela Universidade Federal do Pará e doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Referências

BRANDEMBERG, J. C. Sobre Textos Históricos e o Ensino de Conteúdos Matemáticos. In Investigações Científicas Envolvendo a História da Matemática Sob o Olhar da Pluralidade. Curitiba: CRV, 2021. 12 p.

BRASIL. Ministério da educação. Base Nacional Comum Curricular: educação é a base. Brasília, 2018.

BRITO, Arlete de Jesus. Matemática na idade média: entre o místico e o científico. Revista Brasileira de História da Matemática, Especial no 1, p. 127-141, 2007.

D’AMBRÓSIO, Ubiratan. Educação Matemática: da teoria à prática. Campinas, SP: Papirus, 1996.

FRANCO JÚNIOR, H. A Idade Média: nascimento do ocidente. 2ª ed. rev. e ampl. São Paulo, SP: Brasiliense, 2001.

GARBI, Gilberto. G. O Romance das Equações Algébricas. 3ª ed rev. São Paulo, SP: Ed. Livraria da Física, 2007.

GUIMARÃES FILHO, J. S.; BRANDEMBERG, J. C. O Livro dos Quadrados. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática - Volume 05, Número 14, 2018, p. 279 – 288.

GUIMARÃES FILHO, J. S.; BRANDEMBERG, J. C. Um estudo do Liber Quadratorum (1225) e suas potencialidades para o ensino de Matemática. REMATEC/Ano 12/n. 26/set.-dez. 2017, p. 71 – 85.

LEONARDO PISANO. Liber Abbaci. Secundo la lezione del codice magliabrchiano, C. I, 2616, Badia Fiorentina, nº 73, Roma: 1857.

POTRO, B. C. Oficios Urbanos y Desarrollo de la Ciencia y de la Técnica en la Baja Edad Media: la corona de castilla. Norba. Revista de Historia, vol. 17, 2004, p. 41 - 68.

POTRO, B. C. Un Manual de Aritmética Mercantil de Mosén Juan de Andrés. Pecvnia, n. 8, 2009, p. 71-96.

POTRO, B, C. El desarrollo del comercio medieval y su repercusión en las técnicas mercantiles: Ejemplos castellanos. Pecvnia, n. 15 (julio-diciembre), 2012, p. 201- 220.

SAITO, Fumikazu. História da matemática e suas (re)construções contextuais. São Paulo: Ed. Livraria da Física/SBHMat, 2015.

SCHRAMM, Matthias. Frederick II of Hohenstaufen and Arabic Science. Science in Context 14(1/2), 2001, p. 289-312.

SIGLER, L. E. Fibonacci’s Liber Abaci: a translation into modern english of Leonardo Pisano’s book of calculation. New York: Ed. Springer, 2002.

VASCONCELOS, Fernando de Almeida e. História Das Matemáticas na Antiguidade. Lisboa: Livrarias Aillaud e Bertrand, 1925.

Downloads

Publicado

2022-04-28

Como Citar

GUIMARÃES FILHO, J. dos S.; BRANDEMBERG, J. C. . Liber Abaci: contexto, competências, habilidades e potencialidades. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 9, n. 26, p. 181–197, 2022. DOI: 10.30938/bocehm.v9i26.7969. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/7969. Acesso em: 11 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2