INTRODUZINDO A GEOMETRIA FRACTAL NO ENSINO MÉDIO POR MEIO DA PERSPECTIVA DE MODELAGEM MATEMÁTICA

  • Francisco Geovane da Silva Araújo Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Alessandra Senes Marins Universidade Estadual Vale do Acaraú https://orcid.org/0000-0003-2274-7386
Palavras-chave: Modelagem Matemática. Ensino de Matemática. Geometria Fractal. Tecelagem.

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo apresentar uma proposta de aula para a aplicação do conceito de geometria fractal desenvolvida por meio da perspectiva de Modelagem Matemática. Para isso, realizou-se um estudo teórico e interpretativo sobre a abordagem de Modelagem Matemática e a respeito do conteúdo de geometria fractal, relacionando com a problemática escolhida, a tecelagem de um tapete. Sendo assim, percebe-se que uma aula desenvolvida sob a perspectiva de Modelagem Matemática  pode proporcionar o desenvolvimento do pensamento matemático nos alunos, uma vez que ela se relaciona com situações diárias, e que a partir disso, é possível realizar ações como: a exploração de hipóteses; formulação de variáveis; uso de conhecimentos prévios; construção do modelo matemático; entre outras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, L. M. W.; SILVA, K. P.; VERTUAN, R. E. Modelagem Matemática na educação básica. São Paulo: Contexto, 2016. BARBOSA, J. C. Modelagem Matemática e os professores: a questão da formação. Bolema: Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, n. 15, p. 5-23, 2001.

BARBOSA, R. M. Descobrindo a geometria fractal para sala de aula. 2° ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

BASSANEZI, R. C., Ensino-Aprendizagem com Modelagem Matemática. Editor Contexto, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação-MEC. Secretaria de Educação Básica. Orientações Curriculares para o Ensino Médio: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília, 2006.

CARVALHO, H. C. Geometria Fractal: perspectivas e possibilidades no ensino de matemática. 2005. 101 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Curso de Pós-Graduação em Ensino em Ciência e Matemática, Universidade Federal do Pará, Belém, 2005. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/bitstream/2011/1857/1/Dissertacao_GeometriaFractalPerpectivas.pdf. Acesso em 02 de janeiro de 2019.

Clube Militar Naval 1991. Disponível em: http://www.albertomesquita.net/am/fractais/fractais1.htm. Acesso em 02 de janeiro de 2019.

FRANCHI, R. H. de O. Ambientes de Aprendizagem fundamentados na modelagem matemática e na informática como possibilidades para a Educação Matemática. In: BARBOSA, J. C.; CALDEIRA, A. D.; ARAÚJO, J. L. de. Modelagem Matemática na Educação Matemática Brasileira: pesquisas e práticas educacionais. Recife: SBEM, 2007.

LOPES, I. Arte milenar, a tecelagem continua sendo fonte de renda. Jornal O DIA. Disponível em: https://www.portalodia.com/noticias/piaui/arte-milenar,-a-tecelagemcontinua-sendo-fonte-de-renda-316414.html. Acesso em: 02 de janeiro de 2019.

MESQUITA, A.; MOTA, M. G., Fractais - A linguagem do caos. In. Anais do VIELMO, S. E.; DALBERTO, F. Abordagem do ensino de matemática através de fractais e recursos tecnológicos. In: VI Congresso Internacional de Ensino de Matemática-2013. 2013. Disponível em:http://www.conferencias.ulbra.br/index.php/ciem/vi/paper/viewFile/797/390. Acesso em 02 de janeiro de 2019.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
DA SILVA ARAÚJO, F.; MARINS, A. INTRODUZINDO A GEOMETRIA FRACTAL NO ENSINO MÉDIO POR MEIO DA PERSPECTIVA DE MODELAGEM MATEMÁTICA. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v. 6, n. 18, p. 21 - 34, 31 dez. 2019.