Financiamento da educação: representações sociais elaboradas por estudantes do curso de pedagogia

Autores

Palavras-chave:

Financiamento da Educação, Representação social, Estudantes de Pedagogia

Resumo

O financiamento público é um dos assuntos mais importantes relacionados com as políticas de educação. Este estudo tem como objetivo principal apreender as representações sociais dos alunos de pedagogia de universidade pública e privada da capital paraibana acerca do financiamento da educação. A abordagem metodológica é a mista e a amostra foi não-probabilística e de conveniência, formada por 180 universitários, sendo a maioria de universidade pública (58,9%) que afirmam ter um conhecimento mediano acerca do financiamento da educação. Os resultados encontrados demonstraram que o conhecimento dos estudantes sobre Financiamento da Educação como Política Pública está relacionado ao fundeb, fies, programa, governo, recurso. A leitura da representação social dos estudantes de pedagogia pode ampliar as condições para a identificação da participação destes atores sociais nas discussões das políticas de financiamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giovanna Barroca Moura, Universidade Federal da Paraíba

Doutoranda em Psicologia Social pela Universidade de Coimbra. Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, bacharelado em Pedagogia, licenciatura em Psicologia e formação em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba.

Márcia Cristiane Ferreira Mendes, Universidade Estadual do Ceará

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará. Professora do Centro Universitário UNINTA.

Carlos da Silva Cirino, Universidade Estadual da Paraiba

Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Programa de Pós-Graduação (UFPB)Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Mestre em Psicologia Social pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da Universidade Federal da Paraíba. Formação e licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba.

Ercules Laurentino Diniz, Universidade Federal da Paraiba

Doutorando e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Paraíba. Especialista em Fundamentos da Educação pela Universidade Estadual da Paraíba. Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal da Paraíba

Valdinélia Virgulino de Souza, Universidade Federal da Paraiba

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Paraíba. Especialista em Educação e Pedagoga pela Universidade Federal da Paraíba.

Referências

ABRIC, J. C. A abordagem estrutural das representações sociais. In: MOREIRA, Antônia Silva Paredes (Org.). Representações Sociais: teoria e prática. João Pessoa: Universitária, 2001. p.27-37.

AMARAL, N. C. Para compreender o financiamento da educação. Brasília: Líber Livro, 2012. 224p.

AZEVEDO, J. M. L. A educação como política pública. São Paulo: Autores Associados, 1997.

BRASIL/CF. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília-DF, 1998.

BRASIL/MEC. Programa de Financiamento Estudantil. Disponível em: http://sisfiesportal.mec.gov.br/?pagina=condicoes. Acesso em: 12 fev. 2017.

BRASIL/MF. Arrecadação dos impostos Federais. Disponível em: https://idg.receita.fazenda.gov.br/dados/receitadata/estudos-e-tributarios-e-aduaneiros/estudos-e-estatisticas/carga-tributaria-no-brasil/29-10-2015-carga-tributaria-2014. Acesso em: 12 fev. 2017.

CHIODINI, C. R. “Quero ver quem paga, pra gente ficar assim!”: Representação social docente sobre o financiamento da educação básica. 2008. 135 f. Dissertação. (Mestrado em Educação). Centro de Ciências da Educação, Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, 2008.

COUTINHO, M. P. L; SALDANHA, A. Representações Sociais: práticas de pesquisa. João Pessoa: Universitária. 2005.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Estado e Políticas de Financiamento em Educação. Educ. Soc., Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial, p. 831-855, out. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a1028100.pdf. Acesso em: 20 nov. 2020.

DAVIES, N. FUNDEB: a redenção da educação básica? Educação e Sociedade, Campinas, v. 27, n. 96, 2006.

DEMO, Pedro. Educação e Qualidade. Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico. Campinas: Papirus, 1994.

FRANCO, M. L. P. B. Representações sociais, ideologia e desenvolvimento da consciência. Cadernos de Pesquisa. v. 34, n. 121, p. 169-186, jan./abr. 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cp/v34n121/a08n121. Acesso em: 20 nov. 2021.

JODELET, D. Representações Sociais: um domínio em expansão. In D. Jodelet (Org), As Representações Sociais (p.17-41). Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2001.

JÚNIOR, L. S. (Org.). Política, Financiamento & Gestão Educacional. João Pessoa: Ideia, 2015. 141.p.

LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F.; TOSCHI, M. S. Educação Escolar: Políticas, Estrutura e Organização. São Paulo: Cortez, 2012.

MORA, M. La teoría de las representaciones sociales. Athenea Digital 2. Universidad Autónoma de Guadalajara. México, 2002.

KANG, Thomaz H. Descentralização e Financiamento da Educação Brasileira: Uma Análise Comparativa, 1930-1964. Revista Estudos Econômicos, vol 41, nº 3 - Jul-Set, p. 573-598, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ee/v41n3/a04v41n3.pdf. Acesso em: 20 nov. 2020.

MONLEVADE, J. Educação pública no Brasil: contos & descontos. Ceilândia, DF: Idéa, 1997.

MOSCOVICI, S. Representação Social da Psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

MOSCOVICI, S. Representações Sociais: Investigações em Psicologia Social. Editado em inglês por GerardDuveen; traduzido do inglês por Pedrinho Guareschi. Vozes, Petrópolis, RJ, 2003.

PÉREZ, I. A. La Teoria de las Representaciones Sociales. Psicología Online, v.1, n.1, 1-20, 2007. https://www.psicologia-online.com/articulos/2007/representaciones_sociales.shtml. Acesso em: 05 set. 2016.

PINTO, J. M. R.; ADRIÃO, T. Noções gerais sobre o financiamento da educação no Brasil. Revista Científica Eccos. São Paulo, v. 8, n. I, p. 23-46, 2006. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/eccos/article/viewFile/457/440. Acesso em: 20 nov. 2020

QUEIROZ, V. Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): uma nova versão do CREDUC. Universidade e Sociedade. Andes, sn, p. 44-57, 2015.

RAY, R. C; OPAZO, C. Las Representaciones Sociales de calidad educativa presente en los discursos en medios escritos: Un análisis en el contexto del conflicto estudiantil en Chile 2011. Estud. pedagóg. vol.39 no.1 Valdivia 2013. Disponível em: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0718-07052013000100004#a1 Acesso em: 23 fev. 2017.

SANTOS, J. B. O financiamento da educação infantil no contexto do FUNDEB: Limites e contradições na expansão do atendimento às crianças de 0 a 6 anos de idade em João Pessoa/PB – 2007 - 2013. 2015. 258 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.

VALA, J. Representações sociais: Para uma psicologia social do pensamento social. In. J. Vala & M.B. Monteiro (Orgs.), Psicologia Social. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1993.

Publicado

2021-03-25

Como Citar

Moura, G. B., Mendes, M. C. F., Cirino, C. da S., Diniz, E. L., & Souza, V. V. de. (2021). Financiamento da educação: representações sociais elaboradas por estudantes do curso de pedagogia . Ensino Em Perspectivas, 2(2), 1–24. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/5300