Anísio Teixeira, escola pública de tempo integral e educação inclusiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v3i3.5571

Palavras-chave:

Escola de Tempo Integral, Educação Inclusiva, Ensino

Resumo

Este artigo analisará a proposta da construção de escolas públicas de tempo integral na produção intelectual e atuação como gestor público de Anísio Teixeira. Para o educador, trata-se de uma política pública essencial para a garantia da educação inclusiva baseada na universalização do acesso a um ensino de qualidade capaz de oferecer uma formação integral a todos os indivíduos. Para a realização desta análise, adotar-se-á um estudo qualitativo sobre a vida e obra de Anísio para a compreensão de suas definições de formação integral e educação inclusiva, o entendimento de seu modelo de organização da escola pública de tempo integral e o exame de suas experiências na implantação do Centro de Educação Popular Carneiro Leão em Salvador e das escolas classe e parque em Brasília. Desse modo, espera-se demonstrar a importância da atuação pública e produção intelectual deste educador para os debates atuais sobre os rumos da educação no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Eschriqui Vieira Pinto, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Graduado em Bacharelado e Licenciatura Plena em História pela Universidade de Brasília. Especialização em Metodologia do Ensino da História e Docência e Gestão da Educação Básica na Faculdade Unyleya. Mestre em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Estágio Pós-Doutoral no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Goiás - Linha de Pesquisa em Fronteiras, Interculturalidades e Ensino de História, onde desenvolve pesquisas em História da Educação e Cultura Política no Brasil. 

Referências

ALMEIDA, S. B. de. O pensamento de Anísio Teixeira concretizado: escola parque, paradigma escolar. In: ALMEIDA, S. B. de (Org.). Chaves para ler Anísio Teixeira. 1. ed. Salvador: EGBA; Universidade Federal da Bahia, 1990, p. 141-178.

GOUVEIA NETO, Hermano. Anísio Teixeira: educador singular. 1. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1973. 150 p.

LIMA, Hermes. Anísio Teixeira: estadista da educação. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978. 212 p.

TEIXEIRA, A. S. Centro de Educação Popular. In: ABREU, J. et. al. Anísio Teixeira: pensamento e ação. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1960, p. 284-291.

TEIXEIRA, Anísio Spínola. Educação é um direito. 4. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009. 230 p.

TEIXEIRA, Anísio Spínola. Educação não é privilégio. 1. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1957. 146 p.

TEIXEIRA, Anísio Spínola. Educação no Brasil. 2. ed. São Paulo; Brasília: Companhia Editora Nacional; Instituto Nacional do Livro, 1976. 384 p.

Publicado

2021-06-15

Como Citar

ESCHRIQUI VIEIRA PINTO, J. Anísio Teixeira, escola pública de tempo integral e educação inclusiva. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 3, p. e335571, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v3i3.5571. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/5571. Acesso em: 19 out. 2021.