O letramento digital e o ensino remoto: a percepção dos estudantes sobre a aprendizagem

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v.4.7212

Palavras-chave:

Letramento digital, Ensino remoto, Tecnologia

Resumo

Cada vez mais as instituições escolares fazem uso das tecnologias digitais. Nesse momento de pandemia, ocasionada pela disseminação da COVID-19, é imprescindível o uso da tecnologia a fim de dar continuidade ao ensino. Este artigo tem o objetivo de refletir acerca do letramento digital para o uso da plataforma Sigeduc durante o ensino remoto. Para embasar este trabalho, autores como Buzato (2006), Dudeney, Hockly e Pegrum (2016), Freitas (2010), Kleiman (1995), Soares (2002), Souza (2007) e Zacharias (2016) serão essenciais. Para isso, foi feita uma pesquisa pela plataforma Google Forms, com estudantes do Ensino Médio de uma escola pública estadual de Mossoró (RN). Esses estudantes têm acesso às atividades por meio do Sigeduc. O resultado da pesquisa mostra que muitos estudantes não adquiriram o letramento digital adequado para poderem participar das aulas remotas, pois não conseguem utilizar a plataforma de ensino.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Antonio de Oliveira, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Doutorado (em andamento) em Letras pelo Programa de Pós-graduação em Letras (PPGL/UERN); mestrado em Letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PROFLETRAS-UERN); especialização em Literatura e Ensino pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN); licenciatura em Letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN); atuou como formador de professores em Mossoró na Olimpíada de Língua Portuguesa. coordenador do programa de leitura Ler para Saber Mais e coordenador pedagógico do suplemento de educação Escola, do jornal Gazeta do Oeste. tutor a distância do curso de Letras da Uern e como professor da Faculdade Nova Esperança de Mossoró (FACENE) e tutor do curso de especialização Mídias na Educação (UERN). Atualmente, é professor de língua portuguesa da Escola Estadual Professor Abel Freire Coelho e da Escola Municipal Professor Antonio Fagundes, membro do Grupo de Estudo e Pesquisa Etimologia e Educação (GPEE/UFMA), membro do Laboratório de Produção Escrita Acadêmica (LABPEA/UERN) e assistente à docência do IFRN – polo Mossoró.

Verônica Maria de Araújo Pontes, Instituto Federal do Rio Grande do Norte; Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Doutora em Educação pela Universidade do Minho; Mestra em Educação pela UFRN; professora do POSENSINO/UERN/IFRN/UFERSA e do Doutorado e Mestrado em Lestras-PPGL/UERN.Líder do Grupo de Pesquisa em Literatura, Tecnologias e Novas Linguagens.

Referências

BUZATO, Marcelo E. K. Letramentos digitais e formação de professores. III Congresso Ibero-Americano EducaRede: Educação, Internet e Oportunidades. Memorial da América Latina, São Paulo, BRASIL, 29 a 30 de maio de 2006. Disponível em: https://www.academia.edu/1540437/Letramentos_Digitais_e_Forma%C3%A7%C3%A3o_de_Professores. Acesso em: 7 out. 2020.

DUDENEY, Gavin; HOCKLY, Nicky; PEGRUM, Mark. Letramentos digitais. Trad. Marcos Marcionilo. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2016.

FREITAS, M. T. A. Letramento digital e formação de professores. Educação em Revista. Belo Horizonte, v.26, n. 3, p. 335-352, dez. 2010.

KLEIMAN, Angela B. Modelos de letramento e as práticas de alfabetização na escola. In: KLEIMAN, Angela B. (Org.) Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1995.

SOARES, Magda. Novas práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educ. Soc., Campinas, vol. 23, n. 81, p. 143-160, dez. 2002. Disponível em: https://www.cedes.unicamp.br/publicacoes/edicao/377. Acesso em: 5 out. 2020.

SOUZA, V. V. Soares. Letramento digital e formação de professores. Revista Língua Escrita, n. 2, p. 55-69, dez. 2007. Disponível em: http://www.ceale.fae.ufmg.br/pages/view/lingua-escrita-n-2.html. Acesso em: 7 out. 2020.

ZACHARIAS, Valéria Ribeiro de Castro. Letramento digital: desafios e possibilidades para o ensino. In: COSCARELLI, Carla Viana (org.) Tecnologias para aprender. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2016.

Publicado

2022-01-10

Como Citar

OLIVEIRA, M. A. de; PONTES, V. M. de A. O letramento digital e o ensino remoto: a percepção dos estudantes sobre a aprendizagem. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 4, p. e47212, 2022. DOI: 10.47149/pemo.v.4.7212. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7212. Acesso em: 16 maio. 2022.