A dimensão experiencial da formação do professor pesquisador

Autores

Palavras-chave:

Pesquisa, Pós-Graduação, Educação, Experiência

Resumo

Os desafios formativos vividos na pós-graduação stricto sensu articulam aspectos distintos que dizem respeito à forma como a construção do conhecimento vem sendo historicamente constituída. O pensamento moderno e o positivismo clássico deixaram marcas que questionam, até hoje, as pesquisas de abordagem qualitativa, pela forma como lidam com os contextos e sujeitos, inclusive os pesquisadores. Na consolidação dos projetos e das pesquisas, os mestrandos precisam encontrar sentido e significado nos escritos, de modo que o texto dissertativo não se constitua somente como um artefato técnico. Este artigo objetiva discutir os contributos da abordagem experiencial da disciplina de Estudos Orientados, ofertada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE), que culminou na consolidação dos textos de qualificação de mestrandos. O artigo evidencia a maneira como os escritos de Larrosa (2019) colaboraram para a escrita dos textos dissertativos dos mestrandos e podem ressoar nas produções de outros pesquisadores da educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andria Magalhães Cordeiro, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE). Graduada Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora substituta da rede municipal de Fortaleza.

Mariana Cunha Castro, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE). Graduada em Pedagogia pela UECE. É bolsista no Programa de Demanda Social da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Elisangela André da Silva Costa, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará,  professora adjunta da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira e professora colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará

Referências

GHEDIN, Evandro; FRANCO, Maria Amélia Santoro. Questões de método na construção da pesquisa em educação. São Paulo: Cortez, 2011.

GHEDIN, Evandro. Tendências e dimensões da formação do professor na contemporaneidade. 4o Congresso Norte Paranaense de Educação Física Escolar. Universidade Estadual de Londrina. Londrina, junho de 2009.

LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre experiência. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

PIMENTA, Selma Garrido. Epistemologia da prática ressignificando a Didática. In FRANCO, Maria Amélia Santoro; PIMENTA, Selma Garrido (Orgs). Didática: embates contemporâneos. São Paulo, Loyola, 2014, 154p.

PIMENTA, Selma Garrido. Professor reflexivo: construindo uma crítica. In: PIMENTA, Selma Garrido; GHEDIN, Evandro (Orgs). Professor Reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo, Cortez, 2012, 261p.

Publicado

2021-08-06

Como Citar

Cordeiro, A. M. ., Castro, M. C., & Costa, E. A. da S. . (2021). A dimensão experiencial da formação do professor pesquisador. Ensino Em Perspectivas, 2(3), 1–11. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6624