AMALIE EMMY NOETHER

A PRESENÇA MATEMÁTICA FEMININA NA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

  • Maria Helena de Andrade Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará- IFCE
  • Rannyelly Rodrigues de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Emmy Noether; mulher matemática; kahoot; quiz.

Resumo

O artigo “Amalie Emmy Noether: A presença matemática feminina na História da Matemática” discorre sobre um relato de experiência com um grupo de oito alunos realizado numa escola municipal de Fortaleza, Ceará no dia da Matemática. Tendo por intuito divulgar em sala de aula a participação da mulher matemática, no condizente ao estudo da biografia de Emmy Noether, enfatizando o trabalho não remunerado e seu empenho em desenvolver e expandir a Matemática. Para isso, foi necessário um percurso estruturado em seis etapas registrada através de observações, anotações, conversas e fotos. Na primeira etapa os aprendizes receberam os questionamentos para respondê-los seguida das instruções de funcionamento do grupo e um roteiro de pesquisa. Na segunda aconteceu um diálogo para efetuar alguns esclarecimentos. A terceira foi baseada numa discussão quanto a melhor forma de apresentação das descobertas aos demais estudantes, na qual optaram por quiz na plataforma kahoot e caça-palavras em folha de ofício, os quais foram apresentados à professora no encontro seguinte. Posteriormente, se encontram e treinaram a apresentação e no encontro seguinte finalizaram o trabalho com a aplicação das atividades escolhidas aos demais sujeitos. A pesquisa deu ensejo aos participantes de dividirem momentos de interação e aprendizagem, uma vez que foi explicitado nas indagações e pontuações oriundas das falas registradas. Como também, a visão em relacionar o aprendizado com a disciplina de História, havendo no percurso alguns instantes de desequilibrio com posterior construção do conhecimento. Coube aos outros educandos uma oportunidade ímpar de conhecer a biografia da renomeada matemática de forma interativa e salutar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rannyelly Rodrigues de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Licenciada em Matemática (IFCE), Mestra em Ensino de Ciências e Matemática (IFCE), Doutoranda (UFRN) e professora da Educação Básica (SEDUC). 

Referências

AMALIE Noether: uma grande cientista desconhecida. Último Segundo, [S. l.], 30 abr. 2012. Disponível em: https://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2012-04-30/amalie-noether-grande-cientista-que-ninguem-ouviu-falar.html. Acesso em: 3 jan. 2020.

ANDRADE, Maria Helena de; OLIVEIRA, Rannyelly Rodrigues; FEITOSA, Raphael Alves. A epistemologia na didática da Matemática em completude com a tecnologia. Tear: revista de educação ciência e tecnologia, Canoas, v. 7, n. 1, p. 1-15, 2018.

AREAS, Roberta; BARBOSA, Marcia C.; SANTANA, Ademir E. Teorema de Emmy Nöther, 100 anos: alegoria da misoginia em ciência. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 41, n. 4, e20190017, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1806-11172019000400406&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 15 jan. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília, DF: MEC, 2017. Editorial. Disponível em: https://bit.ly/2RIe0AG. Acesso em: 27 dez.2019.

COULANGES, F. de. A cidade antiga: estudos sobre o culto, o direito, as instituições da Grécia e de Roma. São Paulo: Hemus, 1996.

DICIO dicionário online. Disponível em: https://www.dicio.com.br/dialogo/. Acesso em: 26 dez. 2019.

FERNANDEZ, Cecília de Souza; AMARAL, Ana Maria Luz do; VIANA, Isabela Vasconcellos. A história de hipátia e de muitas outras matemáticas. Rio de Janeiro Sociedade Brasileira de Matemática, 2019. Disponível em: https://www.sbm.org.br/wp-content/uploads/2019/05/ultimo.minicurso_historia_hipatia_muitas_outras_matematicas.pdf. Acesso em: 28 dez. 2019.

GAZOTTI-VALLIM, M. A.; GOMES, S. T.; FISCHER, C. R. Vivenciando inglês com kahoot. The ESPecialist: descrição, ensino e aprendizagem, São Paulo, v. 38, n. 1, p. 1-18, 2017. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/esp/article/view/32223. Acesso em: 28 dez. 2019.

MENDES, Iran Abreu. Investigação histórica no ensino da matemática. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2009.

RODRIGUEZ, Margarita. Quem é a mulher que Einstein classificou como 'genial' e cujo teorema revolucionou a Física. [S. l.: s. n], 2017. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-39275631. Acesso em: 29 dez. 2019.

SCHEIBEL, M. F. Didática, identidade e profissionalização docente. Curitiba: IESDE Brasil, 2006. Disponível em: www.idesde.com.br/. Acesso em: 15 jan. 2020.

Publicado
2020-07-11
Como Citar
DE ANDRADE, M.; DE OLIVEIRA, R. AMALIE EMMY NOETHER. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v. 7, n. 20, p. 105-116, 11 jul. 2020.