Um estudo sobre a pobreza multidimensional no estado do Ceará no período de 2005 a 2015

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v3i3.7171

Palavras-chave:

Pobreza multidimensional, Desigualdade, Privação

Resumo

Por muito tempo a pobreza era definida apenas de acordo com a insuficiência de renda, porém seu conceito evoluiu e passou a ser incorporado a uma série de predicados ao longo do tempo, referentes não somente às variáveis econômicas, mas incluindo outras variáveis, tais como grau de instrução do indivíduo, condições de saúde, habitação, saneamento e inserção no mercado de trabalho. Dessa forma, tendo em vista o nordeste brasileiro, com destaque para o estado do Ceará, ainda é detentora de elevados níveis de pobreza e desigualdade, verifica-se o quão importante é essa abordagem multidimensional da pobreza para a região, visto que é classificada como mais completa e considera dimensões mais qualitativas, sem excluir a variável renda.  Assim, o objetivo geral deste trabalho é analisar a evolução e o nível de pobreza multidimensional no estado do Ceará no período de 2005 a 2015. Para tanto, fez-se uso da metodologia de Bourguignon e Chakravarty (2003) que leva em consideração uma abordagem multidimensional para avaliar a pobreza. Os dados utilizados baseiam-se na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD). A conclusão das seis dimensões em análise apresentou uma elevação na proporção de pobres multidimensionais da população cearense, de 38,33% em 2005 para 44,15% no ano de 2015.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yonara Duarte Caetano, Pesquisadora Autônoma

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri – URCA; Pós-graduanda em Gestão Financeira e Consultoria Empresarial pela Universidade Regional do Cariri (URCA).

Marília de Souza Castro, Universidade Regional do Cariri

Graduada em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri (URCA); Especialista em Administração Financeira pela Universidade Regional do Cariri (URCA); Mestra em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); Professora substituta na Universidade Regional do Cariri (URCA) e pesquisadora do Grupo de Pesquisa em Territorialidades Econômicas e Desenvolvimento Regional e Urbano (GETEDRU/DE-URCA).

Referências

ALVES, C. C.; VILELA, T. A. S.; RODRIGUES, E. P. A Responsabilidade do Estado enquanto provedor de Políticas Públicas e o Serviço Social: aspectos polêmicos. In: III Simpósio Mineiro de Assistentes Sociais. Belo Horizonte, 2013.

BARBIERI, J. A.; RIBEIRO, D. M. A intervenção do Estado na economia e o comprometimento com desenvolvimento humano através da promoção de Políticas Sociais. IN: XXI Congresso Nacional Conselho Nacional em Pesquisa e Pós-Graduação em Direito - CONPEDI, Santa Catarina, 2012.

BARROS, R. P. de; HENRIQUE, R. MENDONÇA, R. Desigualdade e Pobreza no Brasil: retrato de uma estabilidade inaceitável. Revista Brasileira de Ciências Sociais. v. 15, n. 42, 2000.

CALDAS, R. M.; SAMPAIO, Y. S. B. Pobreza no Nordeste brasileiro: Uma análise multidimensional. REC - Revista Economia Contemporânea. Rio de Janeiro, v. 19, n. 1, p. 74-96, 2015.

CHAUI, M. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 2009.

COUTO, B. R. O. Direito Social e a Assistência Social na sociedade brasileira: uma equação possível? 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

CURRALERO, C. R. B. O enfrentamento da pobreza como desafio para as políticas sociais no Brasil: uma análise a partir do Programa Bolsa Família. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia. Campinas, SP, 2012.

DALLAGO, C. S. T. Estado e Políticas Sociais no Brasil: formas históricas de enfrentamento a pobreza. In: III Jornada Internacional de Políticas Púlicas. São Luís – MA, 28 a 30 de agosto 2007.

ESPÍNOLA, G. M.; ZIMMERMANN, C. R. Definição e mensuração da Pobreza: algumas considerações sobre o debate recente. In: Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades. Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de setembro de 2012.

FALVO, J. F. A desigualdade social no Nordeste metropolitano: análise do período de 1981 a 2008. Tese (Doutorado), Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia. Campinas, SP, 2010.

FRIEDE, R. Ciência política e teoria geral do Estado. 2. Ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

FRONZA, P. Programa Bolsa Família: contribuições para o enfrentamento à pobreza. Tese (Mestrado), Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em Serviço Social. Porto Alegre, 2010.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/trabalhoerendimento/pnad2015/microdados.htlm. Acesso em 02 de maio de 2017.

IPEA. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Disponível em: http://www.ipeadata.gov.br. Acesso em: 20 junho 2016.

MEDEIROS, C. N. de.; NETO, V. R. P. Análise espacial da Extrema Pobreza no estado do Ceará. Instituto de Pesquisas e Estratégias do Ceará: IPECE, Fortaleza, 2011.

MENDONÇA, K. V.; CAMPOS, R. T.; LIMA, P. V. P. S.; BATISTA, P. C. de S. Análise das Causas Socioeconômicas da Pobreza Rural no Ceará. Documentos técnico-científicos. v. 41, n. 3, Fortaleza, 2010.

OLIVEIRA, A. J. P. de. Estudos Estados Brasileiros. Ceará 200-2013. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2014.

PONTES, H. A. de Q. Pobreza No Estado Do Ceará Urbano: Uma Análise Multidimensional (2006-2013). Dissertação (mestrado profissional) – Programa de Pós-Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.

QUEIROZ, S. N.; REMY, M. A. P. A.; PEREIRA, J. M. P. D. Estudo comparativo entre o Programa Bolsa Família no Brasil e o Programa Oportunidades no México. Bahia Análise & Dados, v. 21, p. 681-699, 2011.

REGO, W. L.; PINZANI, A. Vozes do Bolsa Família: autonomia, dinheiro e cidadania. São Paulo: Editora Unesp, 2013.

RELATÓRIO NACIONAL DE ACOMPANHAMENTO. Objetivos de desenvolvimento do milênio. Coordenação: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos (SPI/MP); supervisão: Grupo Técnico para o acompanhamento dos ODM. - Brasília: Ipea: MP, SPI, 2014. 208 p.

RIBEIRO, S. C. Caracterização da pobreza no território de Identidade de Vitória da Conquista em 2010: um estudo a partir da abordagem das necessidades básicas e da abordagem das capacitações. In: II Semana da Economia. Bahia, 2011.

SANTANA, E. M. J. A pobreza no Brasil na década de 2000: políticas e resultados. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) -Graduação em Economia, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2012.

SANTOS, E. I. dos.; CARVALHO, Í. C. S. de.; BARRETO, R. C. Sá. Análise espacial da Pobreza no Nordeste brasileiro: uma aplicação do IMP. In: XI ENCONTRO DE ECONOMIA BAIANA. Bahia, 2015.

SCHEEFFER, F. O papel das políticas públicas: uma questão controversa. In: VIII Encontro de Economia Catarinense, 2014, Rio do Sul. Anais dos resumos do VIII Encontro de Economia Catarinense, v. 1, p. 49-50, 2014.

SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. Tradução Laura Teixeira Mota; revisão técnica Ricardo Doninelle Mendes. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

SILVA, A. F.; ARAUJO, J. A.; CAMPELO, G. L.; VASCONCELOS, J. C. Uma análise da Pobreza Multidimensional no Ceará no período 2006 a 2012. 1º lugar com artigo, Institudo de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE, Fortaleza, 2014.

SILVA, C. F. da; SOUSA JUNIOR, A. S. de. Pobreza e Desigualdade no Brasil: uma análise da contradição capitalista. In: VII Congresso Português de Sociologia. Universidade do Porto - Faculdade de Letras – Faculdade de Psicologia e Ciência da Educação, 2012.

SILVA, E. D. Pobreza absoluta e classes sociais no Brasil: o saldo do período de estagnação econômica, 1981-2003: uma abordagem sócio-ocupacional. Dissertação (Mestrado), Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Economia. Campinas, SP: [s.n.], 2005.

SOARES, S.; SOUZA, L. de.; SILVA, W. SILVEIRA, F. G.; CAMPOS, A. Perfil da Pobreza: Norte e Nordeste rurais. Estratégia do FIDA para o Brasil 2016-2021 e Série de Estudos sobre a Pobreza Rural. Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). Brasília, 2016.

WERTHEIN, J. NOLETO, M. J. Pobreza e desigualdade no Brasil: traçando caminhos para a inclusão social. Anais do Seminário Internacional Pobreza e Desigualdade no Brasil, Brasília, 2003. ISBN: 85-87853-96. Brasília: UNESCO, 2003.

WLODARSKI, R.; CUNHA, L. A. Desigualdade Social e Pobreza como consequências do Desenvolvimento da sociedade. In: IX Simpósio Internacional Processo Civilizador. Paraná, 2005.

VALE, T. M. C. do.; FELIPE, J. L. A.; FORMIGA, M. C. C.; RAMOS, P. C. F. Redução da pobreza e transferências governamentais: um estudo de caso para o estado Rio Grande do Norte na região Nordeste brasileira. In: XVII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, ABEP. Caxambu- MG – Brasil, 2010.

Publicado

2021-10-09

Como Citar

CAETANO, Y. D.; CASTRO, M. de S. Um estudo sobre a pobreza multidimensional no estado do Ceará no período de 2005 a 2015. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 3, p. e337171, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v3i3.7171. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7171. Acesso em: 19 out. 2021.