APLICAÇÃO DE CÁLCULO DIFERENCIAL NA OTIMIZAÇÃO DE ÁREAS E VOLUMES COM USO DE MATERIAIS CONCRETOS MANIPULÁVEIS

  • Poliana Pereira Lopes Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT
  • Victor Pereira Machado Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT
  • Thiago Beirigo Lopes Instituto Federal de Mato Grosso
Palavras-chave: Matemática, Ensino, Materiais concretos manipuláveis, Máximos e mínimos, Otimização

Resumo

Com base na experiência docente e discente dos autores nas aulas de Cálculo Diferencial e estudos realizados por outros pesquisadores, percebeu-se que o ensino de matemática nos cursos superiores carece de uma eminente reestruturação de seus métodos e metodologias para as práticas pedagógicas. Surge, então, a questão norteadora dessa pesquisa: O estudo com material concreto manipulável pode auxiliar no aprendizado de derivadas? Frente a essa questão, a pesquisa realizada teve o objetivo de analisar se o estudo de otimização de áreas e volumes com a confecção de material concreto manipulável auxilia na compreensão do conceito e da aplicação desse conteúdo. Visto que a otimização é um dos conteúdos estudados dentro do Cálculo Diferencial. Para cumprir tal objetivo, foi realizado um minicurso durante a I Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão (JENPEX) do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) - Campus Confresa. Para a realização do minicurso foram utilizadas apostilas e projetor de imagem para exploração das atividades planejadas. As atividades foram subsidiadas de modo a aguçar a criatividade dos participantes com a utilização de materiais manipuláveis. Por fim, considera-se que o objetivo estabelecido por essa investigação foi atingido, pois as atividades desenvolvidas com a utilização de materiais concretos manipuláveis possibilitaram aos estudantes maior interação entre teoria e prática devido conseguirem, por meio da confecção e manuseio desses materiais, construir conceitos sobre otimização e analisá-los.

Biografia do Autor

Poliana Pereira Lopes, Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT

Graduanda em Licenciatura em Física (2016-) no Instituto Federal de Mato Grosso Campus Confresa. Ensino médio profissionalizante técnico em Alimentos (2013-2015) no Instituto Federal de Mato Grosso Campus Confresa.

Victor Pereira Machado, Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT

Possui formação no curso Técnico em Agropecuária, pelo o Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Mato Grosso Campus-Confresa o (IFMT). Atualmente cursa Licenciatura em Física também no (IFMT) Campus-Confresa, pretende concluir a graduação e se especializar em (Ensino de Física Nuclear) e posteriormente fazer um mestrado. Possui uma grande facilidade de aprender, e demonstra total dedicação no que faz, tem gosto pela pesquisa, responsabilidade, ética e integridade, flexibilidade e adaptabilidade, disciplina, capacidade de negociação.

Publicado
2019-08-31