Educação Musical para quê e para quem?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v3i3.5598

Palavras-chave:

Educação Musical, Função, Acesso, Formação, Escola

Resumo

Este trabalho é parte da pesquisa que investigou a trajetória profissional dos egressos do curso de Licenciatura em Música de uma universidade de Santa Catarina. No entanto, este artigo especificamente, apresenta um recorte quanto à reflexão sobre a função da educação musical na formação dos alunos de escolas de educação básica e como ocorre o acesso a esse ensino. Também se refletiu sobre os impactos biossociais que a música pode exercer sobre aqueles que estão envoltos nela. Para atender aos objetivos propostos utilizamos pesquisa bibliográfica e a técnica de análise de conteúdo, inspirada nos desenvolvimentos de Laurence Bardin (1997). Nesse recorte, consideramos de maior relevância para a pesquisa as seguintes produções: Bréscia (2011), Loureiro (2003), Fonterrada (2008), Sekeff (2007) e Penna (2010) Concluímos pela necessidade de maior espaço para discussão e efetivação do ensino de música nas escolas, de forma amplamente acessível e promovida por profissionais habilitados na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Dallazem, Universidade do Planalto Catarinense

Licenciada em Música, Licenciada em Pedagogia e Bacharel em Publicidade e Propaganda. Especialista em Arte e em Musicoterapia. Mestre em Educação. Atualmente é professora da Uniplac, e possui experiência em Projetos e Assessoria Pedagógica, e gestão em educação.

Referências

ALMEIDA, Célia Maria de Castro. Ser artista, ser professor: razões e paixões do ofício. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BASTIAN, Hans Günther. Música na Escola: a contribuição do ensino da música no aprendizado e no convívio social da criança. 1ª ed. São Paulo: Paulinas, 2009.

BRÉSCIA, Vera Lúcia Pessagno. Educação musical: bases psicológicas e ação preventiva. Campinas, SP: Editora Átomo, 2011.

CARVALHO. Lívia Marques Carvalho. O ensino de artes em ONGs. São Paulo: Cortez, 2008.

DALLAZEM, Aline. Egressos Licenciados em Música: inserção e atuação na educação básica. 2013. 194 p. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, PPGE, Universidade do Planalto Catarinense, Lages, 2013.

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira. De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação. 2ª ed. São Paulo: Editora UNESP; Rio de Janeiro: Funarte, 2008.

LOUREIRO, Alícia Maria Almeida. O ensino de música na escola fundamental. Campinas, SP: Papirus, 2003.

OLIVEIRA, Tânia Regina Antunes de. A arte e professores de arte na escola: expansão ou extinção? Descompassos entre a legislação, formação e trabalho. Lages: UNIPLAC, 2010. Dissertação, Programa de Mestrado em Educação da Universidade do Planalto Catarinense, 2010.

PENNA, Maura. Música(s) e seu ensino. 2ª ed. rev e ampl. Porto Alegre: Sulina, 2010.

SEKEFF, Maria de Lourdes. Da música, seus usos e recursos. 2 ed. rev. e ampliada. São Paulo: Editora UNESP, 2007.

ZAGONEL, Bernadete. Arte na educação escolar. Curitiba: Ibpex, 2008.

Publicado

2021-06-18

Como Citar

DALLAZEM, A. Educação Musical para quê e para quem?. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 3, p. e335598, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v3i3.5598. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/5598. Acesso em: 19 out. 2021.