Medidas governamentais de enfrentamento à Covid-19 a partir do Projeto São José III

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47149/pemo.v3i3.7180

Palavras-chave:

Covid-19, Políticas públicas, Projeto São José, Desenvolvimento

Resumo

O estudo tem por objetivo identificar os impactos causados pelo vírus Sars Cov 2, nos empreendimentos apoiados pelo Projeto São José III. No percurso de identificação de políticas públicas voltadas para o enfrentamento da crise econômica e social, fruto do avanço da Covid-19 pelo interior do Ceará. Foram identificados os esforços da Secretaria do Desenvolvimento Agrário na manutenção de uma agenda de ações que, ao longo do período de isolamento social vivenciado pelo estado, foi importante para o fortalecimento de manutenção dos empreendimentos da agricultura familiar atendidos pelas políticas de desenvolvimento agrário abrigados no âmbito da secretaria. Assim, mesmo tendo sofrido perdas na produção e comercialização, as alternativas de investimentos em assistência técnica e orientação aos agricultores familiares, realização de feiras, atendimento virtual aos beneficiários contribuíram para a minimização dos efeitos causados pela pandemia da Covid-19. A metodologia utilizada foi a de uma pesquisa de cunho qualitativo com o uso de questionário. Foram enviados 267 questionários, sendo devolvidos 237, o que corresponde a 88,8% do total. A ferramenta virtual Google Web foi utilizada para responder o questionário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Moacir de Souza Júnior, Instituto Agropolos do Ceará

Doutorado e Mestrado em Ciências da Educação, área Inovação Pedagógica, pela Universidade da Madeira (UMa), Funchal-Madeira-Portugal; Especialista em Educação Especial pela Universidade Federal do Ceará (UFC); Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE).  Atua como Técnico de Nível Superior no Instituto Agropolos do Ceará no Projeto São José.

Lafaete Almeida de Oliveira Mesquita, Instituto Agropolos do Ceará

Doutorando em Currículo e Inovação Pedagógica pela Universidade da Madeira/Portugal. Especialista em Gestão Pública pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e Mestre em Planejamento e Políticas Públicas pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). Coordenador do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável/Projeto São José da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Governo do Estado do Ceará.

Francisco De Assis Diniz, Secretaria do Desenvolvimento Agrário

Especialista em Gestão Pública pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Redenção-Ceará-Brasil. Graduação em Direito pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR) e em História pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Secretário Estadual do Desenvolvimento Agrário do Ceará.

Bárbara Niele Alexandre da Silva Ribeiro, Instituto Agropolos do Ceará

Especialista em Gerenciamento de Processos e Projetos pelo Centro Universitário Farias Brito e em Gestão e Liderança Avançada de Pessoas pelo Centro Universitário Sete de Setembro. Graduação em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Christus. Gerente de Planejamento, Monitoramento e Avaliação do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável/Projeto São José da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará.

Referências

BANCO MUNDIAL. Relatório semestral sobre a região da América Latina e Caribe. A Economia nos Tempos de COVID-19. Uma colaboração entre o gabinete do economista-chefe para a América Latina e Caribe e a prática global de macroeconomia, comércio e investimento. Banco Mundial. Abril, 2020.

BRASIL. Lei Nº 13.982, de 2 de abril de 2020. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/lei-n-13.982-de-2-de-abril-de-2020-250915958. Acesso em 09 fev. 2021.

CEARÁ. Decretos do Governo do Ceará com ações contra o coronavírus. Disponível em: https://www.ceara.gov.br/decretos-do-governo-do-ceara-com-acoes-contra-o-coronavirus. Acesso em: 04 dez. 2020a.

CEARÁ. Secretaria de Desenvolvimento Agrário – SDA. Disponível em: www.sda.ce.gov.br Acesso em: 06 dez.2020b.

CEARÁ. Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará – Ematerce. Disponível em: www.ematerce.ce.gov.br. Acesso em: 12 dez. 2020c.

FERNANDES, L. A.; GOMES, J. M. M. Relatórios de pesquisa nas Ciências Sociais: características e modalidades de investigação. ConTexto. v. 3, n. 4. Porto Alegre. 2003.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas (RAE). v. 35, n. 3, p. 20-29. São Paulo-SP. Mai./Jun. 1995.

IBGE. IBGE prevê safra recorde de grãos em 2020. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/26537-ibge-preve-safra-recorde-de-graos-em-2020. Acesso em 29 nov.2020.

MINAYO, M. C. de S. (Org.). Pesquisa social: teoria método e criatividade. 17ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

NETO, R. B. G. O impacto da Covid-19 sobre a economia mundial. Boletim de Conjuntura. Ano II. Vol. 2. Nº. 5. Boa Vista. Disponível em: http://ioles.com.br/boca. Acesso em: 15 Jun. 2020.

SILVA, M. B. de; GRIGOLO, T. M. Metodologia para iniciação científica à prática da pesquisa e da extensão II. Caderno Pedagógico. Florianópolis: Udesc, 2002.

SOUZA JÚNIOR, M. Navegando no mar sem fim da aprendizagem na terceira idade: uma investigação acerca do uso das TIC e da inovação pedagógica. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Ciências Sociais, Universidade da Madeira. Funchal-PT, p. 310. 2019

Publicado

2021-10-11

Como Citar

SOUZA JÚNIOR, M. de; MESQUITA, L. A. de O.; DINIZ, F. D. A.; RIBEIRO, B. N. A. da S. Medidas governamentais de enfrentamento à Covid-19 a partir do Projeto São José III. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 3, p. e337180, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v3i3.7180. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/7180. Acesso em: 18 out. 2021.