O PERCURSO PROFISSIONAL DE MANFREDO PERDIGÃO DO CARMO E A GEOMETRIA DIFERENCIAL NO BRASIL

  • Antonio José Melo de Queiroz Universidade Estadual do Ceará
Palavras-chave: Manfredo do Carmo, Geometria, História da Matemática

Resumo

Este trabalho elaborou uma visão panorâmica sobre o início da carreira do professor e pesquisador brasileiro Manfredo Perdigão do Carmo (1928 – 2018). Será discutida de forma breve sua formação em Engenharia Civil, a pós-graduação em Geometria Diferencial e suas atividades iniciais de pesquisa e ensino. No texto será abordada a produção científica deste eminente geômetra, uma breve exposição dos primeiros artigos científicos, formação de parcerias de pesquisa, orientação de diversos estudantes em nível de doutorado e o constante esforço para colaborar com a produção de conhecimento matemático no Brasil. Diversos artigos publicados pelo professor Manfredo foram elaborados em parcerias com matemáticos brasileiros ou estrangeiros. Essas colaborações se ampliavam à medida que Manfredo do Carmo orientava vários estudantes de pós-graduação em Matemática no Brasil, principalmente, no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), além disso, estas e outras atividades de ensino colaboraram para a formação de uma fecunda escola de Geometria Diferencial no país. Manfredo do Carmo também escreveu uma série de livros, a maioria deles dedicados à Geometria Diferencial, algumas destas obras são referências de prestígio nacional e internacional. Além das atividades de ensino e pesquisa, o matemático esteve envolvido com ações de gerência institucional, foi presidente da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC). Diante do exposto acima, este estudo teve como objetivos compreender e analisar o início do percurso profissional do professor Manfredo Perdigão do Carmo bem como sua importância para a formação da área de estudos da Geometria Diferencial no Brasil. Será dado destaque que ele foi um dos precursores deste tema em nosso país, pois antes de sua atuação existiam apenas alguns trabalhos esparsos realizados por matemáticos pioneiros entre o fim do século XIX e início do século XX. A metodologia adotada nesta pesquisa é do tipo exploratória, permitindo uma maior aproximação e compreensão do objeto de estudo, baseada em análises bibliográficas e, principalmente, análises documentais, com destaque para a investigação dos artigos científicos, além da observação de documentos em que constam suas atividades de orientação de teses de doutorado e entrevistas concedidas por Manfredo do Carmo, em que trata de diversos pontos de sua carreira profissional. Alguns resultados observados na pesquisa são a trajetória acadêmica exitosa e rica em detalhes, bem como o árduo trabalho do professor Manfredo para criar e consolidar uma escola de Geometria Diferencial no Brasil, mantendo um alto nível de produção científica. A conclusão obtida ressalta a importância das atividades de pesquisa e ensino de Manfredo do Carmo, bem como suas parcerias na realização das atividades de pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, J. L. M et al. Mesa Redonda Recordando Manfredo. In: JORNADA MANFREDO DO CARMO, 2018, Rio de Janeiro. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=pyiX_P3pD5c&t=138s. Acesso em: 25 novembro 2019.

CARMO, M. P. Manfredo Perdigão do Carmo. In: PALIS, J.; CAMACHO, C.; LIMA, E. L. (orgs.) IMPA 50 anos. Rio de Janeiro: IMPA, 2003. p. 199-222.

CARMO, M. P. Manfredo Perdigão do Carmo. [Entrevista cedida a] Pedro Mendes. Matemática Universitária, Rio de Janeiro, n. 16, p. 1–18, jul. 1994.

CARMO, M. P. Geometria Diferencial Local. Recife: Instituto de Física e Matemática da Universidade de Recife, 1963.

MARQUES, F. C. S. C. A Matemática de Manfredo Perdigão do Carmo. In: JORNADA MANFREDO DO CARMO, 2018, Rio de Janeiro. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=4vb5jHfDuKk&t=116s. Acesso em: 14 novembro 2019.

SILVA, C. P. Início e Consolidação da Pesquisa em Matemática do Brasil. 2 ed. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna Ltda, 2013.

SILVA, C. P. Aspectos Históricos do Desenvolvimento da Pesquisa Matemática no Brasil. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2009.

SILVA, C. P.; AZEVEDO, A. Mestrados e Doutorados em Matemática Obtidos no Brasil a Partir de 1942. Sociedade Brasileira de História da Matemática, Rio Claro, S/d. Disponível em: www.sbhmat.com.br. Acesso em: 10 setembro 2017.

TENENBLAT, Keti. O Legado de Manfredo Perdigão do Carmo. In: JORNADA MANFREDO DO CARMO, 2018, Rio de Janeiro. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=umMK2Wa8n-E&t=473s. Acesso em: 20 novembro 2019.

Publicado
2020-07-12
Como Citar
QUEIROZ, A. J. O PERCURSO PROFISSIONAL DE MANFREDO PERDIGÃO DO CARMO E A GEOMETRIA DIFERENCIAL NO BRASIL. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v. 7, n. 20, p. 266-276, 12 jul. 2020.