O processo de ensino-aprendizagem: desafios em tempos de isolamento social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v3i3.4992

Palavras-chave:

Covid-19, Ensino remoto, Prática Pedagógica

Resumo

A pandemia da Covid-19 causou não apenas uma crise sanitária mundial, mas impactou fortemente diversos desdobramentos na sociedade. Na educação, milhares de estudantes foram afastados da escola, e o ensino remoto foi a alternativa para continuidade dos estudos. Este trabalho visa relatar os recursos metodológicos utilizados durante o período de isolamento social no novo formato imposto de aulas remotas. Por meio das aulas online estabeleceu-se um diálogo entre discurso escolar e não escolar, descobriu-se as aulas virtuais como espaço educativo, um grande desafio para todos os envolvidos, mas principalmente professores e estudantes. Os dados apresentados propiciam perceber, sentir e compreender como o ensino remoto pode ser útil para a reflexão crítica que permeia o campo da prática pedagógica. Espera–se que possam ser entendidos para integrá-los no âmbito escolar, como auxiliar para uma reflexão sobre a condição do estudante como leitor de informação e do conhecimento que esse meio possibilita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luís Fernando Ferreira Araújo, Centro Universitário Senac

Doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie(2012).Graduação em Comunicação Social - Faculdades Integradas Alcântara Machado (1984), Letras pela Universidade Metropolitana de Santos (2008), Mestrado em Ciências da Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero (1997) e Mestrado em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2006). Especialização na área de Gramática da Língua Portuguesa pela Faculdade Santana ( 1986),Teoria da Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero (1992) e Especialização em Novas Tecnologias de Ensino-Aprendizagem pelo Centro Universitário Ítalo Brasileiro ( 2012) .Lecionei na Universidade Ibirapuera, Faculdade. Integradas Alcântara Machado, Faculdade Associada de São Paulo, Faculdade Teresa Martin, Colégio Santa Inês, Escola Estadual do 1º Grau Homero Lopes, Faculdade São Paulo e na Unipaulistana . Centro Universitário Ítalo Brasileiro( Uniítalo), Faculdade Sudoeste Paulistano. Atualmente na Faculdades Integradas Alcântara Machado(Fiam/Faam) e Centro Universitário Senac. Experiência na área de Comunicação: Teoria da Comunicação, Roteiro para Radionovela e Redação Publicitária. Na área de Letras: Língua Portuguesa, Linguística, Semiótica e Literatura Brasileira e Portuguesa. Na área de Audiovisual: Roteiro para Dramaturgia e Animação. Na área de Pedagogia: Fundamentos Prática de Língua Portuguesa e arte, Literatura Infantil, Educação para Jovens e Adultos e Didática. Temas de interesse: Educação, Comunicação, Telenovela, Cultura, Interdisciplinaridade e Linguística. Autor de sete livros: Domínios de Linguagem II e Domínio da Linguagem V, A telenovela na Intersecção do conto, Telenovela & Conto: um encontro, Perceber: Raiz do Conhecimento e Guia Prático de Interpretação dos Gêneros Textuais e um livro Infantil "A Baratinha Lindinha, publicado em 2018, Livro "Uma Infância Singular e Transformadora", publicado em 2021 e Artigos Publicados na Internet, Revistas e Congressos sobre Educação e Telenovela.

Claudia Bianchi Progetti, Centro Universitário SENAC

Doutora em Ciências na área de Engenharia da Computação pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologia em Sistemas Produtivos (CEETPS). MBA em Gestão Empresarial com ênfase em Gestão de Projetos (FGV). Pós-Graduada em Análise de Sistemas para Aplicações e Soluções Web (FASP). Licenciatura Plena (Mackenzie). Graduada em Tecnologia em Processamento Dados (Mackenzie). Carreira desenvolvida na área de Tecnologia da Informação, com experiência em posições estratégicas e de liderança. Amplo conhecimento e experiência nas melhores práticas de Gerenciamento de Projetos e Análise de Sistemas. Responsável por desenvolvimento, implantação e suporte de sistemas integrados, em ambientes centralizados e distribuídos, utilizando tecnologia de ponta. Administração de projetos corporativos, bancários, implantação de sistemas internos, sites e sistemas de gestão. Vivência em migração de sistemas, suporte à comunicação de dados, treinamento e suporte ao usuário. Professora do ensino superior nas disciplinas dos cursos de Tecnologia da Informação, Gestão Empresarial e Gestão de Projetos, em cursos presenciais e a distância, no Centro Universitário SENAC, e nas Faculdades do Centro Paula Souza (FATECs). Atuação como orientadora de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) e Projetos Interdisciplinares (PI). Pesquisadora nas áreas de Engenharia de Software e Tecnologia da Informação e Comunicação com linha de pesquisa em Educação e Sustentabilidade.Avaliadora do MEC de cursos presenciais e a distância. Membro da Associação Brasileira de Ensino a Distância (ABED). Pos graduanda no programa de especialização de Desenvolvimento de Soluções Inovadoras para a Educação a Distância na UNIVESP.

Robson Alves dos Santos, Centro Universitário SENAC

Doutor em Design, pela Universidade Anhembi Morumbi com a tese: O Design do Povo: carroceiros, gambiarras e outros fazeres da cultura popular. Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie com a dissertação: O caipira em debate: entre a academia e o cinema. Pedagogo pela UNISA. Ator e Educador Brincante, pelo Instituto Brincante. Contador de Histórias, Escritor e pesquisador das artes narrativas e oralidade. Folclorista com especialização em Literatura Folclórica e Aproveitamento Pedagógico do Folclore, formado pelo Museu de Folclore Rossini Tavares de Lima. Professor universitário em cursos de graduação e pós-graduação com experiência nas áreas de Educação, Artes e Design, atuando principalmente em metodologias ativas de ensino, cultura popular e pesquisa em design do povo. Atuação como professor de Didática, História da Arte e do Design, Cultura Popular, Metodologia Visual, Teorias da Comunicação, Psicologia da Comunicação e Design Thinking. ​Palestrante motivacional com ampla experiência em desenvolvimento de equipes, liderança e formação de professores.

Referências

ABIB, G., HOPPEN, N. & HAYASHI JUNIOR, P. Observação participante em estudos de administração da informação no Brasil. Revista de Administração de Empresas, v. 53, n.6, 2013.

BELO, P. A. de P., OLIVEIRA, R. M. de, & SILVA, R. C. da. Reflexos da relação professor-aluno para a aprendizagem no contexto formal de ensino. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 3, n.2, e323880, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.47149/pemo.v3i2.3880

BEZERRA, N. P. X., VELOSO, A. P., & RIBEIRO, E. (2021). Ressignificando a prática docente: Experiências em tempos de pandemia. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v. 3, n.2, 323917. Disponível em: https://doi.org/10.47149/pemo.v2i3.3917

BLASZKO, C. E., CLARO, A. L. DE A., & UJIIE, N. T. A contribuição das metodologias ativas para a prática pedagógica dos professores universitários. Educação & Formação, v.6, n.2, e3908, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.25053/redufor.v6i2.3908

BRASIL, Ministério da Educação. Novas Diretrizes reforçam uso da tecnologia nos processos de aprendizagem. Portal do Mec Educação Conectada, 2021. Disponível em: http://educacaoconectada.mec.gov.br/todas-noticias/219-novas-diretrizes-reforcam-uso-da-tecnologia-nos-processos-de-aprendizagem.

CORTELLA, M. S. Educação, escola e docência. São Paulo: Cortez, 2014

DIAS JÚNIOR, M. V.; Mercado, L. P. L. Ações docentes nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem proporcionadas pelas ferramentas de Learning Analytics. Revista Iberoamericana de Educación, v. 80, n. 1, pp. 117-137, 2019.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.

MASSETO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus editorial, 2012.

PROGETTI, C. B. Avaliação de eficiência do uso de tecnologia da informação e comunicação para suporte à educação a distância. Tese de Doutorado, Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: doi:10.11606/T.3.2020.tde-28022020-074201, 2019.

SANTOS, F. M. B. DOS, GIASSON, F. DA F. (2019). Docência no Ensino Superior: Formação, iniciação e desenvolvimento profissional docente. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, v.1, n.1, p.1–12. Disponível em: https://doi.org/10.47149/pemo.v1i1.3543

SILVA, M. C. Dificuldades de aprendizagem: do histórico ao diagnóstico. O Portal dos Psicólogos. p. 1-13, 2008.

TEW, Y. et al. A study on enhanced educational platform with adaptive sensing devices using IoT features. Asia-Pacific Signal and Information Processing Association Annual Summit and Conference (APSIPA ASC): p. 375–379. Disponível em: doi:10.1109/APSIPA.2017.8282061, 2017

TORI, R. Educação sem distância. As tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017.

Publicado

2021-06-15

Como Citar

ARAÚJO, L. F. F.; PROGETTI, C. B.; SANTOS, R. A. dos. O processo de ensino-aprendizagem: desafios em tempos de isolamento social. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 3, p. e334992, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v3i3.4992. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/4992. Acesso em: 23 out. 2021.