AS CONTRIBUIÇÕES DE MAURÍCIO PEIXOTO PARA A MATEMÁTICA BRASILEIRA

  • DIANARA FIGUEIRÊDO FREIRE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE
  • ANTONIO JOSÉ MELO DE QUEIROZ Universidade Estadual do Ceará
Palavras-chave: Maurício Matos Peixoto; Estabilidade Estrutural; História da Matemática no Brasil.

Resumo

O desenvolvimento da ciência foi surgindo com o avançar dos tempos, foi assim em todo mundo. É importante ressaltar que em alguns lugares ela avançou mais depressa, porém no Brasil teve suas complicações, pois ainda no século XIX e início do século XX a nossa sociedade, até aquele momento, não se importava com o avanço da ciência. Desta maneira, não foi diferente com a Matemática, que teve várias tentativas, a fim de ter o avanço desejado no Brasil, contudo não obtiveram êxito até o inicio do século XX. A Matemática começou a ter seus primeiros progressos em pesquisa científica a partir da década de 1930, com isso, foram surgindo pesquisadores nas suas diversas áreas e é importante que a sociedade saiba quem foram esses pioneiros, pois assim saberemos o caminho trilhado por eles e seus respectivos avanços na Matemática. Sendo assim, esse artigo teve como objetivo analisar como se construiu a carreira de Maurício Matos Peixoto e verificar quais foram as principais contribuições dele para a matemática no Brasil. O trabalho foi desenvolvido por meio de uma pesquisa bibliográfica e documental de caráter exploratório. Verificamos que Maurício Peixoto foi um grande matemático que contribuiu principalmente para a área de Sistemas Dinâmicos, com ênfase em estabilidade estrutural. Trabalhou em várias instituições de cunho científico, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC), além colaborar na implantação e crescimento do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e, portanto, contribuindo no crescimento da pesquisa Matemática no país. Dessa maneira, é perceptível o trabalho de Maurício Peixoto para a divulgação da Matemática. Assim, salientamos a relevância deste artigo para a nossa formação, pois é essencial sabermos quem fez parte da nossa história e mostrar a sociedade que existem brasileiros fazendo Matemática de alta qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

LIMA, E. L; PUJALS. E. R. Entrevistas com Eméritos III - Elon Lages e Enrique Pujals entrevistam Maurí¬cio Peixoto, 2017, Rio de Janeiro. Disponível em: https://youtu.be/PToAegfcFKA. Acesso em: 20 de novembro de 2019.

PEIXOTO, M. M. Maurício Matos Peixoto. In: PALIS, J.; CAMACHO, C.; LIMA, E. L. (orgs.) IMPA 50 anos. Rio de Janeiro: IMPA, 2003. p. 240-250.

SILVA, C. M. O IMPA e a comunidade de matemáticos no Brasil. Cadernos de Pesquisa, v. 39, n. 138, p. 897-917, 2009.

SILVA, C. P. A matemática no Brasil: história do seu desenvolvimento. 3. ed. rev. São Paulo: Blucher, 2003.

SILVA, C. P. Início e consolidação da pesquisa matemática no Brasil. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2008.

SOTOMAYOR, Jorge. On Maurício M. Peixoto and the arrival of Structural Stability to Rio de Janeiro, 1955. [S. l.], 4 de outubro de 2019. Disponível em: https://arxiv.org/abs/1910.02013v1. Acesso em: 24 de novembro de 2019.

Publicado
2020-07-11
Como Citar
FREIRE, D.; MELO DE QUEIROZ, A. AS CONTRIBUIÇÕES DE MAURÍCIO PEIXOTO PARA A MATEMÁTICA BRASILEIRA. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v. 7, n. 20, p. 57-66, 11 jul. 2020.