Um perfil dos professores de Matemática da Escola Normal do Pará (1890 – 1920)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v9i26.8020

Palavras-chave:

História da Educação Matemática, Escola Normal do Pará, Professores de Matemática

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar um perfil profissional dos professores de matemática da Escola Normal do Pará, com informações acerca do recrutamento, profissionalização, formação, organização, mobilização, história de vida, itinerários, expectativas, decisões e compensações desses profissionais no sentido de responder, qual o perfil profissional dos professores que ministraram conteúdos relacionados à Matemática na Escola Normal do Pará entre os anos de 1890 e 1910. Este texto assume uma metodologia de caráter qualitativo, embasado em fontes documentais, onde as informações apresentadas constam em documentos oficiais como discursos de governantes, regulamentos e programas de ensino. Percebemos que, com exceção de Alfredo Chaves, todos tiveram formação na Europa, sendo por meio de bolsa de estudos do governo provincial ou sendo estrangeiros contatados pelo Ministro dr. Pizza. Notamos também que entre os professores da Escola Normal figuraram artistas, engenheiros, políticos, advogados, etc.  Assim, os professores da Escola Normal do Pará eram considerados intelectuais que detinham grande prestígio social e com os dirigentes do Estado, sendo reconhecidos como um tipo de elite por conta de sua erudição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Fabrício Ferreira Pereira, Secretaria Executiva de Educação do Estado do Pará - SEDUC/PA

Discente a nível de Doutorado do Curso de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemáticas do Instituto de Educação Matemática e Científica (IEMCI) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Possui graduação em Matemática pela Escola Superior Madre Celeste (ESMAC). Especialização em Educação Tecnológica pela Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Marabá (FACIMAB). Mestrado em Ensino de Matemática pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). Atualmente é professor da Secretaria Executiva de Educação do Estado do Pará (SEDUC/PA). Membro do Grupo de Pesquisa sobre Práticas Socioculturais e Educação Matemática. Tem experiência na área de Matemática com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: Metodologias para o Ensino de Matemática e História da Matemática.

Iran Abreu Mendes, Universidade Federal do Pará - UFPA

Bolsista Produtividade em Pesquisa Nível 1C do CNPq, Possui graduação em Licenciatura em Matemática e em Licenciatura em Ciências, ambas pela Universidade Federal do Pará (1983), Especialização em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Pará (1995), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1997), Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2001) e Pós-doutorado em Educação Matemática pela UNESP/Rio Claro (2008). Atualmente é professor Titular do Instituto de Educação Matemática e Científica da Universidade Federal do Pará (IEMCI), onde atua como pesquisador do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemáticas. Tem experiência no ensino de Cálculo, Geometria Analítica e Euclidiana, História da Matemática, História da Educação Matemática, Didática da Matemática e Fundamentos Epistemológicos da Matemática. Desenvolve pesquisas sobre: Epistemologia da Matemática, História da Matemática, História da Educação Matemática, História para o Ensino de Matemática, Práticas Socioculturais e Educação Matemática, Diversidade Cultural e Educação Matemática. Líder do Grupo de Pesquisa sobre Práticas Socioculturais e Educação Matemática (GPSEM/UFPA).

Romulo Everton de Carvalho Moia, Universidade Federal do Pará - UFPA

Possui Graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal do Pará (2011), Graduação em Tecnologia Agroindustrial - Alimentos pela Universidade do Estado do Pará (2009), Especialização em Planejamento, Implementação e Gestão em Educação a Distância pela Universidade Federal Fluminense em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (2012), Mestrado em Educação Matemática e Ciências pela Universidade Federal do Pará (2016) e está cursando o doutorado em Educação Matemática e Ciências pela Universidade Federal do Pará. Atualmente, está como Secretário das Faculdades de Matemática e Sistemas de Informação do Campus Universitário do Tocantins/UFPA/Cametá e Professor de Matemática.

Referências

BRITO, Arlete de Jesus; MIORIM, Maria Ângela. A institucionalização da História da Educação Matemática. In: GARNICA, Antônio V. M. (org.). Pesquisa em história da educação matemática: sob o signo da pluralidade. São Paulo: Livraria da Física, 2016.

COELHO. Geraldo Mártires. A Lira de Apolo. O mecenato de Antônio Lemos e Augusto Montenegro (1897-1912). 1ª ed. Belém – PA: Editora Estudos Amazônicos, 2014.

GUTIERRES, Damiana Valente Guimarães. A Escola Normal do Pará na perspectiva da Cultura Escolar (1890-1926). Tese (doutorado) do Programa de Pós-Graduação em Educação do Instituto de Ciências da Educação da Universidade Federal do Pará. Belém, 2021.

CORRÊA, Patrícia de Campos. Sistema Métrico Decimal – difusão no sistema escolar do Pará (1868 – 1918). Tese (doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas, Instituto de Educação Matemática e Científica, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti; SOUZA. Luzia Aparecida de. Elementos de História da Educação Matemática. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação, Campinas, n. 1, p. 9-43, 2001.

MAGALHÃES, Justino. Contributo para a história das instituições educativas — entre a memória e o arquivo. Braga (Portugal): Universidade do Minho, 1996.

MAGALHÃES, Justino. Tecendo nexos: história das instituições educativas. Bragança Paulista: Editora Universitária de São Francisco, 2004.

MACHADO, Benedito Fialho; MENDES, Iran Abreu. Manuais Didáticos no Estado do Pará: Aritmética, a Geometria e o Desenho – Século XIX e primeira metade do Século XX. Anais do XIV Seminário Temático – ISSN 2357-9889. Natal – RN, 2016.

MENDES, Iran Abreu. Saberes profissionais relativos às matemáticas presentes no programa de ensino da Escola Normal do Pará (1871-1918). In: MENDES, Iran Abreu; Stamatto, Maria Inês Sucupira (organizadores). Escolas Normais do Brasil: Espaços de (trans)formação docente e produção de saberes Profissionais. São Paulo: Livraria da Física, 2020.

MOURA, Ignacio. O Caim de Blaise: diversos retratos a óleo. In: MOURA, Ignacio. A exposição artística e industrial do Lyceu Benjamim Constant. Belém: Typ. Do Diario Official, 1895. p. 107- 108.

PARÁ. Mensagem dirigida em 01 de agosto de 1917 ao Congresso Legislativo do Pará pelo Lauro Sodré Governador do Estado.

PEREIRA, Rosa Claudia Cerqueira. PAISAGENS URBANAS: FOTOGRAFIA E MODERNIDADE NA CIDADE DE BELÉM (1846-1908). Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia. UFPA – Belém, 2006.

RODRIGUES, Silvio Ferreira. “Il Modello e Il Disegno Sono Italiani”: Os Pintores Brasileiros e a Cultura Artística Europeia na Amazônia Imperial (1840-1880). Faces da História, Assis-SP, v.5, nº2, p. 85-102, jul.-dez., 2018.

SALLES, Vicente. Memória Histórica do Instituto Carlos Gomes. Brasília: MicroEdição do autor, 1995.

SILVA, Laura Camila Silva da; FIGUEIREDO, Aldrin Moura de. Um Russo no Pará: As Representações de Gênero nas obras de David Widhopff (1890-1910). Seminário Internacional Fazendo Gênero 12 - UFSC. Florianópolis-SC, 2021.

SOUZA, Roseane Silveira de. Histórias invicíveis do Teatro da Paz: da construção à primeira reforma. Belém do Grão-Pará (1869-1890). Dissertação de Mestrado em História Social. PUC-SP, 2009.

VIEIRA, Carlos Eduardo. Erasmo Pilotto: identidade, engajamento político e crenças dos intelectuais vinculados ao campo educacional brasileiro. In: LEITE, J. L. ALVES, C. (Org.) Intelectuais e História da Educação no Brasil: poder, cultura e políticas. Vitória: EDUFES, 2011.

VIEIRA, Carlos Eduardo. Intelectuais e Educação. Pensar a Educação em Revista, Curitiba/Belo Horizonte, v.1, n.1, p.3-21, abril – jun/2015.

Downloads

Publicado

2022-05-20

Como Citar

PEREIRA, M. F. F.; MENDES, I. A.; MOIA, R. E. de C. Um perfil dos professores de Matemática da Escola Normal do Pará (1890 – 1920). Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 9, n. 26, p. 306–317, 2022. DOI: 10.30938/bocehm.v9i26.8020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/8020. Acesso em: 29 jun. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)