A Proposta Curricular Ensino – 1º grau de Pernambuco (1974): considerações iniciais acerca do volume III - Ciências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v11i32.12434

Palavras-chave:

Ensino da Álgebra, História da Educação em Pernambuco, Proposta Curricular de 1974, Teoria da Objetivação

Resumo

A educação em Pernambuco passou por uma série de transformações entre os séculos XIX e XX. Dentre os diversos Currículos, propostas curriculares e programas de ensino elaborados na década de 1970, a “Proposta Curricular Ensino – 1º grau” (1974), se destacou por ser o primeiro documento curricular publicado a nível estadual (diferentemente dos documentos nacionais). Nesse estudo será dado enfoque ao Volume III - Ciências, com atenção à área de Matemática, especialmente na parte da álgebra. Como suporte teórico utilizaremos a Teoria da Objetivação (TO), no intuito de compreender os contextos de elaboração desse documento e considerando-o como um artefato cultural que responde a demandas sociais da sua época. Por meio desse mergulho histórico, o presente estudo traz à tona o conteúdo da proposta curricular bem como proporciona um primeiro entendimento das possíveis influências pessoais e políticas da época, isto é, as pessoas, os discursos e as práticas envolvidas no processo de elaboração desse documento curricular. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Natália Lucile Medeiros de Lira, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Mestranda no Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática (PPGEC) na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Pós Graduada em Educação Matemática: Estratégias, Métodos e Tecnologias pela Universidade Anhanguera Uniderp. Graduada em Licenciatura plena em Matemática UFRPE. Foi bolsista do Programa Residência Pedagógica (PRP). Atuou também como professora do Nível 2 do Programa de Iniciação Científica da OBMEP edição especial. 

Juliana Martins, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Possui doutorado em Educação Matemática (2019), pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP, mestrado em Educação Matemática pela mesma instituição (2015) e graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual do Centro-Oeste - Unicentro (2011). Pesquisa na área de História da Matemática, História da Educação Matemática no Brasil e Ensino de Matemática. É vice-líder do Grupo de Pesquisa em História, Epistemologia e Didática da Álgebra (Al-Jabr).

Jadilson Ramos de Almeida, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Atualmente é professor na UFRPE, no Departamento de Educação, atuando no curso de Licenciatura em Matemática e no Programa de Pós-Graduação em Ensino das Ciências. Também é professor no Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Tecnológica - EDUMATEC-UFPE. Pesquisa na área de Educação Matemática, com ênfase em didática da matemática, pensamento algébrico, álgebra escolar e teoria da objetificação do conhecimento.

Referências

Secretaria de Educação e Cultura. Departamento de Ensino. Divisão de ensino de 1º e 2º graus. Proposta curricular de ensino 1º grau – Volume III Ciências (incluindo Matemática), 3.v. Recife: SEC/PE, 1974.

BRITTO, Maria Leopoldina de Albuquerque. Propostas e programas de ensino da Secretaria de Educação de Pernambuco de 1923 a 1992. [Proposals and programmes of the State Secretariat of Education of Pernambuco–1923/1992]. Tópicos Educacionais, v. 11, n. 1-2, p. 20-33, 1993.

BRITTO, Maria Leopoldina de Albuquerque. A trajetória do currículo de Ensino Fundamental na rede estadual de Pernambuco nos séculos XIX-XX: aproximações do texto e do contexto / Maria Leopoldina de Albuquerque Britto; prefácio Itamar de Abreu Vasconcelos. – Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2005.

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2007.

LIRA, Natália Lucile Medeiros de; ALMEIDA, Jadilson Ramos de; MARTINS, Juliana. Documentos Curriculares da Educação em Pernambuco nas décadas de 1960 e 1970: um olhar pelas lentes da Teoria da Objetivação. In: XII Encontro Paraibano de Educação Matemática, UFPB, João Pessoa, novembro de 2023.

MARTINS, Juliana. História da Matemática e Teoria da Objetivação: delineamento de problemáticas de pesquisa. In: XII Encontro Paraibano de Educação Matemática, UFPB, João Pessoa, novembro de 2023.

MORETTI, Vanessa Dias; PANOSSIAN, Maria Lúcia; MOURA, Manoel Oriosvaldo de. Educação, educação matemática e teoria cultural da objetivação: uma conversa com Luis Radford. Entrevista publicada na Revista Educação e Pesquisa, v. 41, n. 1, jan.-mar. 2015. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S1517-97022015410100201>. Acesso em: 01 mar. 2024.

MOREY, Bernadete; NASCIMENTO, Valdenize Lopes do. Historia de las matemáticas en la educación matemática: la importancia de explicitar las posiciones teóricas. Revista Paradigma, v. XLI, n. Extra 1, abr. 2020, pp. 180–196.

RADFORD, Luis. (2016). Father Padilla’s Arithmetica Practica (1732) in its cultural colonial Guatemalan context. In Radford, L., Furinghetti, F., & Hausberger, T. (Eds.), Proceedings of the 2016 ICME Satellite Meeting of the International Study Group on the Relations Between the History and Pedagogy of Mathematics (pp. 557-568). Montpellier, France: IREM de Montpellier.

RADFORD, L. Algebraic thinking from a cultural semiotic perspective. Research in

Mathematics Education, Canada, v. 12, n. 1, p. 1-19, 2010. Disponível em:<http://www.luisradford.ca/pub/22_RME2010Algebraicthinkingfromaculturalsemioticperspective.pdf>. Acesso em: 01 mar. 2024.

Downloads

Publicado

2024-05-01

Como Citar

LIRA, N. L. M. de; MARTINS, J.; ALMEIDA, J. R. de. A Proposta Curricular Ensino – 1º grau de Pernambuco (1974): considerações iniciais acerca do volume III - Ciências . Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 11, n. 32, p. 1–20, 2024. DOI: 10.30938/bocehm.v11i32.12434. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/12434. Acesso em: 24 jul. 2024.