O ensino de lutas corporais indígenas na Educação Física Escolar: um relato de experiência

Autores

Palavras-chave:

Prática Docente, Cultura Indígena, Lutas Corporais Indígenas.

Resumo

Os povos indígenas carregam consigo uma riqueza de manifestações culturais próprias como o artesanato, as danças, mitos, ritos e dentre outros. Na escola a temática indígena tornou-se obrigatória a partir da Lei nº 11.645/08, mas há diversos fatores que influenciam o trabalho dos professores sobre essa temática, por exemplo, questões acerca da falta de formação inicial e continuada, fatores relacionados à família dos discentes, falta de apoio da gestão escolar, disponibilidade de tempo e acesso a materiais pelos alunos. Para tanto, o escopo deste estudo é relatar a experiência de uma professora de Educação Física em uma escola pública municipal da cidade de Quixeramobim, na região do Sertão Central no estado do Ceará. Assim, foram tecidas as dificuldades encontradas ao se abordar o conteúdo de lutas no ensino remoto em que foi aplicada a temática das lutas corporais indígenas e a experiência da professora em uma formação continuada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Araujo de Sousa, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceara- campus Canindé

Licenciada em Educação Física pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) campus Canindé. Especialista em Educação Física Escolar pela Faculdade dos Vales Elvira Dayrell. Membro do Núcleo de Investigação em Avaliação Educacional (NiAVe).

Referências

BRASIL. Lei 11.645 de 10 de março de 2008. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm. Acesso em: 18 jun. 2021.

DARIDO, Suraya Cristina. Os conteúdos da educação física na escola. In: DARIDO, Suraya Cristina; RANGEL, Irene Conceição Andrade. Educação física na Escola. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2019. p. 1-292.

GERHARDT, T. E; SILVEIRA, D. T. Método de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. 120 p.

NEVES, V. N. S.; VALDEGIL, D. de A.; SABINO, R. do N. Ensino remoto emergencial durante a pandemia de COVID-19 no Brasil: estado da arte. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 2, p. e325271, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v3i2.5271. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/5271. Acesso em: 31 jul. 2021.

PEREIRA, A. S. M.; VENÂNCIO, L. African and Indigenous games and activities: a pilot study on their legitimacy and complexity in Brazilian physical education teaching. Sport, Education and Society, online, p. 1-16, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1080/13573322.2021.1902298. Acesso em: 10 jul. 2021.

PEREIRA, A. S. M.; SOUZA, S. T. B. de. Lutas corporais indígenas: um estudo com professores de Educação Física do município de Fortaleza-CE. Corpoconsciência, Cuiabá-MT, v. 25, n. 3, p. 34-48, set./ dez., 2021.

PEREIRA, A. S. M.; GOMES, D. P.; CARMO, K. T.; SILVA, E. V. M. Aplicação das leis 10.639/03 e 11.645/08 nas aulas de Educação Física: diagnóstico da rede municipal de Fortaleza/CE. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, v. 41, n. 4, 412-418, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.rbce.2018.06.004. Acesso em: 10 jul. 2021.

PEREIRA, Arliene Stephanie Menezes. Práticas corporais indígenas: jogos, brincadeiras e lutas para implementação da Lei 11.645/08 na Educação Física escolar. Fortaleza: Aliás, 2021.

PEREIRA, Arliene Stephanie Menezes; SOUZA, Symon Tiago Brandão de. Lutas corporais indígenas: o estado do conhecimento. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, Fortaleza, v. 3, n. 3, e335779,2021. Disponível em: Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/5779. Acesso em: 12 jul. 2021.

SILVA, Edson. Povos indígenas e ensino de história: subsídios para a abordagem da temática indígena em sala de aula. História & Ensino, v. 8, p. 45-61, Londrina 2002. Disponível em: https://moodle.ufsc.br/pluginfile.php/847237/mod_resource/content/1/SILVA%2C%20Edson.%20Povos%20ind%C3%ADgenas%20e%20ensino%20de%20hist%C3%B3ria%20subs%C3%ADdios%20para%20a%20abordagem%20da%20tem%C3%A1tica%20ind%C3%ADgena%20em%20sala%20de%20aulapdf. Acesso em: 10 jul. 2021.

SILVA, Maria de Fátima Santos de; OLIVEIRA, Caroline Terra de; CANABARRO, Cauê Lima. O Índio nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: para além do cocar, do andar nu e da oca. Ágora, v. 15, n. 2, p. 80-90, 2009. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/agora/article/view/1847/1290. Acesso em: 22 jun. 2021.

SOUSA; Maria Goreti da Silva; CABRAL; Carmen Lúcia de Oliveira. A narrativa como opção metodológica de pesquisa e formação de professores. Horizontes, v. 33, n. 2, p. 149-158, jul./dez. 2015.Disponível: https://revistahorizontes.usf.edu.br/horizontes/article/view/149/102. Acesso em: 14 jul. 2021.

Publicado

2021-08-01

Como Citar

Sousa, D. A. de. (2021). O ensino de lutas corporais indígenas na Educação Física Escolar: um relato de experiência. Ensino Em Perspectivas, 2(1), 1–11. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6337

Edição

Seção

Relato de experiência