Teoria do conhecimento de Paulo Freire: Aplicação de uma Sequência Didática no Ensino de Ciências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v6.e12218

Palavras-chave:

Paulo Freire, Teoria do Conhecimento;, Sequência didática; , Ensino de Química; , Ensino Fundamental.

Resumo

Essa pesquisa configura-se como um estudo de caso que tem como objetivo desenvolver e analisar a aplicação de uma sequência didática fundamentada na teoria de conhecimento de Paulo Freire na disciplina de Ciências em uma turma do 9° ano do Ensino Fundamental, de uma escola pública situada em Fortaleza/Ceará. Os dados foram obtidos por meio da análise de questionários semiestruturados, aplicados de forma online, de modo que os alunos apresentassem seus conhecimentos sobre a importância e os impactos da química na sociedade e em suas vidas, e os conceitos de propriedades e transformações da matéria. Os resultados apontam que a sequência didática desenvolvida proporcionou um ambiente de reflexões críticas do contexto social do aluno, contribuindo para a sua formação e estimulando o pensamento crítico sobre a papel da Química para o desenvolvimento da sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andeson de Oliveira Almeida, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)

Graduando do Curso de Licenciatura em Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – Campus Maracanaú - IFCE, Maracanaú, Ceará, Brasil.

Natália Parente de Lima Valente, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia doCeará

Mestra em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Maracanaú e Coordenadora do Laboratório de Práticas Pedagógicas - LAPP, Maracanaú, Ceará, Brasil.

Maria do Socorro Cardoso de Abreu , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Mestra em Linguística - UFC. Professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Maracanaú (IFCE), Maracanaú, Ceará, Brasil

Referências

ARAÚJO, V. H. D.; TRISTÃO, J. C.; SANTOS, L. J. dos. O ensino de ciências por investigação: uma proposta de sequência didática para auxiliar no desenvolvimento de conteúdos de química para alunos do sexto ano. Pesquisa e Debate em Educação, [S. l.], v. 11, n. 1, p. 1–23, e31604, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/RPDE/article/view/31604. Acesso em: 25 abr. 2023

BARBOSA, Y.L.N.; et al. Dificuldades enfrentadas no processo de ensino-aprendizagem acerca dos temas introdutórios de química por alunos de nono ano do ensino fundamental. Discursos, Práticas, Ideias e Subjetividades na Educação 2, [S.L.], p. 126-131, 2021. Atena Editora. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/catalogo/post/dificuldades-enfrentadas-no-processo-de-ensino-aprendizagem-acerca-dos-temas-introdutorios-de-quimica-por-alunos-de-nono-ano-do-ensino-fundamental. Acesso em: 28 mar. 2023

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: educação é a base. Brasília, DF, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 23 mar. 2023

CARNIATTO, I.; FOCHEZATTO, A. A problematização da realidade vivida: educar para a emancipação diante da cultura dos agrotóxicos. Educere et Educare, [S. l.], v. 18, n. 45, p. 350–365, 2023. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/25015. Acesso em: 3 jun. 2023

CARVALHO, M. A. de. Sequência didática no ensino de Química: uma análise sobre os modelos atômicos a partir de uma revisão de literatura. 2022, 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Química). Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, Picos, 2022. Disponível em: http://bia.ifpi.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/1190. Acesso em: 20 out. 2023

CARVALHO, M. A. B.; ESTRADA, A. A.; ALVES, F. L.; SOLIGO, V. Paulo Freire e o ensino fundamental: Reflexões sobre uma formação crítica. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 3, p. 1514–1531, 2022. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16834. Acesso em: 28 mai. 2023.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

DUBEUX, M.H.S.; SOUZA, I. P. Organização do trabalho pedagógico por sequências didáticas. In: BRASIL. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: planejando a alfabetização; integrando diferentes áreas do conhecimento: projetos didáticos e sequências didáticas. Ano 01, unidade 06. Brasília: MEC, SEB, 2012. p. 27-37. Disponível em: https://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/material/43.pdf. Acesso em 25 jun. 2023

FREIRE, P. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Cortez & Moraes, 1979.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? 4.ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. 10.ed. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1986.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 75.ª ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2020.

FREITAS, K. E. da S. Experimentação problematizadora: propostas e reflexões para o Ensino de Química. 2022, 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Química). Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás, Anápolis, 2022. Disponível em: https://repositorio.ifg.edu.br/handle/prefix/1397. Acesso em: 28 abr. 2023

GADOTTI, M. Convite à leitura de Paulo Freire - Pensamento e Ação no Magistério. São Paulo: Editora Scipione, 2004. Disponível em: http://acervo.paulofreire.org:8080/xmlui/handle/7891/2778 Acesso em: 29 mai. 2023

GOMES, C. S. F.; GUERRA, M. das G. G. V. Educação dialógica: a perspectiva de Paulo Freire para o mundo da educação. Revista de Educação Popular, Uberlândia, MG, v.19, n.3, p.4–15, 2020. DOI: 10.14393/REP-2020-52847. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/reveducpop/article/view/52847. Acesso em: 1 abr. 2023

GONÇALVES, A. P. O ensino de transformações químicas por investigação: uma abordagem com alunos do 9º ano do ensino fundamental. 2022. 59 f. Dissertação (Mestrado em Química) – Instituto de Química e Biotecnologia, Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Química em Rede Nacional – PROFQUI, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2021. Disponível em: https://www.repositorio.ufal.br/handle/123456789/8757. Acesso em: 25 abr. 2023

GUIMARÃES, L.; FARIA, F. F. Química no Ensino Fundamental: estabelecendo conceitos por meio do estudo dos perfumes em uma formação continuada. Revista Insignare Scientia-RIS, Chapecó, SC, v. 2, n. 2, p. 255-265, 2019. Disponível em: https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10906. Acesso em: 14 abr. 2023

LEHN, J. M. Química: a ciência e a arte da matéria. In: O Correio da UNESCO, A Química e a vida, França, Jan-Mar. p.7-9, 2011. Disponível em: https://es.unesco.org/courier/yanvar-mart-2011-g/quimica-ciencia-y-arte-materia Acesso em: 20 mar. 2023

LOPES, R. de C. S. A relação professor- aluno e o processo ensino- aprendizagem. Obtido a, Paraná, v. 9, n. 1, p. 1-28, 2011. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1534-8.pdf. Acesso em: 28 mai. 2023

NEGRI, L. C. et al. A educação para além da escola: considerações sobre o ato de educar à luz de Paulo Freire. Revista Educar Mais, v. 6, p. 1-12, 2022. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/educarmais/article/view/2627. Acesso em: 15 mai. 2023

ROSA, M. I. F. P. S.; SCHNETZLER, R. P. Sobre a importância do conceito transformação química no processo de aquisição do conhecimento químico. Química Nova na Escolas, São Paulo, n. 5, p. 31-35, 1998. Disponível em: https://www.contagem.mg.gov.br/arquivos/comunicacao/femcitec_sobreoconceitodatransformacao09.pdf. Acesso em: 27 set. 2023

SANTOS, W. L. P. dos. Química e a formação para a cidadania. Educación Química, México, v. 22, n. 4, p. 300-305, 2011. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0187893X18301496 Acesso em: 23 mai. 2023

SANTOS, WLP dos; SCHNETZLER, R. P. Função social: o que significa ensino de química para formar o cidadão. Química nova na escola, São Paulo, v. 4, n. 4, p. 28-34, 1996. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc04/pesquisa.pdf Acesso em: 25 abr. 2023

SILVA, A. C.; SOUZA, N. dos S.; COSTA, F. A. G. da. A dialogicidade freiriana e o ensino de ciências: revisitando Paulo Freire. Dialogia, n. 42, p. 23167, 2022. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/dialogia/article/view/23167. Acesso: 23 mai. 2023

SOUZA, A. G. L. de; CARDOSO, S. P. Ensino, aprendizagem e o ambiente escolar na abordagem de conceitos de química. Research, Society and Development, São Paulo, v. 8, n. 11, p.1-16, 2019. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/5606/560662202003/560662202003.pdf acesso em: 23 mai. 2023

ZANON, L. B.; PALHARINI, E. M. A química no ensino fundamental de ciências. Química Nova na Escola, São Paulo, n. 2, p. 15-18, 1995. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc02/relatos.pdf Acesso em: 28 mai. 2023.

Publicado

2024-03-16

Como Citar

ALMEIDA, A. de O.; VALENTE, N. P. de L.; ABREU , M. do S. C. de. Teoria do conhecimento de Paulo Freire: Aplicação de uma Sequência Didática no Ensino de Ciências. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 6, p. e12218, 2024. DOI: 10.47149/pemo.v6.e12218. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/12218. Acesso em: 24 jul. 2024.